Quarta geração

Kia Sportage 2017 evolui em conforto e segurança, a partir de R$ 109.990

Sonho de consumo de classe média, Kia Sportage 2017 chega ao Brasil com design revitalizado, novos recursos de conforto e segurança. Mas a maioria das novidades é restrita à versão topo de linha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 24/06/2016 15:42 / atualizado em 24/06/2016 15:58 Bruno Freitas/Portal Vrum
Kia/Divulgação
Itu (SP) - Atenta ao crescente mercado de SUVs, onde a crise parece não ter vez, a Kia lança no Brasil a quarta geração do Sportage, modelo que se tornou o carro-chefe da marca desde a chegada da terceira geração, em 2009, e pretende vender 3 milhões de unidades no mundo em 5 anos. O design imponente continua como ingrediente de sedução no utilitário esportivo importado da Coréia do Sul, que cresceu nas dimensões externas, espaço interno e acrescentou importantes recursos de conforto e segurança, além da já conhecida boa dirigibilidade. Atributos que o tornaram sonho de consumo de classe média brasileira na última década mas que, com a escalada de preços dos carros, agora mira clientes bem-sucedidos, sobretudo jovens com renda superior a R$ 25 mil mensais.

A maioria das novidades tecnológicas do Sportage 2017, entretanto, é restrita à versão topo de linha LX, vendida por R$ 134.990 – R$ 25 mil a mais que a entrada EX, ambas equipadas com motor 2.0 16 flex de até 167cv e câmbio automático de seis velocidades. Entre elas, faróis e lanternas de LEDs, detector de ponto cego, seletor de modo de condução e o assistente de tráfego (RCTA), que alerta o motorista sobre a presença de carros à frente.

No Brasil, o Sportage 2017 chega antes ainda que o “primo” novo Hyundai Tucson, atualização do ix35 e duas gerações à frente do jurássico Tucson brasileiro, ambos produzidos pela fábrica da Hyundai-Caoa em Anápolis (GO). Até setembro a Kia pretende iniciar a importação do Cerato do México, esperando maior competitividade sem os atuais 30% de Imposto de Importação (IPI), aplicados além da cota anual de 4.800 unidades da marca.

Na traseira, filete cromado sobre extensão das lanternas diferencia topo de linha - Kia/Divulgação Na traseira, filete cromado sobre extensão das lanternas diferencia topo de linha
A linha de cintura elevada se mantém como marca do design do Sportage, com coeficiente aerodinâmico reduzido de 0.35cx para 0.33cx. Faróis subiram de posição e ganharam contornos arredondados. Somados aos quatro quadradinhos dos LEDs no para-choque da versão EX, remete aos recentes lançamentos da Porsche, embora a Kia tenha assinatura própria, com o renomado designer Peter Schreyer, que já avisou que não pretende se aposentar por enquanto. Apesar de a carroceria ser nova (há 51% de aços de alta resistência, ante 18% do modelo anterior), o perfil foi basicamente mantido. Na traseira um filete cromado sobre a extensão das lanternas diferencia a versão EX da LX, além das rodas aro 19 (na entrada, são 17). No porta-malas, 128 litros a mais.

Motor 2.0 16v flex de até 167 está entre os mais potentes da classe - Kia/Divulgação Motor 2.0 16v flex de até 167 está entre os mais potentes da classe
Ao entrar no Sportage de quarta geração se encontra conforto e conveniência, bem ao estilo dos SUVs focados no mercado norte-americano. O banco do motorista agora conta com dez posições de regulagens elétricas e, pela primeira vez, o assento do carona tem acionamento automático, em oito posições. A preocupação da Kia na melhora do espaço interno é refletida até no console central, com descansa braço ampliado em 49mm.

De série, a versão LX guiada pelo VRUM no lançamento vem com o essencial para a faixa de preço: ar-condicionado manual com saída para os bancos traseiros, bancos de tecido, central multimídia com tela de cinco polegadas e câmera de ré, volante de regulagens de altura e profundidade. Não surpreende, mas agrada pelo excelente isolamento acústico, bom desempenho do motor e conjunto oferecido. É na topo de linha EX que a quarta geração reserva as maiores surpresas. Muito bem equipada, traz airbags laterais e de cortina, assistente de partida em subidas, controles de frenagem em declives e de tração, sistema de assistência à frenagem, destravamento das portas à distância, botão de partida do motor, paddle shift, luzes internas e diurnas de LEDs, acabamento de couro e teto solar panorâmico. O objetivo da Kia é posicioná-la ante Audi Q3, BMW X1 e Mercedes-Benz GLA. Curiosamente haviam poucas unidades do Sportage topo de linha disponíveis na apresentação aos jornalistas e não foi possível dirigi-la.

Habitáculo foi completamente renovado, começando pelo novo painel - Kia/Divulgação Habitáculo foi completamente renovado, começando pelo novo painel
META Para 2016 a Kia pretende vender de 10 mil a 11 mil unidades no Brasil, 400/mês do novo Sportage, limitação atribuída ao IPI de 30%, afirma o presidente da marca localmente, o empresário paulista José Luiz Gandini. Para mudar o rumo, a Kia aguarda a isenção de tributos dos carros que passarão a ser produzidos no México – além do Cerato, conhecido lá e nos EUA com o nome Forte, o compacto Rio virá no ano que vem. “A intenção com o novo Sportage também é atender ao público do Sorento de motor quatro cilindros, cuja importação ficou inviável com o Dólar alto e as condições impostas pelo (programa) Inovar Auto”, acrescenta Gandini.

A Kia adota preços de revisões tabelados até os 60 mil km, com valores que variam entre R$ 224,64 a R$ 1.035,47 (40 mil km). A garantia é de cinco anos ou 100 mil km.


HISTÓRICO DO SPORTAGE

1ª geração (1996-2002): 554 mil unidades vendidas
2ª geração (2004-2009): 842 mil
3ª geração (2009-2015): 1,6 milhão
4ª geração (2016-2021): 3 milhões (previsão da Kia)


Faróis de neblina com quadradinhos e lanternas em LED são exclusividade do EX - Kia/Divulgação Faróis de neblina com quadradinhos e lanternas em LED são exclusividade do EX
FICHA TÉCNICA

» MOTOR – 2.0 16V de 156cv(g)/167cv(e) de potência a 6.200rpm e torque 18,8kgfm(g)/20,2kgfm(e) a 4.700rpm

» TRANSMISSÃO – tração dianteira, câmbio automático de seis marchas com opção de troca sequencial

» SUSPENSÃO – dianteira do tipo McPherson; traseira independente multi-link

» DIREÇÃO – assistência elétrica

» FREIOS – discos ventilados na frente e sólidos na traseira, com ABS e EBD

» CAPACIDADES – Tanque, 62 litros; capacidade do porta-malas de 868 litros; peso (kg), 2.050

» DIMENSÕES – (metros) comprimento, 4,48; largura, 1,85 altura, 1,66; distância entre-eixos, 2,67


*Jornalista viajou a convite da Kia Motors

Tags: vrum segurança conforto suv geração sportage kia Estado de Minas Kia Rio Kia Cerato Coréia do Sul 2.0 16v flex utiilitário esportivo quarta geração Kia Sportage

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação