Publicidade

Estado de Minas

Confira quais foram os principais lançamentos de 2015

Queda nas vendas, enxurrada de recalls e escândalos envolvendo montadoras marcaram o ano de 2015, que teve também importantes lançamentos, como no segmento de SUVs


postado em 30/12/2015 17:08 / atualizado em 02/01/2016 15:05



Não há um setor produtivo no Brasil que não esteja torcendo para que 2015 chegue logo ao fim, já que foi um ano duro, que vai deixar lembranças negativas. E com a indústria automotiva não foi diferente, pois a expectativa é de que o ano feche com queda de cerca de 27% nas vendas de automóveis e comerciais leves. A Fiat fechou o ano na liderança do mercado, mesmo sem ter lançado produto novo. E como se não bastasse, 2015 foi marcado pelo excesso de recalls, revelando um certo desleixo no controle de qualidade da produção. Enquanto, nos EUA, a Volkswagen foi denunciada no escândalo “dieselgate”, por fazer alterações fraudulentas para maquiar as emissões de seus modelos, no Brasil, a Hyundai/CAOA e a MMC Mitsubishi foram acusadas de fazer parte de esquemas de corrupção, com pagamento de propina a políticos para aprovar medida provisória que estendeu benefícios fiscais. Mas 2015 foi também um ano de importantes lançamentos, como no segmento de utilitários-esportivos compactos, que movimentou o mercado.

Renault Duster Oroch(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA PRESS)
Renault Duster Oroch (foto: Juarez Rodrigues/EM/DA PRESS)


Honda HR-V(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA PRESS)
Honda HR-V (foto: Juarez Rodrigues/EM/DA PRESS)

ANO DOS SUVs
Quando 2015 começou, a grande expectativa girava em torno de três novos modelos que chegariam no segmento de SUVs compactos. O primeiro foi o Honda HR-V, em março, disponível somente com tração 4x2 e motor 1.8 flex. Logo em seguida vieram o Jeep Renegade, com opções 4x2 e 4x4 e motores flex e a diesel, e o Peugeot 2008, equipado com sistema que permite trafegar em diferentes pisos. E o ano chega ao fim tendo o HR-V como líder de vendas no segmento, seguido pelo Renegade. As vendas do Honda começaram antes. Para não ficar para trás, a Renault reestilizou o Duster, que passou na frente do Ford EcoSport e do também reestilizado Hyundai ix35. Outros SUVs tiveram o visual modificado, como o Mitsubishi Outlander, o VW Touareg e o Toyota SW4.
Peugeot 2008(foto: Túlio Santos/EM/ DA PRESS)
Peugeot 2008 (foto: Túlio Santos/EM/ DA PRESS)


Hyundai HB20(foto: Marlos Ney Vidal/EM/DA PRESS)
Hyundai HB20 (foto: Marlos Ney Vidal/EM/DA PRESS)

COMPACTOS
Neste segmento, destaque para os 35 anos do VW Gol, que atualmente ocupa a melancólica quinta posição no ranking de emplacamento. A marca alemã salvou o ano com o lançamento do up! TSi, a versão turbo do carro que ainda não conseguiu deslanchar em vendas no país. A Renault veio a reboque com o Sandero RS, com motor 2.0 de 150cv. Entre os compactos Premium, destaque para o Audi A3 e o BMW Série 1, que passaram a ser produzidos no Brasil. E entre os modelos de preços mais baixos, a Chery lançou o Celer hatch e sedã nacionais e o QQ reestilizado. A Hyundai também modificou o visual do seu bem-sucedido HB20, que ocupa a terceira posição no ranking de emplacamento.

Audi A3(foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA PRESS)
Audi A3 (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA PRESS)


Ford Focus(foto: Marlos Ney Vidal/EM/DA PRESS)
Ford Focus (foto: Marlos Ney Vidal/EM/DA PRESS)

MÉDIOS
As boas novidades neste segmento foram os Ford Focus hatch e Fastback. A Hyundai reestilizou o i30 e a Peugeot apresentou os novos 308 e 408, enquanto a VW deu um tapa no visual do Jetta nacional.

ESPORTIVOS e LUXUOSOS
E para quem gosta de acelerar e andar com estilo não faltaram opções. A Ford trouxe o novo Mustang e a GM rebateu com a sexta geração do Camaro. E A Audi fez sua parte com o TT reestilizado. Entre os modelos de luxo, a novidade foi o início da comercialização dos Jaguar F-Type e XE. A VW marcou presença com a oitava geração do Passat e a Hyundai com o novo Azera.

VW Passat(foto: Volkswagen/Divulgação)
VW Passat (foto: Volkswagen/Divulgação)

PICAPES
Destaque para o lançamento da Renault Duster Oroch, picape que estreou novo segmento entre compactas e médias. E a nova geração da Toyota Hilux.

DESPEDIDA
E 2015 foi o ano do adeus para VW Polo, Mitsubishi TR4, Renault Kangoo, Ford Courier e F-250, e Chevrolet Celta, que saíram de linha. O Ducato também teve as vendas suspensas em Minas.

PROBLEMAS
Além das várias campanhas de recall, a indústria automotiva enfrentou alguns problemas que ficaram sem solução, como o superaquecimento no câmbio PowerShift da Ford e defeitos na direção e freio do Chevrolet Onix. A VW burlou a emissão de diesel nos EUA, sendo que 17.075 unidades da Amarok vendidas no Brasil estavam no pacote. E a gasolina passou a ter 27% de álcool. Sem alteração para motor flex, enquanto os antigos a gasolina é que sofrem.

BOAS E MÁS NOVAS
Depois de muita polêmica, o Conselho Nacional de Trânsito decidiu pelo uso facultativo do extintor de incêndio, mas lobby no Congresso quer o equipamento de volta. Será por quê? O mesmo órgão aprovou a obrigatoriedade do controle eletrônico de estabilidade para todos os novos modelos vendidos no Brasil a partir de 2020. A nota triste foi o adiamento da exigência do uso de cadeirinhas infantis nas vans escolares.

Jeep Renegade(foto: Marlos Ney Vidal/EM/DA PRESS)
Jeep Renegade (foto: Marlos Ney Vidal/EM/DA PRESS)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade