CHEVROLET ZAFIRA 2.0 16V SFI AUTOMÁTICO 4P 2002

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 02/01/2006 07:50 Portal Vrum
AVALIAÇÃO TÉCNICA

MOTOR

O Scénic tem melhor performance com retomadas de velocidades e aceleração superiores ao Zafira, devido o seu motor, com 16 válvulas, ter 22 cv a mais, além do seu peso, em ordem de marcha, ser bem inferior ao da GM . Para uma utilização normal (cidade/estrada) ambos proporcionam uma boa dirigibilidade.
ZAFIRA ***
SCÉNIC ****

FREIOS
Ambos são dotados de ABS com boa calibragem e discos nas quatro rodas. O sistema de freios está bem dimensionado. Apresentaram um bom comportamento dinâmico, com reações balanceadas, e ausência de superaquecimento após uso contínuo em longa descida sinuosa.
ZAFIRA ****
SCÉNIC ****

CÂMBIO
O sistema é automático nos dois automóveis, com quatro marchas, gerenciamento eletrônico e as relações de marchas atendem satisfatoriamente no uso misto. No Scénic não há indicação no console junto à alavanca da marcha selecionada, somente no quadro de instrumentos, em display, porém deveria ficar numa posição mais alta do mesmo, pois é facilmente encoberto pelo volante. A posição da alavanca (pomo) é baixa, mesmo na regulagem mínima do banco do condutor. Não tem opção de uso “sport”, somente para piso de baixo atrito, através de tecla no console central. No Zafira ocorre praticamente o inverso com ausência de informação no quadro de instrumentos da marcha selecionada, tendo somente a escala indicativa junto da alavanca de controle, porém tem as opções para um uso mais esportivo e sobre pisos escorregadios. Apresentaram um bom funcionamento com trocas sem trancos e boas respostas.
ZAFIRA ***
SCÉNIC ***

DIREÇÃO
Vantagem para o Zafira com melhor posição de dirigir e o volante possui regulagem angular em altura e profundidade, além de melhor pega. Melhor também nas reações, seja em sensibilidade quanto na precisão em curvas e retas, principalmente quando o veículo está em alta velocidade e com carga máxima. Em ambos, o efeito retorno e o esforço em manobras agradam.
ZAFIRA ****
SCÉNIC ***

SUSPENSÃO
Estão melhores definidas e calibradas no Zafira, tanto em conforto de marcha quanto em estabilidade, seja com somente condutor ou com carga útil de 400kg. No Scénic ocorre uma maior transferência para dentro das imperfeições do solo, além de reações mais delicadas quando lastrado, porém num nível aceitável.
ZAFIRA ****
SCÉNIC **

ESPAÇO INTERNO
Ambos têm de sobra. O Zafira é 15 cm maior em comprimento e tem a vantagem de possuir dois bancos adicionais no porta-malas. Mas os dois oferecem bom espaço para os cinco ocupantes em comprimento, largura e altura. No Scénic, os bancos traseiros são individuais e possuem regulagem longitudinal. Isso evita que o passageiro do meio esbarre nos outros dois. O do Zafira possui também regulagem longitudinal, mas é inteiriço. Ponto para Zafira por ter opção de sete lugares.
ZAFIRA *****
SCÉNIC ****

PORTA-MALAS
Ambos são de bom tamanho. O do Scénic tem 410 litros contra 600 litros do Zafira. Em compensação, o Scénic oferece muitos porta-objetos, inclusive dois no assoalho traseiro, e possui até gaveta sob o banco do passageiro da frente.
ZAFIRA *****
SCÉNIC ****

CONSUMO
Os fabricantes declaram sempre números otimistas que os simples mortais jamais atingem. Ambos não são bebedores e nem econômicos. Motor 2,0 com transmissão automática exige pressão mais leve do pé sobre o pedal da direita.
ZAFIRA ***
SCÉNIC ***

ESTILO
Embora seja mais antigo, o do Scénic é mais ousado e ficou ainda melhor com os faróis enormes. Já o do Zafira é o tradicional.
ZAFIRA ***
SCÉNIC ****

ERGONOMIA
Os carros já melhoraram muito neste quesito. A maioria dos instrumentos está muito bem localizada. A posição de dirigir do Scénic é pouco comum, com volante em posição quase horizontal. Mas acostuma-se logo. O que destoa é a localização dos comandos dos vidros traseiros à esquerda do painel central. A localização é péssima. Enquanto os do Zafira estão em posição correta no puxador da porta. Porém, o estepe do Zafira fica localizado sob o assoalho na parte externa, o que não é bom.
ZAFIRA ***
SCÉNIC ***

SEGURANÇA
Os dois modelos possuem todos os equipamentos necessários como freios a disco nas quatro rodas com ABS, air bag duplo, travamento automático de portas, apoios de cabeça para todos os ocupantes, regulagem de altura dos faróis (item importante quando se trafega com carga total). Porém, o Zafira não oferece cinto de três pontos central para o ocupante do banco traseiro inteiriço.
ZAFIRA ****
SCÉNIC *****

DESEMPENHO
Motor mais potente, melhor desempenho é do Scénic, que é também bem mais leve. Com seus 174 kg a mais, o Zafira tem bom desempenho tanto em baixa quanto em alta rotação. Porém, o Scénic é mais ágil.
ZAFIRA ***
SCÉNIC ***

CONFORTO
Tanto o Chevrolet quanto o Renault são versões completas e oferecem muitos itens de conveniência como computaodr de bordo, ar-condicionado, acionamento elétrico de vidros e espelhos, travamento automático de portas e, no Zafira, o controlador automático de velocidade é de série. E não é disponível no Scénic. As duas transmissões se adaptam à maneira de dirigir do
motorista. Mas o acabamento do Zafira está melhor. A GM usa mais o cinza claro nos painéis central e de porta, mesclando com o preto. Ficou muito bom. Já a forração em couro no interior do Scénic não agrada. O couro é muito rígido. O interior do Zafira está mais agradável. Os ruídos internos são elevados nos dois.
ZAFIRA ****
SCÉNIC *****

* RUIM ** REGULAR *** BOM **** MUITO BOM ***** ÓTIMO


POSITIVO
ZAFIRA
* Versatilidade
* Espaço interno
* Conforto

SCÉNIC
* Versatilidade
* Espaço interno
* Desempenho

NEGATIVO
ZAFIRA
* Falta cinto central de três pontos
* Ruídos internos
* Posição do estepe

SCÉNIC
* Retrovisor pequeno
* Ruídos internos
* Posição comandos vidros traseiros

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação