Publicidade

Estado de Minas

Suzuki V-Strom 650 - A irmã vai viajar

Nova moto chega ao Brasil até o fim do ano para compor a linha, com modelo maior. Motor de 650 cm³ de cilindrada equipa versão que ocupará lacuna no mercado


postado em 18/06/2008 15:37

(foto: Fotos: Suzuki/Divulgação)
(foto: Fotos: Suzuki/Divulgação)
Seguindo a trilha da ampliação de sua linha, a Suzuki apresenta até o fim do ano no Brasil o modelo V-Strom 650, que é a irmã menor da V-Strom 1000, já comercializada aqui. A dúvida que ainda persistia até o lançamento era o preço próximo ao da irmã maior, já que são motos semelhantes, inviabilizando sua comercialização. Entretanto, o grande vácuo neste segmento parece anular a desvantagem, permitindo seu desembarque oficial.

A montadora não confirma, mas os concessionários já foram informados sobre o novo modelo, ainda sem valor definido. Em um raciocínio provável, o preço deve manter a mesma proporção praticada na Europa, com uma diferença entre 20% e 30%, entre o modelo maior e o menor. A V-Strom 1000 é comercializada no Brasil por cerca de R$ 43 mil, o preço da irmã menor V-Strom 650 ficaria em torno de R$ 32 mil, no "limite" do custo/benefício.

Mercado
Um dos mais versáteis modelos da Suzuki, a DR 650, on-off road, com motor de um cilindro, não mais é comercializada no Brasil. Assim, há lacuna que a montadora pretende tampar parcialmente com a nova V-Strom 650, que ainda concorre com as BMW F 650 GS, G 650 Xmoto e Xcountry, que, se confirmada a previsão, teriam preço superior. Outra concorrente é a Yamaha XT 660, que teria preço inferior, e a Honda Hornet 600, com preço semelhante, mas em outro segmento.
Motor tem dois cilindros em V, que fornece 67 cv
Motor tem dois cilindros em V, que fornece 67 cv

Classificada como Enduro Spor Tourer pela montadora, a V-Strom 650 é capaz de encarar qualquer estrada com conforto e versatilidade. Se não tem a potência da irmã maior, tem mais agilidade, para o uso diário também na cidade, por exemplo. O motor herdado do modelo SV 650, com as devidas alterações, é um dois cilindros em V, com inclinação a 90 graus, de 645 cm³, com injeção eletrônica e quatro válvulas por cilindro, e além de refrigeração líquida.

Técnica
O visual é bastante semelhante ao da irmã maior, mas o banco é mais baixo, a 820 mm do solo, possibilitando mais conforto para quem não tem estatura tão elevada. Conforto também proporcionado pelo pára-brisa, que pode ser regulado na altura em até 50 mm, melhorando a aerodinâmica. A marca também vende opcionais e acessórios, como bauletos e bolsas, para acomodar a bagagem em viagens. O sistema ABS de freios é opcional.

O motor fornece 67 cv a 8.800 rpm, capaz de, segundo a fábrica, levar a V-Strom 650 à velocidade final de 179,8 km/h. A suspensão dianteira é do tipo telescópica convencional, com tubos de 43 mm de diâmetro, e a traseira, mono. O freio dianteiro tem duplo disco com 310 mm de diâmetro e o traseiro, disco simples de 260 mm. O quadro é em alumínio, com dupla trave e reforços laterais. O câmbio tem seis marchas e os aros são raiados com 19 polegadas na dianteira e 17 na traseira, com pneus de asfalto. O tanque comporta 22 litros e o peso a seco é de 189 kg.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade