Publicidade

Estado de Minas ACABOU O MISTÉRIO!

Mobi, o anti-up! da Fiat, é revelado em fotos; lançamento será em 18 de abril

Inédito hatch subcompacto, Fiat Mobi ocupará espaço do Uno Vivace e, quem sabe, o Palio Fire, com preços na casa dos R$ 30 mil. Novo motor 1.0 três cilindros ficou para o ano que vem


postado em 21/03/2016 23:01 / atualizado em 21/03/2016 23:11

Versão flagrada é a aventureira Way, com suspensão elevada(foto: Reprodução da internet)
Versão flagrada é a aventureira Way, com suspensão elevada (foto: Reprodução da internet)
Acabou o mistério e qualquer dúvida que restava quanto ao design final do Fiat Mobi. Um dos lançamentos mais aguardados do ano no mercado brasileiro, o hatch subcompacto aparece desnudo em fotos que caíram na web. O primeiro flagra do carrinho sem camuflagem é o da versão aventureira Way, que segue a cartilha de visual fora de estrada do “irmão maior” Novo Uno, o qual o Mobi pega emprestado componentes como para-brisa e porta dianteira. Além da Way, o Mobi terá outras duas versões: Easy e Like Drive, todas equipadas com o motor 1.0 Fire retrabalhado para gerar mais 5cv de potência. O inédito motor 1.0 GSE de três cilindros ficou para 2017. O lançamento do anti Volkswagen up! da Fiat será em 18 de abril, com as vendas começando na sequência.

Na linha Fiat o Mobi “mata” primeiro o Uno Vivace (com design antigo) e no futuro, quem sabe, o Palio Fire. Preço? Começando em R$ 30 mil, mas por esse valor não espere ar-condicionado e direção hidráulica como itens de série. Dezenas de unidades do Mobi nas cores branco e vermelho sólidos estão estocadas no pátio da fábrica de Betim. O lançamento é protegido apenas por uma leve camuflagem encobrindo o conjunto ótico. O carrinho também já foi flagrado durante a gravação do comercial de lançamento, em Santos, no litoral paulista, com rodas aro 15 e cor azul metálico.

Lanternas e tampa de vidro marcam o visual do carrinho(foto: Reprodução da internet)
Lanternas e tampa de vidro marcam o visual do carrinho (foto: Reprodução da internet)
O Mobi segue um pouco da nova cara da Fiat vista na picape Toro. Dianteira robusta, faróis e linha de cintura elevados mais lanternas retilíneas com elementos suaves marcam o DNA. Já a versão Way acrescenta os traços da franquia fora de estrada, com suspensão elevada, pneus de uso misto, para-choque e para-lamas com molduras na cor preta e rack de teto (este de desenho exclusivo). As rodas da versão são de 14 polegadas. Na traseira a tampa do porta-malas é toda de vidro, solução abandonada no up! brasileiro. Como há pouco espaço para bagagem, o aproveitamento do porta-malas é verticalizado. A capacidade é pífia: cerca de 200 litros.

E O MOTOR? Para chegar com ares de novidade, o motor 1.0 Fire alcançará os 75cv com gasolina e 80cv com etanol. Atrasos no desenvolvimento de projeto adiaram a chegada do inédito motor tricilíndrico 1.0 GSE para o ano que vem. O novo bloco de 6 válvulas atualizará a Fiat antes os três cilindros recém-lançados por Ford, Nissan e a própria Volks, com cavalaria estimada em 80cv e torque de cerca de 10kgfm, com curvas maiores em todas as faixas de rotação do que em alguns concorrentes. A ideia é privilegiar o uso do consumidor comum, que dificilmente passa dos 3.500rpm no uso diário. Explica-se: há menos perda de potência por atrito quando o motor trabalha em giros menores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade