Honda 2010 - Penta apresentação

Os novos cinco modelos nacionais da marca são os primeiros de baixa cilindrada a contar com o sistema ABS, que permite rodar na terra, além da opção de motor Mix

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/09/2009 12:22 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Fotos Caio Mattos/Honda/Divulgacao
De Indaiatuba (SP) - A Honda apresentou sua linha 2010, com novos modelos e versões de motocicletas, que estarão disponíveis no fim de outubro, atendendo diferentes nichos de mercado. O destaque fica para os modelos CB 300R e XRE 300, que passam a contar com o sistema de freios ABS e CBS. Uma ousada novidade, normalmente presente somente em modelos de alta cilindrada. A fabricante mostrou ainda a nova Fan ESI, equipada com motor 150cm³, com injeção eletrônica. O quarto modelo apresentado foi a NXR 150 Bros, agora com motor Mix, que funciona com gasolina, álcool ou a mistura dos dois em qualquer proporção. O quinto lançamento é a CG 150 Titan Mix EX, que substitui a ESD, não mais fabricada.

Quando foi lançada em junho, para substituir a Twister 250, a CB 300R agradou pelo visual, elaborado pela engenharia nacional e inspirado na Hornet 600, mas pecou pelo freio a tambor na roda traseira. Agora, a Honda vai ao outro extremo, com adoção do freio ABS/CBS, que exige disco nas duas rodas, e volta à estaca zero, mantendo a versão standard com tambor. O conjunto mecânico é o mesmo e comum à XRE 300, com motor de um cilindro, com 291,6cm³ e injeção eletrônica, que fornece 26,53cv a 7.500rpm e um torque de 2,81kgfm a 6.000rpm. O ABS impede o travamento das rodas e o sistema CBS (Combined Brake System) distribui a pressão da frenagem entre as duas rodas.

O sistema acrescentou 5 quilos na CB 300R, que foi para 148kg a seco, e 6,5kg na XRE 300, que chegou aos 151kg. A central eletrônica de comando dos sistemas fica em uma “marmita” aparente do lado esquerdo na XRE 300 e embutida na CB 300R. Andando na CB 300R, percebe-se a eficiência, especialmente nas frenagens de emergência, quando a dirigibilidade fica preservada, uma vez que as rodas não travam, aumentando a segurança. Na XRE 300 o sistema impressiona, pois melhora a performance na terra. O segredo é uma pressurização mais rápida do ABS, que fica mais esperto e consegue ler instantaneamente as oscilações das rodas, mesmo com as imperfeições e baixa aderência do piso.



Com a pulga atrás da orelha, foi preciso testar o sistema da XRE 300 na terra, para acreditar. Não trava de jeito nenhum. Nem abusando e fazendo força no cascalho, areia e o que vier. Como o modelo não tem pretensões esportivas de competição (quando as derrapagens propositais fazem parte da tocada), a segurança aumenta vertiginosamente. É a primeira moto do gênero no mundo com ABS/CBS em tempo integral, sem opção de desligar para rodar na terra. A tecnologia, porém, acrescenta R$ 2.500 ao preço final da motocicleta. A CB 300R equipada com o sistema passa a ter um preço sugerido, base São Paulo, sem frete e seguro, de R$ 13.990, e a XRE 300, nas mesmas condições, de R$ 15.390.

A montadora segue diversificando seu mix de modelos para atrair o consumidor. A nova CG 150 Fan ESI, com partida elétrica e freios a tambor, tem esse perfil. Modelo básico e um dos carros-chefes da marca, ganhou a opção do motor 150cm³ com injeção. Diferentemente da irmã CG 150 Titan, não tem a carenagem dianteira, considerada achinesada, mas o tradicional farol redondo. O preço sugerido, sem frete e seguro, base São Paulo, é de R$ 6.190. A nova CG 150 Titan Mix EX, com motor flex e freio a disco na dianteira, aposenta o modelo ESD, que saiu de linha.

As rodas são de liga leve, pintadas de preto, e há ainda uma faixa preta na carenagem, para maior aproximação do visual da CB 300R. O preço sugerido, base São Paulo, sem frete e seguro, é de R$ 7.265. A quinta versão apresentada foi a NXR 150 Bros Mix, que tem motor flex, com injeção eletrônica, de 150cm³, o mesmo da família CG. É a primeira moto do segmento on-off-road (cidade e campo) do mundo equipada com motor do tipo bicombustível. As demais partes mecânicas não foram alteradas. O modelo estará disponível a partir de novembro, quando seu preço será divulgado.

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe