Aprilia Dorsoduro 750 Factory - Reserva especial

Com acabamento requintado, novo modelo, que chega agora ao mercado mundial, tem motor com dois cilindros em V e controle de gestão, seguindo o estilo supermotard

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/05/2010 13:29 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Fotos: Aprilia/Divulgação
Algumas montadoras utilizam as siglas limited (limitada) ou special (especial) para definir seus modelos fora de série, ou de edições especiais, que conservam a mesma base mecânica, mas utilizam acabamento e componentes mais sofisticados que as motos normais de linha. A italiana Aprilia, porém, define seus modelos desse tipo como factory (ou fábrica), como a nova Dorsoduro 750 Factory, apresentada em fins de 2009, e que agora chega ao mercado mundial utilizando componentes nobres e um acabamento esmerado, para satisfazer uma parcela de consumidores mais requintados e exigentes.

Veja mais fotos da Aprilia Dorsoduro 750 Factory!

Essas motos são como uma espécie de vinho, com a classificação "reserva", que também são mais caras. A Aprilia Dorsoduro, que foi desenvolvida no centro de estilo da marca, hoje controlada pela Piaggio, leva a assinatura do badalado projetista Miguel Galluzzi, responsável também pela Ducati Monster, que, apesar de ser discípulo da escola italiana de desing, é nosso hermano argentino. O desenho incorpora o para-lamas dianteiro, do tipo bico de pato, escapes de saída alta, com aberturas estilo guelra de tubarão, e um farol com apêndice vertical.

ORIGEM
Outra particularidade da nova Dorsoduro 750 Factory é que seu nome não foi inspirado e animais selvagens fortes e velozes ou em fenômenos da natureza, como é comum na indústria motociclistíca. O nome foi inspirado em um distrito da famosa cidade italiana de Veneza. A moto, porém, tem origem no modelo Shiver 750, do qual herdou o pacote mecânico, embora obedeça ao estilo supermotad ou supermoto. As rodas são em liga leve, com aros de 17 polegadas de diâmetro, que conferem mais agilidade nas mudanças de direção. O guidão mais largo facilita as manobras e tem os protetores de mão, exatamente como nas motos fora de estrada, que deram origem ao estilo supermotard. Outro cacoete próprio para a terra são as pedaleiras serrilhadas, que prendem melhor as botas. Por outro lado, os pneus são esportivos, especiais para o asfalto e denunciam sua natureza.

A nova Dorsoduro 750 Factory, definida pela Aprilia como uma motocicleta especial de série, difere do modelo “normal” pelo largo emprego da fibra de carbono no acabamento, que é aplicado no para-lamas dianteiro, nas aletas e parte do tanque de combustível, que tem capacidade para 12 litros. O quadro é pintado de vermelho, tem arquitetura em treliça e é construído de forma mista, com tubos de aço e componentes de alumínio. A balança da suspensão traseira também é em alumínio e, junto com o quadro, foram desenvolvidas com a experiência da montadora nas competições, inclusive na categoria supermotard, na qual acumula muitos títulos.

MOTOR
O propulsor da Dorsoduro 750 factory é um dois cilindros em V, com 749,9cm³ de cilindrada, inclinado em 90 graus e equipado com quatro válvulas por cilindro, refrigeração líquida e injeção eletrônica de combustível de segunda geração, que desenvolve 92cv a 8.750rpm e um torque de 8,4kgfm a 4.500rpm. O acelerador é do tipo ride by wire, com sensores que interpretam a vontade do piloto. A eletrônica também está presente na gestão do motor, que conta com três mapas diferentes, comandados por meio de um botão no guidão: modo Sport libera toda a potência do motor; o Touring é próprio para viagens; e o Rain reduz a potência, para pisos de baixa aderência ou na chuva.

A fibra de carbono faz parte do acabamento e as rodas são aro 17 - A fibra de carbono faz parte do acabamento e as rodas são aro 17


A suspensão dianteira é Sachs, invertida, com tubos de 43mm de diâmetro e 160mm de curso. A suspensão traseira também é Sachs, do tipo mono e ancorada lateralmente (para liberar espaço para o motor e quadro), com 150 mm de curso. Ambas são plenamente reguláveis. O freio dianteiro tem dois discos, do tipo wave, com 320mm e pinças Brembo radiais com quatro pistões. O freio traseiro também é wave e tem 240mm. O painel mistura elementos digitais e analógicos e tem iluminação regulável e computador de bordo. A embreagem tem acionamento hidráulico e os dutos, malha aeroquip. O câmbio tem seis marchas. O peso a seco é de 185 quilos.

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
11 de dezembro de 2017
04 de dezembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação