Publicidade

Estado de Minas

Kasinski Comet GT R 250 - Pequena carenada

Moto é uma esportiva carenada, com porte e visual de modelo maior


postado em 04/11/2007 12:46

GT R 250 tem suspensão dianteira invertida e carenagem integral(foto: Kasinski/Divulgação)
GT R 250 tem suspensão dianteira invertida e carenagem integral (foto: Kasinski/Divulgação)
Fundada em 1999, a Kasinski produz uma linha de motocicletas com tecnologia asiática, no Pólo Industrial de Manaus, em uma área de 18 mil metros quadrados, empregando cerca de 150 funcionários. Sua rede de concessionários tem 70 revendas pelo país, inclusive Minas Gerais. Números que a montadora espera multiplicar, lançando novos modelos, para acelerar sua participação no mercado, estacionada em apenas 0,4% do segmento, em 2007.
Painel digital convive harmonicamente com conta-giros analógico. No Salão das Duas Rodas, em São Paulo, uma fera ao lado da outra(foto: Téo Mascarenhas/Especial para EM)
Painel digital convive harmonicamente com conta-giros analógico. No Salão das Duas Rodas, em São Paulo, uma fera ao lado da outra (foto: Téo Mascarenhas/Especial para EM)

Até setembro, a montadora comercializou 4.688 unidades, conforme dados da Abraciclo (associação dos fabricantes de motos). A estratégia de lançamentos vai na direção popular, com as utilitárias Way 125 e Seta 150, mas também na direção das motos mais sofisticadas, como, por exemplo, do modelo Comet GT R 250, apresentado durante o Salão das Duas Rodas, em São Paulo, entre 16 e 21 de outubro. A Comet GT R 250 é uma esportiva carenada, derivada da Comet 250, que já é comercializada pela marca.

Esportiva
A GT R 250 tem um porte de moto maior e impressiona pelas formas e pelo desenho. Mas não é só. O motor, herdado da Comet 250 Naked, tem dois cilindros em V, inclinados em 75 graus, e desenvolve 32,5 cv a 10 mil rpm e torque de 2,27 kgfm a 7.500 rpm, com refrigeração mista (ar e óleo). A alimentação é por carburador. O câmbio tem cinco marchas. Entre os cacoetes esportivos da nova GT R 250, estão as pedaleiras ajustáveis, conforme a estatura e conveniência de cada piloto.

A esportividade continua na suspensão dianteira invertida, com 120 mm de curso; no conjunto traseiro, do tipo mono, ajustável (também com 120 mm de curso); nos freios a disco nas duas rodas; no escape do tipo dois em um; nas rodas em liga leve de 17 polegadas, calçadas em pneus esportivos sem câmara; no guidão esportivo; e também no grande painel digital. O peso em ordem de marcha (abastecida) é de 182 kg. O quadro é feito em aço tubular. A Kasinski Comet GT R 250 será comercializada por R$ 16.990. Informações:
www.kasinski.com.br.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade