Três é demais?

De conceito à linha de produção, Yamaha Niken é um triciclo com proposta diferente

Com três rodas e visual futurista,Yamaha Niken é equipada com motor de três cilindros e sistema de inclinação que permite ângulos de até 45 graus, em pilotagem divertida

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/01/2018 16:20


Na hora de inclinar, o sistema permite até 45 graus - Yamaha/Divulgação Na hora de inclinar, o sistema permite até 45 graus
 

Segundo a geometria, três pontos determinam um plano. Baseada nisso, a Yamaha acrescentou uma roda na dianteira, criando a motocicleta de três rodas, batizada de Niken. O conceito já havia sido apresentado no Salão de Tóquio de 2015 e depois se materializou com o scooter Tricity. A ideia, entretanto, não é nova. Já existem no mercado triciclos com duas rodas dianteiras e também scooters com a mesma arquitetura, como o Piaggio MP3, desde 2006, e o protótipo Honda Neowing, mostrado no Salão de São Paulo. O conceito, porém, é totalmente inovador.

Na dianteira, duplo amortecedor em cada roda - Yamaha/Divulgação Na dianteira, duplo amortecedor em cada roda

O Niken não é um scooter, nem triciclo e nem sidecar, mas é a primeira moto comercial de três rodas (inicialmente nos mercados japoneses e europeus), embora todas as anteriores também tenham versões com a mesma configuração. Tecnicamente é considerada uma motocicleta, já que inclina e é pilotada como tal, e, principalmente, conta com motor e câmbio de moto (não automático CVT como nos scooters), além de ser estreita, com pouca distância entre as rodas dianteiras paralelas, que ocupam quase a extensão do guidão, permitindo agilidade no trânsito. Ou seja, permite uma pilotagem como nas motocicletas.

 

 

GEOMETRIA O visual futurista e agressivo, contudo, não é comum nem aos scooters nem aos triciclos e tampouco às motos. Uma espécie de alienígena, que, porém, carrega tecnologia das três vertentes, com reflexos também na segurança. Os três pontos da tal geometria aumentam o poder de frenagem, proporcionando maior contato com o piso. Para tanto, a Niken conta com um disco de 298mm em cada roda dianteira e um de 282mm na roda traseira. As rodas de liga leve estão calçadas com pneus esportivos, com aro de 17 polegadas atrás, e os mais raros, de 15 polegadas, na dianteira.

As rodas dianteiras ficam mais próximas, permitindo agilidade no trânsito - Yamaha/Divulgação As rodas dianteiras ficam mais próximas, permitindo agilidade no trânsito

Por outro lado, o que a matemática e a geometria do plano perfeito determinado pelos “três pontos” não previam eram os “planos imperfeitos” do asfalto e dos vários tipos de pisos irregulares por onde a Niken possa trafegar. Para equacionar a questão, uma suspensão dianteira pra lá de robusta foi adotada, composta por duplo garfo invertido em cada roda, com 110mm de curso, e totalmente ajustável tanto na compressão quanto no retorno. A suspensão traseira é do tipo mono, com 125mm de curso, também plenamente ajustável.
A pilotagem é semelhante à das motos convencionais - Yamaha/Divulgação A pilotagem é semelhante à das motos convencionais

INCLINAÇÃO Porém, a responsabilidade de conferir à Niken um comportamento em curvas como nas motocicletas fica a cargo de um complexo sistema batizado de Leaning Multi Wheel (LMW), com braços duplos (Ackermann), que permite inclinações de até 45 graus e movimentos independentes em cada roda. Tudo ligado a um quadro de alumínio e aço. O preço de uma roda a mais, além do sistema que permite inclinação, é o acréscimo de peso, que acusa 263kg na balança. Para minimizar os efeitos, materiais nobres e leves e mais uma vez os três pontos, para maior equilíbrio.

O painel é totalmente digital - Yamaha/Divulgação O painel é totalmente digital

O motor também tem três cilindros e fornece 115cv - Yamaha/Divulgação O motor também tem três cilindros e fornece 115cv

O motor da Niken foi herdado da Tracer 900 (já comercializada aqui), com 847cm³, equipado com três cilindros em linha, que fornece 115cv a 10.000rpm e torque de 8,9kgfm a 8.500rpm. Além disso, a Niken conta com três modos de pilotagem, controle de tração com duas opções de intervenção e a possibilidade de desativação, embreagem deslizante e quick shift (troca de marchas sem uso da embreagem) e piloto automático. O painel é digital, a iluminação em LED e o tanque semelhante ao da R1, com capacidade para 18 litros.

A frenagem ganha eficiência com maior área de contato e três discos - Yamaha/Divulgação A frenagem ganha eficiência com maior área de contato e três discos
 

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
06 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação