Publicidade

Estado de Minas

Rolimã (22/07/07)


postado em 22/07/2007 15:01

(foto: Arte/EM)
(foto: Arte/EM)
SAMBA DO PALHAÇO ASSASSINO

Seo Sang-moon, Curtis Gokey , Juan Lopez e Mary Stone são personagens de histórias bizarras, envolvendo automóveis. Provavelmente nunca se viram, mas formam o estranho enredo do livro Anão vestido de palhaço mata 8 (Editora Rocco, R$ 19). A obra - uma coletânea de notícias do paulista Marcos Barbará - surgiu de uma comunidade criada por ele no Orkut (site de relacionamento) há dois anos.

ABSURDOS
Os tópicos postados pelos mais de 70 mil associados da comunidade citam manchetes e notícias estranhas, curiosas e para lá de esquisitas de todos os cantos do mundo, selecionados pelo autor, além de outras inéditos. Segundo Barbará, "uma espécie de manual sobre como nós, seres primitivos do século 21, somos ridículos e absurdos". Veja a seguir algumas notícias, entre as diversas divulgadas sobre a estranha relação entre o ser homem e o automóvel.

PERSISTÊNCIA
"Heróico coreano é aprovado no exame para motorista na 272ª tentativa". Essa é a história de Seo Sang-moon, fazendeiro sul-coreano, de 69 anos, que, depois de fracassar 271 vezes no exame teórico para motorista, foi aprovado e poderá começar as aulas práticas de direção. As tentativas de Seo levaram cinco anos e consagraram o fazendeiro como a celebridade local, além de tê-lo transformado em mascote da equipe de examinadores. Ele afirma, cheio de esperança, que junta dinheiro para comprar um carro.

FÚRIA
A obstinação de Seo para ter um automóvel contrasta com o descuido de Curtis Gokey, motorista do caminhão de lixo da Prefeitura de Lodi, cidade da Califórnia (EUA). A história de Curtis rendeu a seguinte manchete: "Sujeito destrói o próprio carro e processa a si mesmo". Moral da história é que ele esbarrou em seu carro particular, quando dirigia o caminhão da prefeitura e decidiu processar o "Curtis Gokey agente do município" a favor do cidadão. Mais: orientou a mulher que também processasse a prefeitura. Ela pediu US$ 4,8 mil contra US$ 3,6 mil pedido por Curtis. A diferença entre os pedidos foi porque ela alegou não ser tão condescendente quanto o marido.

POMBA NEGRA
Se as pombas brancas são símbolos da paz, Juan Lopez, morador de Virginia Beach (EUA), fez com que a ave ganhasse fama diferente. Com com um pássaro e nu em pêlo ele partiu para cima de um casal que fazia amor dentro de um carro perto de sua casa. Juan já era famoso na vizinhança, por discutir com casais sem pudor, mas, no episódio da pomba se excedeu e ganhou a manchete: "Pelado munido de pomba tenta destruir carro". No fim, o casal atacado correu até uma casa próxima e chamou a polícia. Os agentes da lei encontram Juan escondido entre árvores e o autuaram por maus-tratos contra animais e destruição de propriedade.

CÃO BRAVO
Ranger, cão policial do distrito de Oldgen, em Utah, - aliás, palco ideal de bizarrices -, atropelou Mary Stone. A manchete confirma: "Americana é atropelada por cão motorista". Ranger, um simples cão, não foi culpado sozinho. O oficial responsável disse que deixou a viatura ligada para que o ar-condicionado refrescasse o cachorro. Com a cabeça fresca, o cão acionou o câmbio automático, engatou o carro, desceu a ladeira e invadiu o jardim de Mary, que recolhia sua correspondência na caixa de correio. Resultado: Mary fraturou a bacia e o animal ficou impune, pois "não tinha motivos para cometer crime".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade