Publicidade

Estado de Minas EM DUAS VERSÕES

Chery New QQ nacional mantém preços do importado, a partir de R$ 29.990

Chery inicia as vendas do New QQ produzido em Jacareí pelos mesmos valores do importado. Subcompacto é equipado com motor 1.0 tricilíndrico a gasolina de 69cv e câmbio de cinco marchas


postado em 18/10/2016 17:26 / atualizado em 18/10/2016 17:36

(foto: Divulgação/Chery)
(foto: Divulgação/Chery)
A Chery inicia as vendas do New QQ produzido em Jacareí (interior paulista) pelos mesmos valores do modelo anteriormente importado da China, lançado há pouco mais de um ano no Brasil. As duas versões também foram mantidas: Look, a partir de R$ 29.990, e ACT, por R$ 31.990, que acrescenta vidros elétricos traseiros, retrovisores externos com ajuste elétrico, quatro auto falantes, rodas de liga leve aro 14 e limpador e desembaçador traseiro.

Concorrente de modelos como o Fiat Mobi (a partir de R$ 32.380), o subcompacto é movido pelo motor 1.0 Acteco três cilindros a gasolina de 69cv (cavalos) de potência, acoplado ao câmbio manual de cinco marchas.

Ambas as versões estão disponíveis nas cores preto, branco, vermelho, prata, marrom e azul. Como outros carros chineses, o New QQ aposta, além dos preços abaixo da média, na boa oferta de conteúdo. De série ele já vem com ajuste elétrico dos faróis, luzes diurnas, ar-condicionado, direção hidráulica, rádio CD MP3 com USB e vidros elétricos dianteiros.

(foto: Divulgação/Chery)
(foto: Divulgação/Chery)

(foto: Divulgação/Chery)
(foto: Divulgação/Chery)
Os bancos frontais são ajustáveis em quatro posições. O assento traseiro pode ser totalmente rebatido, ampliando a capacidade do porta-malas para 636 litros. No habitáculo são 14 porta-objetos.

(foto: Divulgação/Chery)
(foto: Divulgação/Chery)
ESTRUTURA Em relação à primeira geração, o New QQ recebeu grandes melhorias na acústica, incluindo manta de isolamento em toda a estrutura, sistemas a prova de som e absorção de impactos sonoros, segundo a Chery.

Feito em bloco de alumínio e cabeçote de 12 válvulas, o motor 1.0 da Acteco obteve classificação AA no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) divulgado pelo Inmetro em abril, além de ser contemplado com o selo Conpet de eficiência energética.

(foto: Divulgação/Chery)
(foto: Divulgação/Chery)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade