Publicidade

Estado de Minas

Cara e coração bravos

Picape Chevrolet 1950 é transformada em hot rod, com motor e câmbio de Opala seis cilindros e cor de motocicleta Kawasaki, mas mantém linhas originais e itens da marca


postado em 03/06/2007 20:22

Carcaça da picape, carcomida pela ferrugem, foi cuidadosamente restaurada, ganhando novo aspecto, mas manteve as formas arredondadas originais(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM - 31/5/07)
Carcaça da picape, carcomida pela ferrugem, foi cuidadosamente restaurada, ganhando novo aspecto, mas manteve as formas arredondadas originais (foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM - 31/5/07)
A carcaça da picape Chevrolet 1950 abandonada no fundo de uma oficina, no bairro Saudade, na região Leste, de Belo Horizonte, é hoje apenas uma foto no álbum do taxista Edson Almeida da Costa. Junto dela estão outras fotografias, que registram o processo de transformação da carroceria carcomida pela ferrugem em um hot rod, com motor de Opala seis cilindros de 138 cv. A picape foi pintada de verde, a mesma cor de uma motocicleta Kawasaki.

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS FOTOS DA CHEVROLET 1950!

Para caracterizar o estilo hot rod, veículo ganhou rodas de alumínio diamantadas, aro 15 polegadas as mesmas da Chevrolet D20. Foto registra o veículo antes da transformação
Para caracterizar o estilo hot rod, veículo ganhou rodas de alumínio diamantadas, aro 15 polegadas as mesmas da Chevrolet D20. Foto registra o veículo antes da transformação

O taxista Edson investiu cerca de R$ 30 mil, durante quatro anos, para fazer as modificações que desejava e chegar ao resultado esperado. A transformação foi obra de Ivan Célio Soares, que, explica que ao pegar uma carcaça, os pontos mais trabalhosos são sempre os mesmos, geralmente, na curva da coluna da porta e na base do pára-lama, mais afetadas pela ferrugem: "O jeito é cortar e colocar uma chapa nova".

Lanternagem à parte, a linhagem do hot respeita a tradição Chevrolet. Além do motor, o câmbio também é do Opala, de quatro marchas, a suspensão é da Veraneio e as rodas são aro 15 polegadas, da picape D20, diamantadas. Todos os emblemas e detalhes foram importados dos EUA, trazidos pelo irmão de Edson, que trabalha lá há muitos anos e mantém o pouco de original que a picape Chevrolet 1950 tem.

No interior, foram mantidos alguns itens originais, como o painel. A picape ganhou coluna de direção escamoteável e volante do Opala Diplomata. Já os bancos são do Kadett. O retrovisor dá um toque de esportividade ao hot, fazendo jogo com a cor verde da motocicleta Kawasaki. No estribo, o anti-derrapante é de madeira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade