Tem sofá na garagem

Projeto da Casa Cor Minas transformou a garagem em um ambiente de convivência para a família e amigos

Mais que um simples lugar para guardar o carro, ambiente pode ser uma extensão da casa e abrigar reuniões de família e amigos. Confira o projeto de um grupo de arquitetas mineiras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/09/2016 14:00 Pedro Cerqueira /Estado de Minas

Edésio Ferreira/EM/D.A. Press
Uma garagem pode ser mais que um simples lugar para abrigar os carros do mau tempo e protegê-los de gatunos. Um bom exemplo de aproveitamento desse espaço pode ser visto na Casa Cor Minas Gerais (aberta ao público até 4 de outubro), no espaço Garagem Estar, das arquitetas Ana Andréa Barra, Angélica Araújo e Chris Coelho. “Nosso projeto transformou a garagem em um ambiente de convivência para a família e amigos, fugindo daquela ideia de espaço exclusivo do homem, via de regra bagunçado e usado para depósito de coisas que não são mais usadas”, explica Angélica.

A generosa garagem de 120m² foi transformada em três ambientes que, por terem poucas divisórias, são flexíveis e permitem a interação entre eles. Ao adentrar a garagem, o primeiro espaço é destinado ao carro. Ali é possível estacionar dois veículos paralelamente. O destaque do mobiliário ali é a estante de madeira com a estrutura feita com vários macacos hidráulicos, obra do arquiteto Maurício Arruda. A ideia é guardar ali algumas ferramentas e usar o espaço como uma oficina para serviços mais leves. A flexibilidade deste ambiente está na possibilidade de abrigar mais carros quando os demais espaços não estão em uso.

O segundo ambiente foi pensado como um quarto de estar, com dois sofás-camas. O restante do espaço é decorado com um grande tapete, duas poltronas assinadas (uma pela arquiteta Lina Bo Bardi e outra pelo designer Zanine), uma grande luminária e um projetor. O ambiente foi pensado como um espaço para reunir amigos para assistir jogos e shows com conforto. Se o frio “bater”, há cobertores disponíveis em um nicho. O grande tapete é livre de qualquer móvel, deixando espaço livre para se transformar em pista de dança.

Ao adentrar a garagem, o primeiro espaço é destinado ao carro. Ali é possível estacionar dois veículos - Edésio Ferreira/EM/D.A. Press Ao adentrar a garagem, o primeiro espaço é destinado ao carro. Ali é possível estacionar dois veículos
A maior área no ambiente foi dedicada ao bar e a uma cozinha. A estante concentra copos e bebidas na parte de cima, deixando a parte inferior livre para não comprometer a limpeza do piso. Ao lado, foi montada uma cozinha, com um cooktop de duas trempes, uma grelha elétrica com pedras vulcânicas, pia e cafeteira elétrica. A bancada e a parede são em ardosia. Uma das atividades que pode ser praticada na cozinha é a fabricação de cerveja artesanal. Para integrar o bar e a cozinha, a mesa é bastante longa. O material pode “receber” chuva e sol, já que parte desse ambiente, o encontro da garagem com o quintal, é aberto. Ainda que sua garagem não seja tão espaçosa e você não tenha pretensão de colocar móveis de grife ali, fica a ideia de aproveitar melhor cada espaço da casa.

Ambiente mescla o banheiro de um motociclista com o espaço em que ele faz manutenções na moto - Edésio Ferreira/EM/D.A. Press Ambiente mescla o banheiro de um motociclista com o espaço em que ele faz manutenções na moto
MOTO Outro ambiente da Casa Cor Minas Gerais também tem relação com o universo de veículos. Assinado pela arquiteta Bárbara Sales, o espaço se chama “Banho do homem e oficina”, e mescla o banheiro do quarto de um motociclista com o espaço em que ele limpa e faz pequenas manutenções na moto. “O ambiente foi inspirado no meu irmão, que é motociclista. Quem conhece sabe que eles são apaixonados e mexem na moto quase todo dia”, explica Bárbara. O pequeno espaço da moto fica próximo à piscina e tem piso que filtra tudo o que cai da moto durante as lavagens e manutenções

Por dentro, a ideia foi trazer a identidade da moto para o banheiro. A prateleira de madeira não tem portas, para tudo ficar à mão, e está cheia de produtos de higiene pessoal para homens, para cuidar da barba e do cabelo. A parede é quase toda espelhada e tem uma televisão. O piso e os revestimentos foram escolhidos por serem práticos de limpar e lavar. O ambiente tem um espaço reservado para guardar capacetes e botas, equipamentos que os motociclistas têm aos montes e não há lugar que chegue para tantos.

A maior área foi dedicada ao bar e a uma cozinha: a estante concentra copos e bebidas na parte de cima - Edésio Ferreira/EM/D.A. Press A maior área foi dedicada ao bar e a uma cozinha: a estante concentra copos e bebidas na parte de cima
 

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação