Junto e misturado

Honda X-ADV inaugura segmento dos scooters fora de estrada

Um conceito que mescla a praticidade urbana dos scooters e a versatilidade dos modelos fora de estrada, Honda X-ADV tem eficiente motor de dois cilindros em linha e câmbio automatizado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/09/2016 16:07 / atualizado em 26/09/2016 16:19 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Honda/Divulgação
Uma mistura bastante improvável está saindo do forno e será apresentada em sua versão definitiva no Salão de Milão, Itália, entre 8 e 13 de novembro. O modelo X-ADV, que inaugura o segmento dos scooters fora de estrada. Inicialmente com o nome City Adventure, ainda como conceito, ganhou o batismo definitivo de X-ADV, que significa algo como “cruzadora aventureira” em sua versão comercial. Para justificar a ousadia de transformar um veículo essencialmente urbano em outro de utilização mista, asfalto e terra, o X-ADV ganhou novas características.

Entretanto, o esforço para criar esse novo segmento, de scooters até que não foi tão complicado assim. A Honda usou como base o maxi scooter urbano Integra 750, que também divide o motor com a motocicleta NC 750X (já comercializada no Brasil), que não por acaso leva a letra X em seu nome, caracterizando o estilo fora de estrada. Uma mistura surpreendente, que pode ser bem-vinda em regiões e até países com pavimentação nem sempre lisinha, ou ainda para quem curte as mordomias, conforto e praticidade dos scooters, mas não abre mão de explorar novos limites além do asfalto.

METAMORFOSE
Para materializar o novo modelo, o scooter Integra 750 ganhou nova posição de pilotagem, que deixa o condutor mais na vertical, um novo guidão, com protetores de mão, mais largo, e assoalho que também permite a condução em pé, em uma ergonomia típica dos genuínos modelos fora de estrada. Além disso, o para-brisa pode ser regulado em cinco alturas diferentes. Os pneus são de uso misto e o escape tem saída alta, como nos modelos todo-terreno. As rodas também são diferentes das dos scooters tradicionais. Em vez de liga leve, são raiadas, como nas off-road.

A posição de pilotagem é mais vertical e o para-brisa regulável - Honda/Divulgação A posição de pilotagem é mais vertical e o para-brisa regulável
O aro da roda dianteira também é maior do que as dos scooters convencionais, para vencer mais facilmente os obstáculos longe do asfalto, e tem medida de 17 polegadas de diâmetro. Na traseira, o aro é menor, de 15 polegadas. A suspensão dianteira ganhou um curso bem longo, além de tubos de maior diâmetro e sistema invertido para aumento da eficiência. A suspensão traseira é do tipo mono, em balança de alumínio, igualmente com maior amplitude. Outras características tipicamente urbanas e práticas, contudo, foram preservadas no X-ADV.

CIDADE O banco permanece largo, confortável e em dois níveis, como nos modelos de cidade. O freio dianteiro tem duplo disco, com pinças radiais, e o conjunto, que inclui o disco traseiro, conta com o sistema ABS. Também tem o prático porta-malas sob o banco, com capacidade para acomodar, por exemplo, um capacete estilo fora de estrada, ou pequenas compras e volumes. O câmbio é outra novidade. Em vez do tradicional sistema CVT, é automatizado com dupla embreagem, possibilitando a adoção de modos de pilotagem e transmissão final por corrente.

As suspensões têm maior curso para rodar no fora de estrada - Honda/Divulgação As suspensões têm maior curso para rodar no fora de estrada
O motor com 745cm³ de cilindrada tem arquitetura de dois cilindros em linha, arrefecimento líquido e forte inclinação para a frente, ajudando a reduzir a altura do túnel central, para facilitar o embarque e desembarque, e também a rebaixar o centro de gravidade. A potência é de 54,5cv a 6.250rpm e o torque de 6,9kgfm a apenas 4.750rpm. Números que garantem boas retomadas de velocidade. Para completar, o painel tem tela digital e a iluminação é em LED. O novo scooter X-ADV 750 ainda não tem definição de preço e previsão de desembarcar oficialmente no Brasil.

O motor fica inclinado para a frente e conta com arrefecimento líquido - Honda/Divulgação O motor fica inclinado para a frente e conta com arrefecimento líquido

Tags: vrum minas de estado milão de salão adventure city honda estrada de fora scooters x-adv x-adv honda

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
12 de fevereiro de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação