Como saber se uma revenda é confiável?

Reservamo-nos o direito de editar os e-mails

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/09/2006 08:59 Renato Parizzi /Portal Vrum
De: Luciana Jardim - Brasília
Data: 19/9/06


Boa tarde,
Para saber se uma determinada agência de veículo é confiável, quais orientacoes devo seguir? Qual associação, ou entidade devo entrar em contato? Soube de vários casos de carros deixados em agencias que sumiam pois a agencia era fantasma, ficticia.
_________________________________________________________________

Oi Luciana, tudo bem?

Você realmente nos fez uma pergunta difícil, porque neste caso, garantia absoluta é impossível. Mas existem alguns passos que podem ser seguidos para ajudar.

• Conversar com pessoas de confiança que já compraram um veículo no revendedor de automóveis de seu interesse. Vale perguntar sobre o atendimento, sobre a transparência da negociação, sobre a qualidade do carro no momento da compra, sobre as garantias ofertadas pela revenda, etc..

• Consultar no Procon se existem muitas reclamações a respeito da revenda.

• Buscar informações sobre a procedência dos carros, no caso de uma revenda de usados, e sobre o histórico da loja (quantos anos no mercado; sempre com o mesmo nome, dono e local; se tem parceria com alguma outra revenda, etc).

• Consultar a Associação dos Revendedores de Veículos (ou orgão semelhante) no seu estado e observar se a revenda está entre os membros.

• Existe uma outra maneira interessante para saber se a revenda é confiável: pedir a avaliação do seu carro (sem compromisso). Primeiramente, antes de ir à loja, consulte a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE - disponível na barra de navegação lateral do Vrum como "Avaliação do preço do veículo") para saber o valor do seu veículo. Vale lembrar que este valor é aproximado. Caso seu veículo esteja avaliado em R$ 22.000 na FIPE e a revenda te ofereça R$ 12.000, por exemplo, é bem provável que esta não seja de muita confiança ou que o vendedor esteja mal intencionado. Porém, se o valor oferecido estiver um pouco abaixo do número da FIPE, a revenda passaria mais confiança logo de cara. Sobre esta dica, vale lembrar que o estado físico e os equipamentos do carro contam muito para uma avaliação. Mas uma diferença de preços exorbitante é sempre reveladora. Só complementando: carros com quatro portas, cores mais comuns (como preto, cinza e, principalmente, prata), com ar-condicionado e direção hidráulica são mais valorizados.

• Ainda usando a tabela FIPE, observe os valores pedidos pelas revendas pelos automóveis à venda. Se a loja tem um Palio EX 1.0 mpi, 4 portas, 2000 a gasolina, sendo vendido a R$ 23.700, por exemplo, tome cuidado. Na FIPE ele está avaliado por R$ 15.530.

• Observe o comportamento dos vendedores. A maneira de se vestir, de abordar o cliente e de conduzir uma negociação revelam muitas coisas sobre a revenda.

• Observe como os vendedores "tratam" o carro. Muitos dizem que o carro é novo e conservado, mas uma análise mais detalhada dos pneus, por exemplo, pode revelar que o carro é mais rodado do que parece. Eles podem estar carecas, ou "comendo" as partes de fora, interna ou central.

• Observe se o carro não foi batido. Pergunte ao vendedor; passe a mão sobre a lataria do veículo; olhe o carro de perfil, com o rosto colado no pára-lamas dianteiro ou traseiro, para ver se não existe nenhum desnivelamento fora do normal; olhe com calma as frestas das portas, do capô, dos faróis e do porta-malas: se alguma delas estiver muito larga ou estreita, o veículo pode ter se envolvido em uma colisão; verifique a abertura das portas e dos vidros e observe a "junta" da porta com o veículo - este ponto também revela se o veículo foi batido.

• Abra o capô e observe o motor de uma maneira geral. Veja se não tem nenhum desgaste aparente de peças, como a bateria.

• Leve um mecânico de confiança para uma análise mais específica. Ainda sobre as batidas, o vão do motor é outro local que também revela muitas coisas. Se as laterais de onde fica o motor estiverem amassadas, é provável que o veículo tenha se envolvido em alguma colisão.

• Faça um test drive do veículo e observe se ele não faz nenhum barulho estranho e se as marchas tem engates aceitáveis. Aproveite para verificar o interior do carro, observando se os bancos estão bem presos e com o estofamento ok (sem rasgos e marcas de cigarro), se o painel e as portas estão com os revestimentos bem encaixados e se os botões (ventilador, farol, vidros, etc.) estão funcionando de maneira adequada.

• Verifique se o modelo não teve seu chassi raspado e se as placas não têm sinal de adulteração. Consulte o detran do seu estado para verificar se o veículo não tem multas .

________________________________________________________________

Esta mensagem, incluindo seus anexos, expressam, única e exclusivamente a opinião do emissor, não tendo nenhum valor legal, sem vínculos com fabricantes ou fornecedores do mercado automobilístico. Informamos que estas opiniões têm seu uso e divulgação proibidos e não poderão ser utilizadas em outros meios de comunicação, como publicações ou menções, sem o prévio consentimento do remetente.

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
23 de novembro de 2017
21 de novembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação