Publicidade

Estado de Minas PRIMEIRAS ENTREGAS EM FEVEREIRO

Renault Captur já pode ser adquirido na web com reserva de R$ 3 mil

Lançado no Salão'2016, Renault Captur tem vendas iniciadas na versão topo de linha 2.0 Intense, com preço apenas estimado de R$ 89 mil a R$ 95 mil. Mas é preciso tirar R$ 3 mil do bolso...


postado em 16/11/2016 20:03 / atualizado em 16/11/2016 20:16

Combinação de cores marfim e preto (teto) é uma das opções da pré-venda(foto: Bruno Freitas/EM/D.A Press)
Combinação de cores marfim e preto (teto) é uma das opções da pré-venda (foto: Bruno Freitas/EM/D.A Press)
A Renault adota a mesma estratégia da Nissan com o Kicks e inicia as vendas do Captur por meio de reserva na internet. Lançado no Salão do Automóvel de São Paulo, o modelo 2018 do SUV, cujas primeiras 400 unidades começam a ser entregues em fevereiro de 2017, tem preços estimados de R$ 89 mil a R$ 95 mil. Só é ofertada a versão topo de linha 2.0 Intense, de 148cv (cavalos) de potência, ainda com o antigo câmbio automático de quatro marchas, recém-aplicado na dupla Duster e Oroch. Para reservar o Captur é preciso depositar R$ 3 mil em até dois dias úteis na concessionária escolhida e com previsão de entrega para março.

O web site da pré-venda do Renault Captur só disponibiliza três combinações de cores, sempre com teto preto: marfim, vermelho ou prata, sendo que a última, preferência dos brasileiros, já está esgotada. Outras opções de tons estarão disponíveis em breve, segundo a Renault.

Além da 2.0 Intense, o SUV posicionado acima do Duster também será vendido na versão 1.6 Zen equipada com o novo motor SCe de 118cv/120cv e câmbio manual de cinco marchas ou CVT, e na Intense com motor 1.6 e transmissão CVT, esta última com preços na faixa de R$ 85 mil.

Outros tons estarão disponíveis em breve para o Captur, segundo a Renault(foto: Bruno Freitas/EM/D.A Press)
Outros tons estarão disponíveis em breve para o Captur, segundo a Renault (foto: Bruno Freitas/EM/D.A Press)
São itens de série assistente de partida em rampas, controles de estabilidade e tração e rodas de liga leve aro 17. A versão topo de linha acrescenta airbags laterais, bancos de couro, chave presencial, partida do motor por botão e retrovisores rebatíveis eletricamente.

(foto: Reprodução da internet/Renault)
(foto: Reprodução da internet/Renault)
PROJETO O Captur brasileiro é uma versão 'esticada' do modelo europeu, já lançada na Rússia com o nome Kaptur. Tem 4,33 metros de comprimento (apenas 1cm a mais que o Duster e 21cm adicionais em relação ao carro da Europa), porta-malas com capacidade para 437 litros, plataforma do Duster e por isso, suspensão traseira por eixo de torção. No Brasil não haverá opção de tração integral. Apenas a dianteira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade