Publicidade

Estado de Minas OLHOS NA ESTRADA

Display que projeta informações no para-brisa é útil, mas exige manhas; veja como ele se saiu!

Avaliamos um head-up display, usado para projetar informações do painel de instrumentos no para-brisa, vendido como acessório. Equipamento pode ser instalado em vários modelos


postado em 12/12/2016 19:17 / atualizado em 12/12/2016 19:29

(foto: Euler Júnior/EM/D.A Press)
(foto: Euler Júnior/EM/D.A Press)
Presente em alguns modelos sofisticados, o head-up display projeta no para-brisa do veículo diversas informações importantes para auxiliar a condução. A grande vantagem de usar esse item é manter o foco do motorista na estrada, já que reduz a necessidade de desviar o olhar para o painel de instrumentos, uma vez que informações como velocidade e, em alguns modelos, até indicações sobre navegação, estão disponíveis à sua frente.

No caso dos modelos que não trazem esta funcionalidade de fábrica existe a opção de instalar um Hud (abreviação de head-up display) como acessório. Alguns modelos de Huds estão disponíveis no mercado, até mesmo como aplicativos gratuitos para smartphones. Avaliamos o Hud da marca Easy Driving, encontrado na loja virtual ArsenalCar, que custa R$ 499.

Não é preciso ter muita habilidade para instalar o aparelho. A primeira coisa que o motorista precisa saber ainda antes de comprar o Hud é localizar a tomada OBD2 (que tem 16 entradas), geralmente usada para diagnóstico em manutenções, que é quem fornece algumas informações vindas diretamente da central eletrônica do veículo. É importante conferir se essa tomada tem ao menos 10 conectores metálicos. Caso contrário não adianta comprar o acessório, já que ele não vai funcionar. Em alguns modelos de veículos, como no Jeep Compass, em que o aparelho foi testado, a tomada fica abaixo do painel, próxima à porta do motorista, num lugar de fácil acesso.

INSTALAÇÃO O primeiro passo para instalar o Hud é definir em qual lugar do para-brisa você quer projetar a imagem, um local que esteja no seu campo de visão. Posicione o banco com capricho, já que será necessário colar no para-brisa uma película para refletir com mais eficiência as informações projetadas pelo Hud. Acompanha o aparelho um “tapete” de silicone que não o deixa se deslocar em curvas ou ao transitar por terreno irregular, que funciona muito bem.

A película deve ser afixada no vidro molhado e posicionada da melhor forma possível. Basta passar uma flanela sobre a película para tirar as bolhas que vão se formar. Depois, é só encaixar o fio no aparelho e conectá-lo à tomada OBD2. Ele vai ligar e desligar junto com a energia do veículo. Como o fio fica exposto, já que se trata de um acessório, depois de posicionar corretamente o Hud vale a pena conduzir o fio (que é achatado) de forma a torná-lo discreto.

O uso da película no para-brisa é fundamental para visualizar as informações do Hud durante o dia(foto: Euler Júnior/EM/D.A Press)
O uso da película no para-brisa é fundamental para visualizar as informações do Hud durante o dia (foto: Euler Júnior/EM/D.A Press)
Como o Hud pode ser instalado em vários veículos, antes de usá-lo pela primeira vez é necessário ajustar alguns parâmetros de acordo com uma tabela do manual de instruções, uma operação muito simples. Pode parecer que a instalação é trabalhosa, mas basta dedicar alguns minutos e, com um pouco de boa vontade, ele estará pronto para funcionar.

USANDO As informações fornecidas pelo Hud são velocidade, rotações por minuto, temperatura do fluido do motor, distância percorrida e consumo instantâneo de combustível. O veículo usado para testar o Hud contava com velocímetro digital, o que tornou possível perceber com facilidade que o aparelho marcava 2km/h a menos que o velocímetro do veículo. Porém, como o Hud usa informações vindas da central eletrônica do veículo, é ele que marca a velocidade correta, visto que o velocímetro dos veículos tendem a marcar um pouco a mais na velocidade para ajudar o motorista a não levar multas nos radares.

A película é fundamental para visualizar as informações do Hud. Na maior parte do tempo ela se mostrou eficaz, mas, ainda assim, dependendo do ângulo em que o sol incide, não é possível visualizar a informação mais importante, a de velocidade, devido à sua cor branca. Nessas situações ruins é possível visualizar, ainda que precariamente, as informações projetadas em verde e vermelho, motivo pelo qual, talvez, seria interessante trocar a cor da velocidade.

A informação de consumo instantâneo é dada nas unidades litros a cada 100 quilômetros (l/100km) e litros por hora (l/h), o que pouco ajuda, uma vez que estamos acostumados a ter a unidade quilômetros por litro (km/l) como parâmetro. Uma preocupação durante o uso diário do Hud foi guardá-lo no porta-luvas quando o veículo ficava estacionado na rua, já que ele poderia ser furtado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade