Publicidade

Estado de Minas

Sob olhar feminino

Fotógrafa Cristina Oldemburg lança 'Ultrapassagens', livro que mostra outra visão sobre os automóveis antigos. São 60 fotografias de detalhes de verdadeiras obras de arte


postado em 08/12/2006 22:52

Ao fechar a lente de sua câmera sobre um farol, uma porta lateral ou uma grade frontal, a autora consegue revelar uma beleza até certo ponto escondida dos carros do passado, criando outras perspectivas(foto: Fotos: Cristina Oldemburg/Divulgação)
Ao fechar a lente de sua câmera sobre um farol, uma porta lateral ou uma grade frontal, a autora consegue revelar uma beleza até certo ponto escondida dos carros do passado, criando outras perspectivas (foto: Fotos: Cristina Oldemburg/Divulgação)
Uma viagem ao universo dos automóveis antigos, mas com um olhar diferenciado, que foge do convencional. Assim é Ultrapassagens, livro da fotógrafa Cristina Oldemburg, lançado pela editora Camera Books, com apoio cultural da Ipiranga. A obra tem 60 fotos de detalhes de belos automóveis, como Cadillac 1940, Corvette 1958, Jaguar 1955, Delahye 1935 e Ford 1956.

Ao fotografar os detalhes dos automóveis, Cristina convida o leitor ao exercício da imaginação. Ela invade um universo tradicionalmente masculino para apresentar a percepção feminina, com ângulos e curvas que, às vezes, passam despercebidos. Peças, componentes e detalhes de acabamento se transformam na visão de Cristina. Uma lanterna, por exemplo, pode ser vista como um batom. A idéia é que o leitor veja cada enquadramento como uma foto-poema sensual. Para isso, são usados fragmentos poéticos do crítico Mário Margutti.
Simples friso se destaca conforme o ângulo em que é mostrado. Já o rádio parece até fazer parte de um móvel, ao ser 'clicado' por Cristina em seu livro
Simples friso se destaca conforme o ângulo em que é mostrado. Já o rádio parece até fazer parte de um móvel, ao ser 'clicado' por Cristina em seu livro "Ultrapassagens"

Apaixonada

Cristina é uma confessa apaixonada por carros clássicos. Para ela, alguns automóveis antigos têm tamanha beleza que podem ser considerados verdadeiras obras de arte. E a fotógrafa consegue valorizar o design dos carros com efeitos de luz natural, sem os recursos ou técnicas digitais.

Ao fechar o ângulo na frente de um Corvette 1958, Cristina transforma a grade dianteira do esportivo em uma espécie de jóia rara. Os faróis redondos do Jaguar 1955 lembram diamantes cravados em uma superfície curva e dourada. O detalhe do Pegaso 1956, com adornos dourados, atiça a imaginação do leitor, que certamente encontra dificuldades para decifrar qual a parte do automóvel que está sendo retratada. Tão belo é também o recorte do painel de um Cadillac 1950, que mostra o charme e o zelo no acabamento empregados nos carros do passado.

Expressivos

Cristina é brasileira, mas fez uma carreira internacional, buscando valorizar os detalhes expressivos em diferentes segmentos. Antes dos automóveis, ela clicou com a sensibilidade de seu olhar elementos da natureza, pessoas e estruturas arquitetônicas.

Ultrapassagens é um livro de 132 páginas que pode ser encontrado nas principais livrarias por R$ 160. É uma obra que une a beleza da imagem e o encanto da palavra. Recomendado para antigomobilistas e apaixonados por automóveis.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade