Publicidade

Estado de Minas

Harley-Davidson VRSCF V-ROD Muscle - Espinafre na veia

O lado esportivo da marca está mais presente no novo modelo, que tem desenho inspirado nas dragsters de arrancada e um coração cheio de energia. São 127 cv de pura potência


postado em 03/08/2008 10:51

Banco proporciona firmeza para o piloto nas arrancadas(foto: Fotos: Harley-Davidson/Divulgação)
Banco proporciona firmeza para o piloto nas arrancadas (foto: Fotos: Harley-Davidson/Divulgação)
A americana Harley-Davidson está completando 105 anos, com um olho no tradicionalismo e outro na vanguarda. Para comemorar, lançou no dia 22 parte de sua linha 2009. Em respeito ao passado cheio de histórias e sentimentalismos, as famílias Touring e Dyna receberam melhoramentos técnicos, mantendo o visual clássico. Seguindo a vertente oposta, que provoca calafrios nos fiéis seguidores mais puristas, lançou a V-Rod Muscle, que é uma espécie de moto tunada de fábrica.

A nova motocicleta, batizada de VRSCF V-Rod Muscle, foi inspirada nas dragsters de competição e nas motos musculosas, modificadas para proporcionar arrancadas radicais. Assim, os músculos, presentes até em seu nome, são proporcionados pelo motor, denominado Revolution, com dois cilindros em V, inclinação de 60 graus e 1.250 cm³ de cilindrada, com refrigeração líquida, quatro válvulas por cilindro, duplo comando e injeção eletrônica, que desenvolve 127 cv a 8.250 rpm.

Mudança
O caráter inquieto do modelo V-Rod original, lançado em 2002, está em seu DNA. O motor foi desenvolvido com a ajuda da consagrada Porsche e o desenho vanguardista quebrou tabus dentro da marca de Milwaukee. O novo modelo V-Rod Muscle é uma releitura da V-Rod, ainda mais apimentada e acompanhada de visual arrojado, do tipo guerreiro urbano, ou street fighter. A lanterna traseira está embutida na borda do pára-lama traseiro e é composta por leds, junto com as setas.
Lanterna e piscas traseiros, com leds, embutidos no pára-lama
Lanterna e piscas traseiros, com leds, embutidos no pára-lama

O sistema de iluminação com lâmpadas leds também está nas setas dianteiras, fixadas atrás das hastes dos espelhos retrovisores, deixando o desenho mais limpo. O pneu traseiro ganhou medidas tamanho GG, com 240 mm de largura. As rodas são de liga leve, com cinco raios e aro de 19 polegadas na dianteira e 18 na traseira. Os freios, com duplo disco na dianteira e simples na traseira, têm pinças da marca Brembo, além de opção de sistema antitravamento ABS. Antitravamento também é a embreagem, para suportar reduzidas radicais.

Turbo
Uma das mais destacadas mudanças técnicas e estilísticas da nova Harley-Davidson Muscle está no sistema de alimentação. Duas tomadas de ar foram instaladas ao lado do tanque, com telas metálicas, que lembram o estilo das Yamaha V-Max, não por acaso, modelo do mesmo segmento da nova V-Rod Muscle. As tomadas canalizam o ar para a caixa do filtro (que teve a capacidade ampliada), pressurizando a mistura em altas velocidades, como uma injeção de espinafre no motor.

Para suportar melhor as arrancadas, o banco foi modificado. Agora o piloto fica encaixado no assento, que tem um anteparo para o quadril e está a 640 mm do solo. Já a suspensão dianteira é invertida, como nas superesportivas, e está ligeiramente mais aberta, para melhorar o controle nas arrancadas. Ainda no visual, a nova V-Rod Muscle conta com quadro pintado em preto, assim como a mola dos dois amortecedores traseiros. A capa do radiador também ganhou pintura externa na cor da moto e interna preta. Os escapes foram modificados e são longos e cromados, com ponteiras chanfradas. Guidão e painel também foram modernizados. A nova Harley será comercializada no fim do ano. Para o Brasil ainda não foram definidas datas e preços.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade