Publicidade

Estado de Minas

Toyota anuncia recall de 625.000 veículos híbridos

Dos carros afetados, 340 mil estão no Japão, 160 mil na Europa e 120 mil na América do Norte. Sistema híbrido pode ficar inoperante e parar o veículo


postado em 15/07/2015 09:59 / atualizado em 15/07/2015 10:19

Em fevereiro de 2014, a Toyota teve que convocar um recall de 1,9 milhão de Prius por uma avaria similar(foto: Toyota/Divulgação)
Em fevereiro de 2014, a Toyota teve que convocar um recall de 1,9 milhão de Prius por uma avaria similar (foto: Toyota/Divulgação)
 

A japonesa Toyota anunciou um recall de 625.000 veículos híbridos modelos Prius e Auris por um problema de software que pode provocar a parada repentina do carro. Em fevereiro de 2014, a Toyota teve que convocar um recall de 1,9 milhão de Prius por uma avaria similar.

Os automóveis afetados por esta decisão foram fabricados entre maio de 2010 e novembro de 2014, segundo a Toyota, que vendeu mais de sete milhões destes veículos (com motor de gasolina e elétrico) desde o lançamento em 1997 desta tecnologia.

Segundo a empresa, "os parâmetros do programa de controle das unidades de comando dos motores/geradores e do sistema híbrido podem gerar uma degradação de certos componentes eletrônicos".

"Nestas condições, o modo de alerta pode ser ativado e o veículo passar ao modo de segurança, limitando a potência disponível para a condução. Em alguns casos, o sistema híbrido pode ficar inoperante e parar o veículo", afirmou a montadora, segundo a qual nenhum acidente relacionado com o problema foi registrado.

Dos carros afetados, 340.000 estão no Japão, 160.000 na Europa e 120.000 na América do Norte.

A revisão consiste em atualizar o software.Nos últimos dois meses, a Toyota se viu obrigada a convocar recalls de quase 10 milhões de veículos por problemas nos airbags, produzidos por outra empresa nipônica, a Takata.

 

Ver galeria . 5 Fotos Toyota PriusToyota/Divulgação
Toyota Prius (foto: Toyota/Divulgação )
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade