Ela voltou

Vespa volta a ser vendida no Brasil em quatro versões; produção será nacional em 2018

A Vespa retorna ao Brasil com scooters equipados com tecnologia atual e muita história para contar. Comercialização do modelo será em boutiques, em vez de concessionárias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/10/2016 18:30 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Vespa Primavera - Vespa/Piaggio/Divulgação Vespa Primavera
De São Paulo - A clássica Vespa completa 70 anos de história. Curiosamente, seu projetista, o engenheiro aeronáutico italiano Corradino D’Ascanio, não gostava de motocicletas. Por isso mesmo ele desenhou um modelo em que o piloto ia sentado, e não montado, facilitando o embarque e desembarque. Além disso, um quadro em chapas de aço, rodas pequenas – inspiradas nos aviões – e o motor deslocado para a traseira barateavam a produção no esforço do pós-guerra. O resultado foi o modelo batizado de MP6, lançado em 1946, produzido pela Piaggio, que nunca mais saiu das vitrines.

Também estava inventado o conceito dos futuros scooters, que se espalharam pelo mundo, e não pararam de evoluir. Inclusive, a própria Vespa, que retorna ao Brasil através do grupo de investimentos Asset Beccly, em um ousado plano de relançamento. A Vespa chegou ao país em 1958, passou a ser montada em Manaus em 1974, continuou popular nos anos 1980 para encerrar a produção nos anos 1990. A nova estratégia de expansão no Brasil, em parceria com a gigante italiana Piaggio, vai iniciar com os modelos importados, para a partir de 2018 produzir em fábrica própria.

MODELOS São quatro modelos disponíveis. O scooter Primavera, com as versões 125 e 150cm³ de cilindrada, terá ainda uma edição limitada e numerada de mil unidades da versão 150, com decoração especial e placa comemorativa da volta ao Brasil. Os outros são o Sprint 150, a GTS 300 e o modelo 946, com visual inspirado na Vespa pioneira MP6, de 1946, e decorada com a grife Empório Armani. As encomendas da edição limitada podem ser feitas a partir de 10 de outubro e a venda das demais em 22 de outubro. Porém, estranhamente, os preços não foram revelados até então, assim como o local de implantação da fábrica.

Vespa 946, inspirada no primeiro modelo e com controle de tração e decoração Empório Armani - Vespa/Piaggio/Divulgação Vespa 946, inspirada no primeiro modelo e com controle de tração e decoração Empório Armani


A Sprint 150 tem visual retrô moderno, com farol retangular - Vespa/Piaggio/Divulgação A Sprint 150 tem visual retrô moderno, com farol retangular
A forma de comercialização também não será convencional. Em vez de concessionárias, a rede será composta por boutiques, onde as novas Vespas serão expostas em ambiente fashion, com café, lounge e facilidades tecnológicas, além de acessórios e equipamentos, dentro de shoppings centers e áreas sofisticadas. Ainda este ano, a marca espera comercializar duas mil unidades. Em 2017, a previsão sobe para 12 mil unidades, e em 2018 para nada menos que atrevidas 35 mil unidades. Para tanto, até lá, serão instaladas 40 boutiques no Brasil.

CARACTERÍSTICAS O modelo Vespa Primavera, um dos mais populares da marca e lançado ainda em 1968, vem sofrendo constante modernização. A versão 125 conta com motor de um cilindro, quatro tempos, refrigeração a ar forçada, porta-malas sob o banco, câmbio automático CVT, potência de 10,7cv a 7.700rpm e torque de 1,1kgfm a 6.000rpm, freio a disco com ABS na dianteira e rodas com aros de 11 polegadas. A versão 150 conserva as mesmas características, mas a potência sobe para 12,9cv a 7.750rpm e o torque para 1,3kgfm a 7.750rpm.

Vespa GTS 300 tem motor arrefecido a líquido e tomada USB - Vespa/Piaggio/Divulgação Vespa GTS 300 tem motor arrefecido a líquido e tomada USB
O modelo Sprint tem farol retangular e o mesmo conjunto mecânico da Primavera 150. Porém, as rodas são um pouco maiores, com aros de 12 polegadas de diâmetro. A Vespa GTS 300 tem tomada USB, motor de um cilindro, quatro tempos, com 278cm³ e refrigeração líquida que fornece 22cv a 7.500rpm e um torque de 2,3kgfm a 5.000rpm. Os freios são a disco com ABS, as rodas aro 12 e a iluminação é de LED. O modelo 946 Emporio Armani tem peças em alumínio, couro, freios ABS e controle de tração. A motorização é a mesma da Primavera 125

Vespa/Piaggio/Divulgação
*Viajou a convite da Asset Beccly/Vespa

Tags: vespa scooter vrum Vespa retorna ao Brasil scooters equipados com tecnologia atual e muita história para contar comercialização em boutiques Estado de Minas

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
18 de junho de 2018
11 de junho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação