Publicidade

Estado de Minas

Can-Am Outlander Max 800R XT-P - Na roça de gravata

Com muita eletrônica embarcada, quadriciclo encara qualquer tipo de terreno, além de proporcionar conforto com o guidão assistido eletricamente. Motor desenvolve 71cv


postado em 12/05/2010 07:46

Com tração nas quatro rodas e reduzida, os obstáculos não assustam(foto: Fotos: Iuri Vieira/BRP/Divulgação)
Com tração nas quatro rodas e reduzida, os obstáculos não assustam (foto: Fotos: Iuri Vieira/BRP/Divulgação)
A canadense Bombardier produz uma extensa linha de produtos, que inclui aviões. Para melhor identificação dos vários segmentos, criou a Bombardier Recreational Products (BRP), ou linha de produtos de recreação, com a Can-Am, que batiza o triciclo Spyder e os quadriciclos. Entre eles, o Can-Am Outlander Max 800R XT-P, lançado este ano no Brasil, equipado com pacote de luxo, que inclui guidão assistido eletricamente, rodas de liga leve decoradas, protetores de mãos, guincho elétrico, para-choques dianteiro e traseiro reforçados, além da tração nas quatro rodas, reduzida e motor de dois cilindros em V, com 71cv de potência.

Um verdadeiro trator para encarar qualquer terreno, que tem um pé na roça e outro no asfalto, já que abusa da eletrônica e sofisticação, oferecendo tantos requintes de conforto que o transformam em uma espécie de limusine das trilhas. Para começar, não é necessário força na hora de virar o guidão, já que conta com um motor elétrico, com dois níveis de intensidade: mais leve ou um pouco mais pesado, selecionados com um simples toque de botão. Os dois níveis percebem a velocidade e ficam mais firmes progressivamente. O câmbio é automático, do tipo CVT. Se comparado aos quase primos automóveis, teria direção hidráulica e câmbio automático. Já o ar-condicionado é por conta da natureza.

ANDANDO
O piloto vai sentado como em uma moto, mas não precisa de equilíbrio. Outra diferença fica na ponta do guidão, que em vez do tradicional acelerador conta com uma alavanca no polegar direito, por questões de segurança. O motor Rotax (outra divisão da Bombardier), com 799,9cm³ e dois cilindros em V a 80 graus, equipado com refrigeração líquida, quatro válvulas por cilindro e injeção eletrônica, fornece 71cv e conta com tração do tipo 4X2 e 4X4, selecionadas por meio de tecla, mesmo em movimento, além de reduzida e marcha a ré. Um coração de alpinista, capaz de superar obstáculos inacreditáveis sem muito esforço, desafiando constantemente o piloto a ampliar seus limites.

Acidentes geográficos foram riscados do dicionário do Outlander 800 XT-P. Qualquer buraqueira, barranco, lama ou subidão viram diversão com o brinquedo, que com a tração 4X4 e a reduzida engatadas só não escala parede. Mas, se for preciso, conta com um guincho elétrico que ergue várias vezes seu peso. Os pneus radiais vão agarrando como ventosas, deixando o obstáculo para trás. O piloto só tem o trabalho de acreditar e guiar. Por outro lado, é aí que mora o perigo. A diversão vai ficando inversamente proporcional à segurança. O Outlander é um verdadeiro trator, mas não faz milagre. Além disso, para quem pilota moto, a tocada exige outras técnicas.

TÉCNICA

O Outlander 800 XT-P é capaz de grande inclinação lateral, mas assusta. Nesta hora, nada de tirar o pé da pedaleira, como nas motos, mas jogar o corpo para o outro lado, fazendo contrapeso. Outra diferença é a marcha a ré e diferenciais com um sistema batizado de Visco-Lok GE, que percebe uma roda girando em falso e transfere força automaticamente para a outra, ajudando a sair do enrosco. Para levar a tralha, conta com dois bagageiros, um na dianteira e outro na traseira, com capacidade para 136kg, e um compartimento fechado, onde é possível acomodar até alimentos e bebidas para um elegante convescote nas trilhas, que pode ser feito com a patroa, já que é homologado para transportar garupa.

O banco é largo e confortável, inclusive para o garupa
O banco é largo e confortável, inclusive para o garupa


A suspensão dianteira é independente, com sistema duplo A e 203mm de curso. A suspensão traseira tem dois amortecedores e 229mm de curso, além do sistema TTI, que deixa as rodas sempre paralelas, eliminando a torção e aumentando a tração. Os freios são a disco, com dois na dianteira e um na traseira, direto no eixo. O quadro em tubos de aço tem uma espécie de prancha lisa inferior, que ajuda a deslizar sobre obstáculos, se for preciso. O painel é completo, com elementos digitais, indicador de combustível (16,3 litros), velocímetro, hodômetro e funções ativadas. O peso a seco é de 326kg. O Can-Am Outlander Max 800R XT-P tem preço sugerido de R$ 49 mil. Informações: Quadrijet, (31) 3581-3007.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade