Publicidade

Estado de Minas AMOR SOBRE RODAS

Carro pode ser triângulo amoroso perfeito no Dia dos Namorados

Dose de romantismo deve ser diária e o automóvel forma o triângulo amoroso perfeito nas relações com ações simples. Veículo pode embalar o romance do casal


postado em 12/06/2015 09:00 / atualizado em 12/06/2015 10:49

Gustavo costuma abrir a porta do automóvel para a esposa Aline(foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press)
Gustavo costuma abrir a porta do automóvel para a esposa Aline (foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press)


Gustavo Sousa, 33, é securitário. Aline Sousa, 32, fisioterapeuta. Eles seriam apenas dois desconhecidos, sem qualquer ligação, se em 2000 não tivessem se encontrado. "Nós tínhamos terminado o terceiro ano e não tínhamos passado no vestibular e aí a gente entrou no cursinho. Ela entrou na faculdade e um ano depois foi a minha vez. Ela se formou em fisioterapia e eu em administração. Namoramos por sete anos e meio. Estamos casados há sete anos. Temos um filho de um ano. Foi quase metade de nossas vidas juntos", disse Gustavo.

A conexão entre os dois é perceptível. "É hoje que ele abre a porta do carro pra mim!", disse Aline sorrindo enquanto caminhava para as fotos. "Ele é romântico, abre a porta do carro sim, claro que não é sempre, mas ele tem esse cuidado. As vezes ele coloca música no carro, grava e manda pra mim", esclareceu ela. "São 15 anos que parece que tudo começou ontem, porque o mesmo relacionamento".


Seja um romântico:


1. Mantenha o carro em ordem e limpe sempre o banco dianteiro;
2. Abra a porta para a sua amada como nos velhos tempos;
3. Escolha um setlist com músicas que marcaram a vida do casal;
4. Aproveite as paradas para os momentos de carinho;
5. Nada de atender ligações no celular. O momento é de atenção;
6. Relembre sempre os bons momentos enquanto dirige;
7. Se estiver no carona, não reclame da sua companheira na direção;
8. Nada de cigarros ou bebidas. Não combina com trânsito e pode incomodá-la;
9. Evite discussões desnecessárias para não quebrar o clima.

Casal deve aproveitar todos os momentos juntos (foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press )
Casal deve aproveitar todos os momentos juntos (foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press )


Mesmo com tanto amor, eles admitem que nem sempre dá para ser um mar de rosas. E entre um sinal e outro de trânsito, há lugar para pequenas divergências. "Já discutimos no carro sim, mas agora é muito mais tranquilo", contou Gustavo. "Hoje a gente não tem mais tanto contato dentro do veículo, porque ela tem que andar atrás com nosso filho, mas sempre cuidamos um do outro, nos pequenos ou nos grandes detalhes".

No caso dos dois, assim como na história de outros tantos casais, o carro teve um papel importante. "A nossa valsa do casamento foi uma música que ele escutou no carro". "Comprei um CD de música sertaneja e fiquei escutando ele no carro, gostei muito de uma música e decidimos dançar ela no nosso casamento", contou.

A química e o amor entre o casal fez com que o carro fosse mais um ambiente em que o romantismo acontecesse naturalmente. "Desde o início a gente sempre dizia que pra ser um casal diferente a gente não podia perder o amor pelo outro, pra não ficar na mesmice. Acho que por a gente se amar, sempre procuramos agradar o outro", afirma Aline.

LEIA TAMBÉM:

Dez presentes para fãs de carros no Dia dos Namorados (foto: Reprodução)
Dez presentes para fãs de carros no Dia dos Namorados (foto: Reprodução)


Kombi é escolhida como o melhor veículo nacional para fazer sexo(foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press. )
Kombi é escolhida como o melhor veículo nacional para fazer sexo (foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press. )


Capô quente gera suspeita de traição entre casal de noivos em BH(foto: Quinho)
Capô quente gera suspeita de traição entre casal de noivos em BH (foto: Quinho)



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade