Publicidade

Estado de Minas MINEIRO CAUTELOSO

Vendas de carros novos em Minas cresce menos que a média nacional em junho

Enquanto mercado nacional vendeu 2,62% mais automóveis e comerciais leves na comparação a maio, em Minas Gerais houve acréscimo de 2,21%. De janeiro a junho, setor de carros, picapes, vans e utilitários amarga queda de 30,52%


postado em 06/07/2016 15:19 / atualizado em 06/07/2016 15:32

(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
No embalo do mercado nacional, que vendeu 2,62% mais em junho de 2016, os emplacamentos de automóveis e comerciais leves em Minas Gerais registraram leve crescimento de 2,21% na comparação com maio. O segmento comercializou 8.130 unidades no Estado, contra 7.954 no mês anterior. Na contramão dos números animadores e a exemplo do mercado brasileiro, houve retração na comparação com o mesmo período do ano passado. Porém ainda maior que o índice de queda de 18,67% registrado em todo o país: 26,27% (2.898) carros novos deixaram de ser comercializados nas concessionárias mineiras – em junho de 2015 foram emplacadas 11.028 unidades

No acumulado do ano, de janeiro a junho, também há decréscimo na demanda de carros, picapes, vans e utilitários novos. Enquanto em 2015 o primeiro semestre totalizou 72.155 automóveis e comerciais leves emplacados em Minas, neste ano foram 50.127 (queda de 30,52%).

O presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos de Minas Gerais (Sincodiv-MG), Camilo Lucian, atribui os números às projeções apontadas pelo setor no primeiro semestre, que devem apresentar pequena evolução até dezembro, mas que devem fechar 2016 com retração em torno de 15%.

OUTROS SEGMENTOS Os emplacamentos de motocicletas também apresentaram queda em junho, de 0,32% – 7.418 motos novas, contra 7.442 em maio. Na comparação com junho do passado, a diferença do setor duas rodas foi bem maior: houve queda de 17,96% (9.042 em 2015).

Já o segmento de caminhões apresenta maior diferença. Os emplacamentos em junho tiveram crescimento de 22,34% em comparação com maio, sendo licenciadas 690 unidades (564 no mês anterior). Na comparação com os números de junho do ano passado, a queda foi de 25,5% (927 caminhões).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade