Publicidade

Estado de Minas RECALL

Citroën, Mitshibishi e FCA convocam mais de 5 mil clientes para reparar defeito que compromete a segurança

Modelos Citroën têm problemas na suspensão; RAM 2500 pode vazar combustível; e quebra-sol do Mitsubishi Eclipse não foi bem fixado


postado em 13/07/2015 16:19 / atualizado em 13/07/2015 19:43

(foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 21/8/12)
(foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 21/8/12)

A Citroën amplia campanha de recall iniciada em 8 de dezembro de 2014, para substituição dos braços da suspensão dianteira do C3 (final de chassi de EB512354 a EB520900).
Já os modelos convocados ano passado (e que ainda podem ser reparados caso o dono não tenha comparecido ao chamado) são C3 Picasso (de EB514158 a FB500020), Aircross (de EB514624 a FB500030) e C3 (de EB515509 a FB500028). Todos foram produzidos de 20 de maio a 20 de dezembro de 2013.
Segundo a Citroën, dureza excessiva das buchas localizadas no interior dos braços da suspensão poderá ocasionar fissuras, levando ao seu rompimento e ao deslocamento das rodas dianteiras, com perda de dirigibilidade. O serviço tem duração aproximada de quatro horas.
Informações nas concessionárias, pelo 0800 011 8088 ou www.citroen.com.br.

(foto: Cláudio Larangeira/Mitsubishi/Divulgação)
(foto: Cláudio Larangeira/Mitsubishi/Divulgação)

ECLIPSE Também a Mitsubishi convoca proprietários do Eclipse GT 2000/2000 (final de chassi de YE092025 a YE135351), fabricados entre janeiro e março de 2000, para instalação de cinta de retenção do quebra-sol do passageiro.
Foi detectada perda de retenção do braço de fixação do quebra-sol do passageiro. Em caso de colisão com acionamento do airbag, se o quebra-sol estiver abaixado, pode ser projetado contra os ocupantes do veículo. Até a realização do serviço, a maca recomenda que não se use o assento do passageiro dianteiro. O reparo dura em torno de 20 minutos.
Informações nas concessionárias, pelo 0800 702 0404 (horário comercial) ou www.mitsubishimotors.com.br.
(foto: Pedro Bicudo/RAM/Divulgação)
(foto: Pedro Bicudo/RAM/Divulgação)

RAM E o grupo FCA chama 2.570 proprietários da RAM 2500 ano/modelo 2010 a 2014 (chassis de 3C6UD5FL0CG110462 a 3D7UT2CL3AG188297) por defeito no sistema de combustível.
Foi detectada a possibilidade do conector elétrico do aquecedor de combustível apresentar aquecimento excessivo, podendo causar falha nos anéis de vedação e vazamento de combustível. Há risco de combustão no compartimento do motor.
Informações nas concessionárias, pelo site www.picapesram.com.br ou 0800 703 7160.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade