Publicidade

Estado de Minas

Recordista premiado

Um Duesenberg SJ Special, de 1935, foi eleito o Best of show no mais famoso encontro de automóveis antigos do mundo, o Pebble Beach Concours dElegance, na Califórnia


postado em 28/08/2007 10:55

Modelo americano desfilou suas belas formas depois de ter sido escolhido o melhor entre as várias raridades presentes no charmoso encontro(foto: Ron Kimball Studios/Divulgação)
Modelo americano desfilou suas belas formas depois de ter sido escolhido o melhor entre as várias raridades presentes no charmoso encontro (foto: Ron Kimball Studios/Divulgação)
No último fim de semana, foi realizado em Monterey, na Califórnia (EUA), a 57ª edição do Pebble Beach Concours dElegance, um dos mais importantes e charmosos encontros de automóveis antigos do mundo. O evento reuniu raridades e personalidades, movimentando milhões de dólares em leilões. O prêmio de Best of show deste ano ficou com um belíssimo Duesenberg SJ Special de 1935, também conhecido como o meteoro mórmon.

O encontro de Pebble Beach deste ano reuniu automóveis vindos de 30 estados dos EUA e de 12 países, entre eles a Argentina. O Brasil não mandou representante. Raridades como o Aston Martin DB5, usado pelo agente secreto inglês James Bond, e modelos Duesenberg, que pertenceram aos astros de cinema Clark Gable e Gary Cooper, chamaram a atenção. Mas o grande vencedor foi o Duesenberg SJ Special de 1935, de um ilustre desconhecido americano, Harry Yeaggy, residente em Cincinnati, Ohio.

Também conhecido como meteoro mormon, o esportivo foi um dos mais velozes da sua época. Com motor de quase 7.0 litros e 325cv de potência, carro foi vitorioso em competições
Também conhecido como meteoro mormon, o esportivo foi um dos mais velozes da sua época. Com motor de quase 7.0 litros e 325cv de potência, carro foi vitorioso em competições
A marca americana foi fundada pelos irmãos Frederick e August Duesenberg em 1913. Eles começaram as atividades produzindo um pequeno carro, com motor Masson, de dois cilindros. Posteriormente, os carros Duesenberg foram construídos pelo magnata Erret Cord, que já tinha em seu império as marcas Auburn e Cord, mas queria oferecer uma linha de automóveis de prestígio. E conseguiu. Em pouco tempo, os carros Duesenberg passaram a ostentar os títulos de os mais velozes, mais potentes e mais caros dos Estados Unidos.

Cavalos de sobra
Um dos modelos de destaque da marca foi o SJ Special, equipado com motor de 6.882cm³ de cilindrada, que, com compressor, alcançava cerca de 325cv de potência. O carro chamava a atenção pelo belo desenho da carroceria e pelo requinte no acabamento. Era mais caro que os Rolls-Royce e Hispano Suiza da época.

A unidade premiada em Pebble Beach é um Duesenberg SJ Special de 1935, que bateu o recorde de velocidade naquele ano, ao percorrer 5.235 quilômetros em 24 horas, com a impressionante média de 218km/h. O carro foi adquirido por Harry Yeaggy no leilão de Pebble Beach de 2004. O preço: US$ 4,45 milhões (R$ 8,98 milhões, atualmente). O dono do carro não conseguiu esconder a satisfação de ter um automóvel premiado. "Para mim, ter um carro com desempenho e beleza é a combinação perfeita. Esse é o mais importante carro americano já construído", concluiu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade