Sinais de fumaça

A marca nacional MXF produz no Paraná o modelo 250 TS, destinado ao fora de estrada

Com motor do tipo dois tempos refrigerado a água, modelo MXF 250 TS encara as trilhas com suspensões reguláveis e partida elétrica

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/07/2018 17:14 / atualizado em 15/07/2018 17:48 Téo Mascarenhas /Estado de Minas


O banco fica a 940mm do solo, enquanto a distância livre até o chão é de 330mm - MXF/Divulgação O banco fica a 940mm do solo, enquanto a distância livre até o chão é de 330mm
 

A marca nacional MXF nasceu em Curitiba, Paraná, em 2007, produzindo minimotos, motos fora de estrada, além de miniquadriciclos e quadriciclos. Com maior experiência, a meta da produção de modelos maiores veio em 2013, com a apresentação da primeira motocicleta destinada ao fora de estrada, inclusive para competições de enduro, com o lançamento do modelo 250 R, equipado com motor do tipo quatro tempos e componentes asiáticos, e depois com sua evolução (modernização nas suspensões, quadro, pneus etc.), a 250 RX.

As suspensões são reguláveis e o escape é de aço inox - MXF/Divulgação As suspensões são reguláveis e o escape é de aço inox

Agora, em mais um passo, apresenta o modelo 250 TS, com inédito motor do tipo dois tempos, também destinado ao fora de estrada. Os propulsores do tipo dois tempos têm menos peças móveis em relação aos do tipo quatro tempos, além de ser mais leves, resultando também em menor custo e manutenção mais simplificada. Por outro lado, os níveis de emissões são mais altos, gerando uma migração para os motores do tipo quatro tempos, menos poluentes, que também evoluíram com mais potência e menor peso.

 

 

CORAÇÃO Entretanto, o desenvolvimento dos componentes e da qualidade dos óleos, que são misturados à gasolina para lubrificação e queimados juntos, vem revertendo a tendência, atingindo menores índices de emissões, sem perder a simplicidade mecânica e as qualidades competitivas. O motor da MXF 250 TS tem 224cm³ (embora seja classificada como 250cm³), equipado com refrigeração líquida, lubrificação automática de óleo Lubmatic (óleo sintético recomendado), válvula de escape eletrônica, comandada por CDI, e alimentação por carburador, além da comodidade da partida elétrica, que dispensa, inclusive, o pedal auxiliar.

Freios a disco ventilados com pinças de duplo pistão - MXF/Divulgação Freios a disco ventilados com pinças de duplo pistão

A potência e torque não são revelados e tampouco os fornecedores, que, porém, seguem os requisitos e especificações do projeto elaborado pela MXF e são oriundos da China, Taiwan, Austrália, Estados Unidos e Rússia, para serem montados em Curitiba. O quadro é de aço cromo-molibdênio, o escape em aço inox, a suspensão dianteira é Fast Ace, com tubos de dupla câmara e regulagem na compressão e retorno e 310mm de curso. A suspensão traseira (com balança em alumínio), do tipo mono, também é Fast Ace, com 300mm de curso, regulagem na pré-carga, compressão e retorno.
O motor do tipo dois tempos tem misturador automático de óleo - MXF/Divulgação O motor do tipo dois tempos tem misturador automático de óleo

VISUAL O banco fica a 940mm do solo, enquanto a distância livre até o chão é de 330mm, características típicas dos modelos fora de estrada, assim como a roda dianteira com aro de 21 polegadas de diâmetro, calçada com pneus próprios para terra. Os freios são a disco ventilados, com acionamento hidráulico e duplo pistão, com 260mm de diâmetro na dianteira e 220mm na traseira. O peso a seco é de 107kg, o câmbio de seis marchas e o tanque de combustível comporta 7,5 litros. Já o “tanquinho” de óleo para ser misturado à gasolina, tem capacidade de 0,4 litro.

O painel é digital, com informações básicas - MXF/Divulgação O painel é digital, com informações básicas

A parte elétrica conta com farol dianteiro, farolete com LED e painel multifunção, com o básico. O modelo disputa um segmento altamente especializado, com marcas tradicionais japonesas e europeias, importadas e nacionais. Porém, pretende se encaixar em uma faixa de custo intermediária, com preço sugerido de R$ 24.990, além de apoiar os esportes fora de estrada patrocinando pilotos e eventos de enduro. Contudo, segue o mesmo padrão visual de marcas europeias e conta com uma rede de mais de 100 pontos de vendas, assistência técnica e peças de reposição. Informações: (41) 3013-4780.

Tags: mxf 250 ts moto fora de estrada motor dois tempos téo mascarenhas duas rodas

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe