Sexteto sinfônico

BMW K 1600 Bagger chega ao Brasil com motor de seis cilindros e espírito aventureiro

Equipada com motor de seis cilindros em linha,motocicleta conta ainda farol direcional, muita eletrônica, porte mais compacto e bolsas com lanternas integradas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 14/08/2018 12:07 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
O para-brisa pode ser ajustado eletricamente - BMW/Divulgação O para-brisa pode ser ajustado eletricamente

Apresentada no Salão Duas Rodas, no fim do ano passado, a BMW K 1600 B (Bagger) só começou a ser vendida no Brasil em 2018, com preço sugerido de R$ 134.900. Sua origem foi baseada na moto experimental Concept 6, de 2009, equipada com motor de seis cilindros em linha. Inicialmente, o conceito resultou na estradeira K 1600 GTL, também vendida aqui, uma luxuosa motocicleta toda carenada, com requintes eletrônicos e mordomias para longas distâncias. Para se converter ao estilo bagger, perdeu parte da generosa “roupagem”, ficando mais compacta, conservando, porém, as bolsas laterais e o espírito aventureiro.


A engenharia possibilitou o retorno do motor com seis cilindros em linha, que, em outros tempos eram demasiadamente largo, compactando suas medidas. A mágica foi reduzir a distância entre os cilindros para apenas 5 milímetros, com o emprego de materiais nobres. A relação entre diâmetro e curso dos pistões foi equacionada, harmonizando as massas em uma escala que também possibilitou a redução do tamanho dos balanceiros, mas sem aumentar a vibração. Outra medida foi adotar o cárter seco e transferir os componentes elétricos para a parte de trás do motor, quase um trabalho de relojoaria, que miniaturizou o conjunto, produzindo um som quase sinfônico.

FORÇA Com dimensão semelhante a um motor de quatro cilindros em linha, o sexteto da K 1600 Bagger, com 1.649cm³ de cilindrada e 24 válvulas, gira extremamente redondo e fica inclinado para a frente em 55 graus, o que também ajuda a rebaixar a massa do veículo. A potência atinge 160cv a 7.750rpm e um vigoroso torque de 17,9kgfm a 5.250rpm. Porém, a força, comparada à de um caminhão trucado, atinge 70% (ou 12,5kgfm)a míseros 1.500rpm, possibilitando empurrar os 560kg de peso total permitido (moto abastecida, com garupa e tralha da bagagem) em qualquer marcha e reacelerar, desferindo um verdadeiro soco na boca do estômago do piloto.

As malas laterais são na cor da moto e possuem lanternas integradas - BMW/Divulgação As malas laterais são na cor da moto e possuem lanternas integradas

O conjunto mecânico herdado da irmã touring K 1600 GTL também inclui muita eletrônica e até marcha a ré, para facilitar as manobras. A gestão do motor conta com três modos de pilotagem: Rain, para pisos com pouca aderência, quando a potência e torque ficam mais progressivos; Road, para as estradas; e Dynamic, para pilotagem mais apimentada. Tudo compartilhado com o controle de tração (Pro), que não deixa a roda traseira patinar nas acelerações. Além disso, conta com o assistente de partida em ladeiras, que permite arrancar sem que a moto volte nem um milímetro. Outra comodidade é o assistente de marchas (são seis), para “cambiar” sem usar a embreagem.

O motor com seis cilindros em linha fica inclinado para frente - BMW/Divulgação O motor com seis cilindros em linha fica inclinado para frente

OLHOS
As suspensões são amplamente reguláveis conforme o tipo de piso, pilotagem e peso. O sistema Eletronic Suspension Adjustment (ESA) permite ajustar nos modos Sport, mais rígido, Normal, Intermediário e Confort, macio. Na dianteira, a suspensão tipo Duolever tem 115mm de curso. Atrás, a suspensão tipo Paralever tem curso de 125mm. Já as rodas são em liga leve, com aros de 17 polegadas de diâmetro. O quadro também é em alumínio, que abraça o motor por cima para reduzir peso, que atinge 336kg, já abastecida. Porém, a baixa altura do banco, a 750mm do chão, minimiza o efeito.

O guidão é plano, em barra única - BMW/Divulgação O guidão é plano, em barra única

Na hora de pilotar, muita mordomia. Pela primeira vez, o farol ganha iluminação de xênon, além de Led nas setas e lanterna. A iluminação direcional acompanha as curvas, focando a parte interna. Tem ainda piloto automático, aquecimento de manoplas e bancos, painel com tela colorida, computador de bordo, sistema multimídia com Bluetooth e GPS, controle de pressão dos pneus, chave inteligente (que pode ficar no bolso) e sistema anti-furto. O para-brisa pode ser regulado eletricamente. A transmissão é feita com eixo cardã e o tanque comporta 26,5 litros. O guidão tem barra única, característica bagger, e os freios duplo disco na dianteira e simples na traseira, ambos com 320mm.

Tags: bagger 1600 k bmw mascarenhas teo vrum

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe