Publicidade

Estado de Minas BEABÁ

Computador de bordo - Numerologia automotiva

Se você é daqueles motoristas que vivem perguntando para que diabos serve o computador de bordo no painel do carro, confira as dicas sobre a importância desse equipamento


postado em 12/04/2012 21:59 / atualizado em 12/04/2012 22:06

Dados como consumo médio ou instantâneo podem ser conferidos(foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS)
Dados como consumo médio ou instantâneo podem ser conferidos (foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS)
Num tempo em que é perfeitamente possível abrir seu computador portátil para acessar a internet de dentro de um carro em movimento (o motorista não). Num tempo em que se pode armazenar vários gigabytes de música e vídeo no próprio sistema de entretenimento do carro. Num tempo em que podemos contar com sofisticados sistemas de navegação numa tela sensível ao toque. Num tempo em que os sistemas integrados de telefonia são operados por comando de voz, sendo capazes até mesmo de ler mensagens de texto, parece complicado discorrer sobre o bom e velho computador de bordo.

O nome ficou tão obsoleto quanto a antiga denominação do “piloto automático”, sistema que mantém o veículo numa velocidade determinada pelo motorista, frente ao sistema atual, chamado controle de cruzeiro adaptativo, capaz de diminuir e acelerar o carro de acordo com a veículo da frente. Mas no dia a dia é fácil perceber que o computador de bordo pode ser um importante aliado do motorista, trazendo informações relevantes como o consumo, que pode revelar algum problema com o carro. As dicas são de Reinaldo Nascimbeni, supervisor de serviços da Ford.

CONSUMO INSTANTÂNEO É provavelmente a função mais importante do computador de bordo. Muito mais que informar (em km/l) o consumo instantâneo, essa função é um verdadeiro estímulo para dirigir com mais eficiência. Se você prestar atenção neste número, atualizado em tempo real, pode “calibrar” o peso do pé no pedal da direita. Acompanhando a oscilação desse número é fácil constatar que, principalmente em cidades planas, não compensa esticar demais as marchas. Trabalhar em rotações mais baixas faz bem ao bolso. Já em trechos de descida de serra é melhor optar por uma terceira marcha do que usar a quinta e “segurar” o carro no freio. Além de reduzir o consumo de combustível, o sistema de freio também será poupado.

CONSUMO MÉDIO A vantagem que o motorista pode tirar dessa função também está no bolso, porém são cálculos que se mostram mais corretos usando a média de consumo. Com este número prontinho ali na tela, você consegue avaliar mais facilmente quanto o seu veículo flex está consumindo com etanol e, num próximo tanque, com gasolina, para ver qual está valendo a pena (em geral o etanol deve custar no máximo 70% do preço da gasolina). O consumo médio também aponta se o combustível de um posto que você não está acostumado a abastecer está dentro dos padrões normais. Se o carro estiver com algum problema na injeção de combustível, o consumo médio vai alterar significativamente. Para quem gosta de dirigir, é possível comparar quanto o carro gasta na descida e na subida de uma serra. Ou, talvez, você e sua mulher podem resolver de uma vez aquela questão sobre quem dirige com mais eficiência. Outra eterna dúvida é o consumo de viajar usando ar-condicionado contra o consumo com as janelas abertas. Para isso basta fazer e refazer aquele caminho até sua cidade natal nas duas condições. Mas em qualquer medição não se esqueça de zerar a função.

HODÔMETRO PARCIAL É sempre bom saber quantos quilômetros dividem sua casa até o trabalho, o sítio ou a casa da namorada. Quem não tem as funções de consumo também pode zerar o hodômetro parcial para calculá-lo na mão. É comum ter duas funções de hodômetro parcial, A e B, para fazer duas medições simultaneamente.

VELOCIDADE MÉDIA É assustador constatar que a velocidade média no trânsito urbano é muito baixa. Ao mesmo tempo é educativo constatar que não vale a pena pisar fundo no acelerador quando o sinal abre, pois logo você terá que parar em outro semáforo.

AUTONOMIA Saber quantos quilômetros carro roda com o combustível que resta no tanque. Essa informação ajuda a decidir se é preciso entrar logo no posto ou seguir direto para casa.

CRONÔMETRO Poderia ser no relógio ou no celular, mas o cronômetro do carro está ali na sua frente e é mais fácil de consultar.

TEMPERATURA EXTERNA Mesmo no conforto do ar-condicionado é bom saber o quanto você vai sofrer quando puser os pés na rua.

ALERTA DE VELOCIDADE Vai emitir alarme sonoro sempre que o veículo exceder a velocidade máxima permitida naquela via, conforme programação prévia, evitando multa.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade