Palio X Fox X Fiesta X Clio

Reservamo-nos o direito de editar os e-mails

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/12/2006 15:00 Renato Parizzi /Portal Vrum
De: Karla A. - Belo Horizonte
Data: 13/12/06


Estou interessada em comprar um carro usado, na casa de R$ 24 mil, que seja potente, que tenha bom consumo e bom espaço interno para os ocupantes e malas. Não queria 1.0. Pensei em um Palio, Fox ou Fiesta. Vocês podem me ajudar?
_________________________________________________________________

Muito mais importante que o meu texto é você dirigir os modelos e ver qual é o mais mais te agrada. Escrevi um pouco sobre cada um deles e dei a minha opinião pessoal no final. Espero te ajudar desta forma.

FIAT PALIO

O Palio vai mudar no ano que vem. Ele vai sofrer uma reestilização e deve ficar com os mesmos motores: 1.0 flex, 1.4 flex e 1.8 flex. Ainda não foi confirmado, mas talvez a Fiat atualize algum dos propulsores.

O motor 1.8 é forte e permite ao Palio andar muito bem. Mas o consumo acaba sendo um alto. Já o 1.4 é mais fraco, mesmo assim tem rendimento satisfatório e consumo melhor. O 1.0 Flex tem o pior desempenho, mas é o que consome menos combustível.

Externamente, ele é atraente, especialmente a versão atual, apesar da traseira não ser unanimidade. Na parte interna, o espaço é bom para os ocupantes. A posição de dirigir é confortável, mas não chega a ser um primor. O porta-malas, com 290 litros, tem boa capacidade para um carro compacto.

A desvalorização no primeiro ano é baixa, ficando entre 5% e 6%, de acordo com a versão e a região. O seguro não é dos mais caros, como Gol e Uno, mas também não é dos mais baratos. A Fiat tem mais de 500 concessionárias no Brasil, o que ajuda em caso de algum problema em outra cidade. O preço das peças costuma ser bom, mas o número de peças a serem reparadas em caso de acidente é considerado médio/alto.

VOLKSWAGEN FOX

A princípio, o Fox não muda para o ano que vem. Ele deve ficar com o mesmo desenho e motores: 1.0 Total Flex e 1.6 Total Flex.

O motor 1.6 flex é forte e permite ao Fox andar bem, sacrificando um pouco o consumo, que é razoável. Já o 1.0 flex tem fraco desempenho; mas bom consumo.

O Fox é considerado por boa parte de seus proprietários um carro bonito. Sua estratégia de vendas sempre foi voltada ao "amplo espaço interno". Ele é bom, mas não espere nada de grandioso. O aspecto mais interessante é a versatilidade interna do modelo: ele tem muitos porta-trecos e o banco traseiro pode ser deslizante, permitindo ao motorista escolher um porta-malas maior ou ter o banco traseiro mais espaçoso.

A desvalorização no primeiro ano é baixa, ficando entre 6% e 7%, de acordo com a versão e a região. Já o seguro é um pouco salgado. As peças tem preço razoável. Em compensação, em caso de acidente, o número de peças para serem trocadas é baixo, o que diminui o preço do reparo. A Volkswagen tem mais de 600 concessionárias no Brasil, o que ajuda em caso de algum problema em outra cidade.

FORD FIESTA

O Fiesta vai mudar no início de 2007. Seu visual vai ficar mais atraente e moderno, bastante parecido com o modelo que foi mostrado no Salão de São Paulo de 2006. Os motores devem ser os mesmos: 1.0 Flex e 1.6 Flex.

O motor 1.6 flex é forte e permite ao Fox andar bem, sacrificando um pouco o consumo, que é razoável. Já o 1.0 flex tem fraco desempenho; mas o consumo é melhor.

Os dois maiores atrativos do Fiesta são o espaço interno, bom para cinco pessoas, e o porta-malas: 305 litros - o maior da categoria.

A desvalorização no primeiro ano é baixa, ficando entre 6% e 7%, de acordo com a versão e a região. O seguro não é dos mais caros, mas também não é dos mais baratos. A Ford tem quase 400 concessionárias no Brasil, o que facilita a vida do motorista em caso de algum problema em outra cidade.

Clique aqui para você ler o teste do Fiesta 1.0 Flex.

RENAULT CLIO

Infelizmente o Clio não deve ficar parecido com seu irmão gêmeo europeu tão cedo. Seu desenho deve continuar o mesmo, sem sofrer nenhuma reestilização, pelo menos em 2007. Ele pode ser encontrado no mercado com três opções de motor: 1.0 8V a gasolina, 1.0 16V Hi-Flex e 1.6 16V Hi-Flex.

O primeiro é fraco e tem bom consumo. Já o 1.0 16V Hi-Flex tem desempenho um pouco melhor e passa mais segurança ao motorista. Seu consumo também é bom. O propulsor 1.6 16V é o mais potente e permite ao Clio ter ótimo desempenho, mas com uma média de consumo razoável.

Um dos principais problemas do Clio é a sua ergonomia, especialmente o formato do banco dianteiro e a posição dos acionadores dos vidros elétricos. Nos modelos mais novos estes problemas foram corrigidos. O grande atrativo do veículo são os seus equipamentos. Não é tão difícil, por exemplo, encontrar Clios equipados com airbag duplo.

A desvalorização no primeiro ano ainda é baixa, ficando entre 6% e 8%, de acordo com a versão e a região, mas é a maior entre os quatro modelos aqui comparados. Já o seguro e o preço das peças é considerado médio no mercado. O número de peças a serem reparadas em caso de acidente é baixo, o que é bom para o consumidor. A Renault tem cerca de 150 concessionárias em todo país.

OPINIÃO

Não considero nenhum destes modelos carros ruins. Mas, como consumidor, tenho preferência por dois deles: Palio e Clio. O Palio me agrada pelo conjunto. Acho a posição de dirigir e o espaço interno bons. O modelo 1.0 até que anda bem e seu consumo é bom. O 1.4 é um pouco barulhento, mas tem bom desempenho. Eu esperava que o consumo fosse um pouco melhor. Já o 1.8 anda muito. E preciso ter cuiado pois ele passa dos 100 km/h com facilidade. O modelo também é facil de comprar e de revender. Já o Clio é um carro muito gostoso, especialmente a versão mais nova, que tem o banco mais confortável e os acionadores dos vidros em um posição mais adequada. Você pode comprar um Clio um pouco mais caro que um concorrente, mas com mais equipamentos de série, até mesmo com airbag duplo.

Já o Fiesta é um ótimo carro, mas eu tenho um pouco de dificuldade para dirigí-lo por causa do formato do painel. Como sou muito alto (1,95 cm), meu joelho direito fica encostando em uma parte do painel, atrapalhando bastante a condução. O que eu gosto no carro é o espaço interno. Mas acho o acabamento muito simples e espartano. Acho o motor 1.6 muito bom. Dá pouca manutenção, tem bom desempenho e o consumo não é ruim. Já o 1.0 é fraco. O motor 1.0 Supercharger é roubada! Não vale a pena. Mesmo potente, ele não é confiável como os outros dois.

Desde o início, o Fox nunca me agradou. Fiquei impressionado com a propaganda da Volkswagen valorizando o espaço interno do carro. Quando fui conhecê-lo, tive uma das maiores decepções automobilísticas da minha vida. O tempo passou. Peguei um para testar e não gostei. O carro fazia muito barulho, era desconfortável e tinha um consumo bem acima do que eu esperava. Mas o problema podia estar somente naquele modelo que eu testei. Mas conheço proprietários que adoram o Fox e o consideram como o melhor carro que eles já tiveram. Então, o que vai mesmo importar será a sua opinião sobre o carro.

Sempre é interessante comprar modelos com cores maios tradicionais, como prata, com carroceria quatro portas e com alguns acessórios, como ar-condicionado e direção hidráulica. Esse conjunto sempre ajuda na hora de revender o veículo.

Resumindo: eu optaria por um Palio ou Clio. Mas isto é muito pessoal. Talvez um Fiesta seja mais indicado pra você por causa do porta-malas e do espaço interno.

________________________________________________________________

Esta mensagem, incluindo seus anexos, expressam, única e exclusivamente a opinião do emissor, não tendo nenhum valor legal, sem vínculos com fabricantes ou fornecedores do mercado automobilístico. Informamos que estas opiniões têm seu uso e divulgação proibidos e não poderão ser utilizadas em outros meios de comunicação, como publicações ou menções, sem o prévio consentimento do remetente.
Erro ao renderizar o portlet: Interna Noticia - Anuncios

Erro: 'False'

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
23 de novembro de 2017
21 de novembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação