Publicidade

Estado de Minas RELÍQUIAS NA ESTRADA

Carros antigos percorrem 200 quilômetros de BH a Ouro Preto e Ouro Branco

Comboio contou com marcas famosas de nacionais e importados


postado em 21/06/2015 15:21 / atualizado em 22/06/2015 08:56

Colecionadores de carros antigos fizeram encontro no Bairro Olhos D'Água, no sábado, para passeio até a cidade de Ouro Branco(foto: Edésio Ferreira / EM / D.A Press)
Colecionadores de carros antigos fizeram encontro no Bairro Olhos D'Água, no sábado, para passeio até a cidade de Ouro Branco (foto: Edésio Ferreira / EM / D.A Press)

Uma verdadeira viagem pelas máquinas do tempo. Ontem, no primeiro passeio planilhado My Box de carros antigos de BH, em parceria com o Gentleman Driver’s Race Club, 38 relíquias sobre rodas partiram do Bairro Olhos D’água em direção às cidades de Ouro Preto e Ouro Branco, em um percurso de mais de 200 quilômetros de muita história e charme. O comboio, que retornou ao local de partida por volta das 15h, contou com carros nacionais e importados e modelos de marcas famosas, como Dodge, Mini Cooper, Volksvagem, Chevrolet, Porshe, Mercedes Benz e Alfa Romeu.

Veja mais fotos do encontro de antigos em BH


Guilherme Machado e seu Charger 79: ''Esperamos fazer desse encontro uma tradição''(foto: Edésio Ferreira / EM / D.A Press)
Guilherme Machado e seu Charger 79: ''Esperamos fazer desse encontro uma tradição'' (foto: Edésio Ferreira / EM / D.A Press)
 

Os motoristas e copilotos inscritos no passeio receberam uma planilha detalhando os trajetos que deveriam percorrer e os horários exatos que deveriam passar pelos trechos, a uma velocidade preestabelecida. Rodrigo Pimentel, dono de um Porshe 911 Carrera, branco, ano 1975, que estava acompanhado do navegador Marrel Abreu, se mostrava muito feliz com o encontro. “É uma confraternização muito legal, com um passeio e tanto”, disse ele, apaixonado que tem outros carros antigos, das marcas Dodge e Mini Cooper.

 

A VW Kombi, é claro, não poderia ficar de fora do evento(foto: Edésio Ferreira / EM / D.A Press)
A VW Kombi, é claro, não poderia ficar de fora do evento (foto: Edésio Ferreira / EM / D.A Press)
Foram avaliadas três categorias na premiação: a performance dos carros durante o passeio, o carro com maior índice de originalidade e o modelo mais antigo que completou o percurso. Luiz Augusto Malta, proprietário de um modelo inglês MGB, ano 1979, espera que o evento se torne uma tradição. “É muito bom esse tipo de promoção, pois integra os colecionadores de carros antigos em um passeio legal.” Ao seu lado, o navegador Felipe Cançado também estava ansioso para pegar logo a estrada.

 

Guilherme Machado, dono de um Dodge Charger ano 1979, resolveu levar também a mulher e os dois filhos. O coordenador Eduardo Cançado também estava bastante animado, embora não fosse participar da viagem. “Esperamos fazer desse encontro uma tradição, como já existe com os motociclistas, pelo menos uma vez por ano. Estamos pensando também em fazer uma viagem mais longa, com os participantes pernoitando em uma cidade.” Os colecionadores de carros têm encontro marcado todas as terças-feiras, na Avenida Raja Gabaglia, em frente à BR Veículos.

 

Ver galeria . 9 Fotos Encontro de carros antigos no bairro Olhos D'Água, em BHEdésio Ferreira / EM / D.A Press
Encontro de carros antigos no bairro Olhos D'Água, em BH (foto: Edésio Ferreira / EM / D.A Press )
 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade