Esportivo de verdade

Veja a opinião exclusiva do Vrum sobre o Golf GTI

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/05/2006 12:00 Renato Parizzi /Portal Vrum
Dianteira tem novos faróis, pára-choque e grade. Laterais não mudaram - Renato Parizzi/Vrum - 30/4/07 Dianteira tem novos faróis, pára-choque e grade. Laterais não mudaram
Um festival de pescoços torcidos, queixos caídos e 'centenas de babadores distribuídos por aí'. Este foi o resultado de rodar com o novo Golf GTI vermelho pelas ruas da cidade. As rodas de aro 17, com pneus largos, as pinças de freio vermelhas, os faróis de máscara negra, a saída de espace dupla e o aerofólio traseiro completam o visual chamativo.

Mas a grande atração mesmo do Golf é o seu motor 1.8 turbo, que o torna um esportivo de verdade. Com 193 cv de potência, ele é o segundo mais potente do Brasil. Isto porque só é possível atingir esta potência com o uso de gasolina Podium, a mais cara do país, que não está disponível em todos os postos. Usando a comum, o motor tem 180 cv. Já o Honda Civic Si tem 192 cv com gasolina comum.
Lanternas circulares são a Lanternas circulares são a "marca registrada" de design da Volks

O visual do novo hatch está mais agressivo, com a frente composta por novos faróis, pára-choque e grade. A traseira adota o estilo Jetta/Polo/Passat/SpaceFox de ser, com lanternas redondas. Mesmo com as mudanças, a geração 4,5 do Volkswagen é basicamente a mesma: espaço interno limitado, porta-malas na média da categoria, bom acabamento e ótima dirigibilidade. Uma pena que o Golf geração V não tenha chegado ao Brasil ainda - e não deve dar as caras por aqui tão cedo.

Anda muito
O Golf GTI tem fôlego de sobra. É só pisar no acelerador e o carro ganha velocidade muito rápido, sempre com o grave e gostoso ronco do motor ao fundo; acompanhado do "barulhido" do turbo. Já os bancos de couro seguram bem o corpo nas curvas fechadas, e o volante, único item do Golf europeu, tem formato diferenciado e boa pegada, facilitando a condução esportiva.

O câmbio Tiptronic, com mudanças automáticas e manuais, funciona bem, mas tira parte da condução esportiva do GTI. Nas trocas seqüenciais, quando você estica uma marcha até o limite, ele troca a marcha 'sozinho'. O ideal mesmo seria a Volkswagen equipar o carro com câmbio manual de seis marchas, como a Honda fez no Civic. Nas curvas, a suspensão poderia ser um pouco mais dura, o que deixaria o modelo ainda mais estável em curvas. No quesito segurança, os freios ABS e o controle de tração demonstram eficiência. O carro tem ainda airbags frontais, laterais e de cortina para motorista e passageiro.

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação