Bailarina tipo GG

BMW lança modelo 2013 da R1200 GS

Motocicleta conservou o motor boxer, mas ganhou refrigeração líquida e muita eletrônica embarcada, que a deixam mais ágil tanto no asfalto quanto na terra

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/05/2013 14:00 / atualizado em 23/05/2013 11:15 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Na terra, o manequim GG surpreende  pela agilidade - Búfalos TV/BMW/Divulgação Na terra, o manequim GG surpreende pela agilidade

De SÃO PAULO - A motocicleta big trail BMW R 1200 GS encolheu as distâncias para os aventureiros, permitindo longas viagens ao redor do planeta, sem escolher os caminhos. Sua grande versatilidade e conforto convenceram os consumidores, que a transformaram no modelo mais vendido da marca mundialmente, apesar dos seus mais de 30 anos de estrada, despertando a cobiça da concorrência, que tratou de oferecer modelos com características semelhantes, para disputar o apetitoso bolo. A pressão funcionou e a BMW foi obrigada a modernizar completamente a moto, modelo 2013, lançada no fim do ano passado e que agora chega ao Brasil, importada oficialmente. No entanto, conservou a essência: o motor boxer, com dois cilindros contrapostos.

A principal novidade é que ela abandonou o defasado arrefecimento a ar no motor e ganhou a aguardada refrigeração líquida, que, porém, não é completa, mas parcial, atuando nos pontos mais críticos. A providência permitiu um significativo aumento na potência, que saltou para 125cv a 7.700rpm, e um torque de 12,7kgfm a 6.500rpm. A mudança no motor exigiu alterações em efeito cascata. O escape, que era do lado esquerdo, passou para o direito, trocando de posição com o eixo cardã da transmissão, que foi da direita para a esquerda. Com isso, o quadro de tubos de aço, que tem o motor como parte da estrutura, também foi alterado, mudando também a ciclística.

O conjunto óptico dianteiro tem farol de LED - BMW/Divulgação O conjunto óptico dianteiro tem farol de LED


AJUDA
A eletrônica está em toda parte. O motor, com 1.170cm³ de cilindrada, tem cinco modos de condução para serem ajustados conforme a tocada e o tipo de piso, que inclui também terra. O modo rain (chuva) é para pisos escorregadios. O modo road, ou estrada, é para as viagens. O dynamic, para uma condução mais esportiva. Já o modo enduro é para a terra e o enduro pró para terra mais radical. Além disso, está equipada com controle automático de estabilidade (ASC), acelerador eletrônico e suspensões semiativas, ajustadas eletronicamente, presente na versão Premium. A suspensão leva em conta o peso do piloto e garupa, ou o conjunto também com bagagem.

Os sistemas interligados permitem dezenas de combinações, para uma perfeita sintonia fina na pilotagem, para as diferentes situações. As opções são tantas que até confundem o piloto. Para frear, o sistema ABS é de série. Na dianteira, dois discos de 305mm de diâmetro, com pinças de quatro pistãos. Na traseira, um disco com 276mm de diâmetro. O novo modelo ganhou 8mm em distância livre do chão. Entretanto, para maior adaptação, o banco pode ser regulado em altura, entre 850mm e 870mm do solo. Um engenhoso sistema permite também regular manualmente, sem esforço, a altura do para-brisa, para melhorar o conforto aerodinâmico.

BMW/Divulgação


ANDANDO O tamanho da moto assusta. Além disso, o peso, abastecida, é de generosos 238kg. Entretanto, basta pôr a moto em movimento para que a sensação de domínio prevaleça. É que o peso fica concentrado na parte de baixo, devido ao motor boxer, facilitando bastante o equilíbrio. No asfalto, com regulagens de mapeamento de motor (dynamic) e suspensão apropriados, o modelo muda a personalidade e se comporta esportivamente, permitindo uma tocada surpreendentemente rápida. Porém, é na terra que a nova R 1200 GS (G de gelande, ou campo, e S de strasse, ou estrada), surpreende. Também é necessário alterar o mapeamento, o que é feito no próprio painel, com elementos analógicos e digitais, de forma simples e rápida.

O manequim padrão GG exige respeito, porém mostra inesperada intimidade, igualmente devido à ampla possibilidade de regulagens de motor e suspensões. O problema é ir aumentando a confiança e os abusos, para eventualmente ter que levantar a moto do chão. Se não tiver um guincho por perto... A suspensão dianteira tem 190mm de curso e a traseira 200mm. A R 1200 GS 2013 tem ainda piloto automático, farol de LED, guidão regulável, computador de bordo, pré-instalação de GPS e roda dianteira de 19 polegadas, meio-termo entre asfalto e terra. Malas laterais podem ser facilmente instaladas nas viagens. O preço sugerido para o modelo Sport é de R$ 73.400. O modelo Premium, com toda a eletrônica embarcada, custa R$ 83.900.

(*) Viajou a convite da BMW

BMW/Divulgação

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
11 de dezembro de 2017
04 de dezembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação