De volta à briga

Novo Cruze esquenta a briga dos sedãs médios com motor turbo

Segunda geração do Chevrolet Cruze devolve capacidade de competir no segmento dos médios. Motor 1.4 turbo e novo conteúdo tecnológico são suas principais armas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 31/05/2016 16:00 / atualizado em 02/06/2016 14:53 Pedro Cerqueira /Estado de Minas
Chevrolet/Divulgação
De São Paulo - Não dá mais para postergar. O segmento dos sedãs médios não será o mesmo depois de 2016. O lançamento da segunda geração do Chevrolet Cruze com o motor 1.4 turbo, somado à breve chegada do novo Honda Civic que traz como principal novidade o motor 1.5 turbo – juntando com os já existentes motores 1.6 turbo do Grupo PSA (Citröen C4 Lounge e Peugeot 408) e o Volkswagem Jetta 1.4 turbo – mostra que aliar bom desempenho com baixo consumo está na pauta do dia. Quem fica devendo no quesito são Toyota Corolla e o Nissan Sentra, com seus motores 2.0 aspirados.

Já que começamos por ele, o novo motor Ecotec 1.4 turbo é flex e conta com tecnologias como injeção direta de combustível, comando variável de válvula e sistema Stop/Start. Ele trabalha em conjunto com um câmbio automático de seis marchas, com opção de trocas manuais pela alavanca. Com isso, 90% do torque já está disponível com 1.500rpm. O consumo do modelo recebeu nota A no programa de eficiência energética do Inmetro, tendo ficado cerca de 30% mais econômico que o modelo antigo, não apenas pelo motor, mas também pela dieta que resultou na perda de quase 100 quilos e pelas melhorias aerodinâmicas. Apesar de ter perdido peso, a carroceria ficou 25% mais rígida em torção. Para completar a configuração mecânica, a direção é elétrica progressiva e a suspensão traseira traz o tradicional eixo de torção.

Traseira curta traz a aparência de um cupê - Chevrolet/Divulgação Traseira curta traz a aparência de um cupê
DESIGN O novo design sugere um veículo mais forte. O teto arqueado e a traseira curta trazem a aparência de um cupê. Os elementos horizontais criam a impressão de um veículo mais largo, enquanto os vincos sugerem musculos. A roda é de 17 polegadas. O modelo ficou 6,2 centímetros mais longo e ganhou 1,5cm de entre-eixos. O interior tem bancos em couro e painel com material emborrachado, mas a montagem não é nada primorosa. Além da tela de 8 polegadas do sistema multimídia no painel central, o quadro de instrumentos traz uma tela de 4,2 polegadas do computador de bordo, com informações como pressão dos pneus e auxílio da navegação.

90% do torque do motor Ecotec 1.4 turbo já está disponível com 1.500rpm - Chevrolet/Divulgação 90% do torque do motor Ecotec 1.4 turbo já está disponível com 1.500rpm
PREÇO E CONTEÚDO São duas versões. O novo Cruze LT (R$ 89.990) traz de série todos os ítens comuns à categoria, além de controle eletrônico de tração e estabilidade, airbags frontais e laterais, luz diurna, controle de cruzeiro, sistema Isofix para fixação de assento infantil, assistente de partida em rampa, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, sistema multimídia e o serviço OnStar. Vale falar que o ar-condicionado digital não é de dupla zona. Já a versão LTZ (R$ 96.990) tem ainda airbags de cortina, faróis com regulagem de altura, luzes diurnas de LED, sensor de estacionamento dianteiro, sensor de chuva, sensor crepuscular, destravamento das portas por aproximação, partida por botão no painel, ignição por controle remoto, retrovisores com rebatimento elétrico, sistema multimídia com GPS integrado e rodas escurecidas.

Painel traz telas de 8 polegadas do sistema multimídia e de 4,2 pol. no computador de bordo - Chevrolet/Divulgação Painel traz telas de 8 polegadas do sistema multimídia e de 4,2 pol. no computador de bordo
Para a versão LTZ é possível optar por um pacote de opcionais que faz o preço subir para R$ 107.450, eacrescenta assistente de permanência na faixa (alerta e correção), alerta de colisão frontal, alerta de ponto cego, sistema de estacionamento automático (vagas paralelas e perpendiculares), farol alto que não ofusca os demais motoristas, carregador de celular sem fio (por indução, para telefones compatíveis) e banco do motorista com ajustes elétricos. Fabricado na Argentina, o novo Cruze 2017 chega às concessionárias ainda em junho, mas as entregas estão previstas só para o mês seguinte. O modelo tem três anos de garantia.

*Jornalista viajou a convite da Chevrolet


Modelo ficou 6,2 centímetros mais longo e ganhou 1,5cm de entre-eixos - Chevrolet/Divulgação Modelo ficou 6,2 centímetros mais longo e ganhou 1,5cm de entre-eixos
FICHA TÉCNICA

Potência: 150cv a 5.600rpm (g)/153cv a 5.200rpm (e)
Torque: 24kgfm a 2.100rpm (g)/24,5kgfm a 2.000rpm (e)
Aceleração: 9,5 segundos
Comprimento: 4,67m
Largura: 1,79m
Altura: 1,49m
Entre-eixos: 2,70m
Peso: 1.321 quilos
Porta-malas: 440 litros
Consumo urbano (km/l): 11,2(g)/7,6(e)
Consumo rodoviário(km/l): 14(g)/9,6(e)

Tags: cruze chevrolet sedãs médios Chevrolet Cruze nova geração

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação