Publicidade

Estado de Minas

Clássicos das quatro argolas

Audi patrocina pela primeira vez a Mille Miglia, o mais famoso rali de carros antigos do mundo, que será realizado de 15 a 17 deste mês, na Itália, reunindo verdadeiras preciosidades


postado em 03/05/2008 12:52

Fabricante alemã mandou para Bréscia três Wanderer W 25, feitos na década de 1930, dois DKW Monza de 1956 e um DKW 3=6 classe especial F91, que venceu a prova em 1954(foto: Fotos: Audi/Divulgação)
Fabricante alemã mandou para Bréscia três Wanderer W 25, feitos na década de 1930, dois DKW Monza de 1956 e um DKW 3=6 classe especial F91, que venceu a prova em 1954 (foto: Fotos: Audi/Divulgação)
Um dos mais tradicionais ralis de carros antigos do mundo vai agitar a Itália entre os dias 15 e 17. Trata-se da Mille Miglia, uma prova de longa duração que reúne verdadeiras relíquias da indústria automobilística. E pela primeira vez, a Audi AG será um dos principais patrocinadores do evento. Para marcar presença, a Audi Tradition, divisão responsável pelo acervo da marca das quatro argolas, participará com seis modelos históricos.

Entre eles, três W 25 feitos pela Wanderer, marca que pertenceu à Auto Union, grupo que deu origem à Audi. São modelos feitos em 1936, 1937 e 1938, equipados com motor de 55HP e tidos como os mais famosos veículos antigos de rali. Outro que vai marcar presença é um DKW 3=6 classe especial F91, que venceu a Mille Miglia de 1954 na categoria touring de até 1.300 cm³ de cilindrada. Com seu motor três cilindros de 34HP e 900 cm³, esse DKW registrou a mais respeitável média de velocidade da competição, de 104,95 km/h.
Modelos das marcas das quatro argolas participaram da Mille Miglia de 2003, como o Tipo C, e em 2006, quando ficaram expostos junto à linha moderna atual da Audi
Modelos das marcas das quatro argolas participaram da Mille Miglia de 2003, como o Tipo C, e em 2006, quando ficaram expostos junto à linha moderna atual da Audi

Completam o time da Audi dois DKW Monza de 1956, modelo que vai marcar presença na Mille Miglia pela terceira vez. Nos cockpits dos bólidos estarão executivos da Audi, da Volkswagen AG e Christian Geistdörfer, campeão mundial de rali. Todos terão a prazerosa missão de pilotar essas antigas máquinas por belos cenários da Itália. A largada e a chegada da prova serão em Brescia, próxima a Milão, no norte da Itália.

As quatro argolas da Audi representam as marcas Audi, DKW, Horch e Wanderer, que juntas formaram a Auto Union. O grupo se fundiu com a NSU em 1969, dando contribuições significativas para o desenvolvimento da indústria automobilística. A história das marcas é preservada com cuidado especial no museu da Audi em Ingolstadt, na Alemanha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade