Dúvida na hora de comprar um sedã médio

Reservamo-nos o direito de editar os e-mails

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/11/2006 15:21 Renato Parizzi /Portal Vrum
De: Fernando H.
Data: 2/11/06


Atualmente sou proprietário de um santana, estou com a intenção de comprar um carro novo e estou fazendo a opção pelo new civic, modelo EXS (o Top). Gosto do Corolla que esta com o preço em promoção mas penso estarei adquirindo um carro que estara obsoleto no ano que vem com o lançamento do novo modelo. Gosto do Peugeot 307 sedã mas tenho o grande receio de ter dificuldades na manutenção do mesmo, principalmente em coisas simples tais como trocar um escapamento ou qualquer outra peça sujeita a uma quebra ou dano eventual, sendo estes as mesmos motivos que tambem me levam a não analisar o C5 e o megane.

Dizem que demora muito (semanas) sem falar no preço do reparo e na desvalorização do veiculo nba revenda.O vectra consome muito e o que tem me atraido no honda é o tiptronic. Mas li hoje em um teste, me parece que de vocês, que o honda consome muita gasolina, curso de marchas extenso, porta malas pequeno nivel de ruidos etc etc.

Se vocês da redação que entendem bastante de carro tivessem uma verba de até 90.000,00 para comprar um carro modelo sedã, qual veiculo comprariam?
Apenas para complementar, costumo ficar de três a quatro anos com um carro.
________________________________________________________________

Você nos fez uma pergunta muito interessante, que já foi motivo de várias discussões.

Temos opiniões divergentes na redação, mas três modelos agradam a maioria: Honda Civic, Ford Fusion e Renault Megane. Peugeot 307 Sedan, Chevrolet Vectra, Toyota Corolla e o Volkswagen Jetta também agradam, mas não como os outros três.

Bem, para te ajudar, acho que seria interessante fazer uma pequena análise de cada modelo. Clique no carro para ler a matéria:

Honda Civic

Ford Fusion

Renault Megane

Chevrolet Vectra

Vectra x Megane

Peugeot 307 Sedan


Volkswagen Jetta
O Jetta é importado do México. Ele tem motor cinco cilindros, 2.5, de 150 cv de potência. De acordo com a montadora, ele demora 9,6 s para ser acelerado de 0 a 100 km/h e sua velocidade máxima é de 208 km/h. Seu porta-malas tem capacidade 527 litros de capacidade e o câmbio é automático de seis marchas - Tipotronic. Como principais itens de série, vale destacar freios ABS (com EBD), airbags duplos e laterias, ar-condicionado com duas zonas de temperatura, computador de bordo, faróis de neblina, rádio com acumulador de CD's integrado / MP3 / 10 alto-falantes, rodas de liga leve 16'', volante multifunção (rádio / computador bordo) e trio elétrico. O Jetta possui apenas 5 opcionais: Acabamento interno em couro, faróis bi-xenon com lavador, rodas de aro 17, sensor de estacionamento e teto solar elétrico.
O Jetta é o novo Golf (que não veio e não virá para o Brasil tão cedo) sedã. Ele não vai sair de linha tão cedo e a tendência é que ele ganhe cada vez mais espaço. Lá fora, ele é o substituto do Bora (que ainda é vendido no Brasil). Seu visual agrada e o espaço interno é bem melhor que o do Golf. Ele também é muito seguro.

Toyota Corolla
Como você disse no e-mail, o Corolla vai mesmo mudar logo. Para 2007 ele vai ganhar motor flex. Já em 2008 ele deve sofrer uma mudança radical. O modelo atual é um carro muito bom, com motor confiável. Seu estilo é mais tradicional e está se tornando um pouco ultrapassado em relação aos outros, embora ele não seja um modelo feio. A desvalorização do modelo XLi é de cerca de 10,6% no primeiro ano, 10,2% na versão XEI e 10,4% no acabamento SE-G.

Pelo valor que você vai investir no automóvel, alguns outros pontos devem ser levados em consideração. O primeiro é a sua relação com as marcas. Escolha um modelo de uma marca que você confie. Outro aspecto muito importante que vale um comentário é o valor do seguro. Dependendo do seu perfil, ele pode ser realmente muito caro. Para um homem, com mais de 35 anos, casado, sem filhos, que usa o carro para locomoção diária e possui garagem fechada em casa e no trabalho, veja algumas valores apróximados:

Renault Mégane 2.0 16V automático - R$ 2.300
Toyota Corolla XEI 1.8 automático - R$ 2.900
Toyota Corolla SE-G 1.8 automático - R$ 6.100
Chevrolet Vectra Elegance 2.0 automático - R$ 11.000

Estes valores foram calculados pela Proseg Corretora e Administradora de seguros, mas para a cidade de São Paulo.


Agora uma opinião pessoal. Mesmo sendo um ótimo carro, eu não compraria um 307 Sedan porque é um modelo que, no geral, não me agrada. A falta de harmonia entre frente e traseira me incomoda. Gosto do Corolla, mas seu estilo conservador e a sua mudança em um futuro não muito distante atrapalham a minha escolha por ele. O Vectra 2.0 me agrada pelo motor tradicional, pelo número de concessionárias da marca no país (o que facilita a manutenção) e pela dirigibilidade. Mas o consumo e o seguro me assustam. Já o 2.4 16V anda bem (mesmo com câmbio automático), mas tem os mesmos defeitos do 2.0 (alto cosumo e preço do seguro). Sobre o Jetta, ainda não tive a oportunidade de testá-lo mais profundamente no Brasil. Pude dirigí-lo rapidamente nos EUA no ano passado e gostei muito dele. É um carro confortável e bem acabado. Mas fica difícil um comentário a respeito. Renault Mégane é um excelente carro. Seu seguro não é muito caro, seu espaço interno e do porta-malas são bons e considero seu design muito bonito, mas o preço das peças não é dos mais baratos, mas também não é dos mais caros. Este é um carro que merece uma avaliação com mais atenção.

Já o Ford Fusion me atrai pelo conforto, principalmente. Ele é um carro grande e seu motor é bom. Pelo que oferece, até deveria custar mais caro. Mas ele e seus proprietário podem sofrer sérias consequências caso o acordo de mercado entre Brasil e México sofra turbulências. O preço do dólar também pode influenciar muito no valor do modelo. O Honda Civic é um carro muito bom. Seu design é bonito e o seu painel é muito interessante. Nos nossos testes, o carro apresentou um consumo acima do esperado. Publicamos os valores do computador de bordo do veículo que, segundo um engenheiro da Fiat, é o mais próximo do consumo real do modelo (vale para qualquer um). Outro ponto negativo é o porta-malas, que diminuiu em relação à versão anterior. O porta-malas é um aspecto importante na escolha do modelo, mas não o considero um dos principais. O novo Civic é realmente um carro muito bom. Suas peças não são das mais baratas, nem das mais caras, mas o que vale é que ele dá pouca manutenção.

Bem, como você percebeu, a escolhe realmente é difícil.
Eu ficaria entre o Fusion, Civic e Mégane, mas também olharia com carinho o Jetta e o Vectra. Peugeot 307 Sedan e Toyota Corolla, embora sejam ótimos carros, ficariam para uma próxima vez.

________________________________________________________________

Esta mensagem, incluindo seus anexos, expressam, única e exclusivamente a opinião do emissor, não tendo nenhum valor legal, sem vínculos com fabricantes ou fornecedores do mercado automobilístico. Informamos que estas opiniões têm seu uso e divulgação proibidos e não poderão ser utilizadas em outros meios de comunicação, como publicações ou menções, sem o prévio consentimento do remetente.
Erro ao renderizar o portlet: Interna Noticia - Anuncios

Erro: 'False'

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
23 de novembro de 2017
21 de novembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação