Publicidade

Estado de Minas

Kawasaki Versys 650 - Nome sem nome

Reunindo estilos diferentes, mas com proposta de versatilidade, modelo tem visual agressivo, motor com dois cilindros em linha e freio antitravamento ABS opcional


postado em 03/12/2010 20:35

(foto: Fotos: Kawasaki/Divulgação)
(foto: Fotos: Kawasaki/Divulgação)
Acompanhe também o Vrum pelo Twitter

Montado na fábrica da Kawasaki em Manaus, Amazonas, o modelo Versys 650 tem uma proposta curiosa. Suspensões de maior curso, posição de pilotagem mais relaxada com guidão mais alto e largo, como nas foras de estrada, mas aros de 17 polegadas de diâmetro, calçados por pneus voltados para performance no asfalto, como nas motos esportivas, além de não ser uma supermotard, como poderia sugerir a mistura que caracteriza este segmento. O próprio nome indica esta mescla e é a fusão das palavras Vertex, ou vértice em latim, e System, ou sistema em inglês, para formar um arranjo curto, sonoro e imponente, mas que não tem significado algum.

É uma motocicleta que pretende agradar pela versatilidade e diversidade de usos, como também expressa o nome inventado, transitando com desenvoltura por ruas e avenidas, com conforto nas estradas em viagens e até por uma terra de leve, por conta das suspensões com mais amplitude, embora as rodas e pneus não sejam os mais apropriados. Derivada da irmã de asfalto, ER-6n, lançada em 2006, e também comercializada no mercado nacional, a Versys 650 pode contar com sistema de freios do tipo ABS, como opcional.

ANDANDO O motor de dois cilindros paralelos, que também equipa a ER-6n, foi ajustado para apresentar mais torque em baixos e médios regimes de rotação, o que facilita a pilotagem, além de proporcionar mais agilidade em saídas de curvas e no trânsito, pois está surpreendentemente sempre alerta. Esta característica deixa a pilotagem prazerosa e amigável e até mais rápida, por conta da agilidade. A pequena carenagem frontal, com bolha ajustável, ajuda bastante nas estradas, quando a velocidade é maior, embora não resolva completamente o efeito do desconforto aerodinâmico. É o preço de um modelo com pretensões de versatilidade que não consegue abraçar com plena eficiência as diversas tendências.

Alimentados por injeção eletrônica e refrigerados a água, os dois cilindros paralelos de 649cm³ e oito válvulas desenvolvem 64cv a 8.000rpm e torque de 6,2kgfm a 6.800rpm, que são transmitidos à roda por um bem acertado câmbio de seis marchas. As rodas com aros de 17 polegadas permitem rápidas mudanças de direção, aumentando a sensação de domínio e o entrosamento com a motocicleta, completados por freios com dois discos de 300mm de diâmetro na dianteira e um simples de 220mm na traseira, ambos no formato wave, equipados com o sistema ABS, que também transmite mais segurança, além de mais endorfina e menos adrenalina.

A suspensão dianteira é invertida, com tubos de 41mm de diâmetro e 150mm de curso. Supera facilmente as irregularidades do solo, mas afunda nas frenagens mais vigorosas. A suspensão traseira tem geometria diferente, com balança em alumínio assimétrica. Do lado direito, uma haste com formato banana, como nos modelos da motovelocidade. Do lado esquerdo, uma haste retangular convencional. Isso em função do deslocamento para a lateral do amortecedor, com 145mm de curso, por falta de espaço, permitindo uma reduzida distância entre-eixos de apenas 1.415mm, que também contribui para aumento da agilidade.

O visual é agressivo e foi remodelado em 2010. Na frente, o destaque são os faróis empilhados dentro da pequena carenagem, que está integrada ao tanque de combustível de 19 litros. Outro destaque é o escapamento, com saída baixa e quase camuflado sob o motor, dentro de um estojo com abafador, que ajuda a rebaixar o centro de gravidade. O painel é compacto e tem o conta-giros analógico em destaque, além de tela digital com velocímetro, relógio, hodômetros total e parcial e demais informações. O preço sugerido, sem frete e seguro, é de R$ 37.990 na versão com freios ABS, e R$ 33.990, sem ABS. Informações: Moto Cidade (31) 3378-8000.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade