Traje esporte

Rodamos nas duas versões do Palio 1.8R

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/05/2006 15:00 Renato Parizzi /Portal Vrum
Renato Parizzi/Vrum
Quando falamos de um esportivo, o primeiro ponto a ser abordado é o motor. O do Palio R é o 1.8 Flex, desenvolvido pela Powertrain, que desenvolve 113 cv de potência e 18 mkgf de torque com gasolina e 115 cv e 18,5 mkgf com álcool. É um propulsor conhecido, da família I da Chevrolet, que já esteve debaixo do capô de vários modelos e que equipa muitos carros vendidos atualmente, como Stilo Flex, Idea, Doblò, Strada, Siena, Palio Weekend, Meriva, Corsa, Corsa Sedan e Montana (com pequenas diferenças técnicas entre o GM e o Fiat).

Para verificar a esportividade do R, resolvemos levá-lo a um autódromo. Não fomos muito rápidos de cara, mais para conhecer o traçado e sentir como seria o comportamento do compacto no percurso. Com o passar do tempo, a velocidade foi aumentando e as emoções também! Embora tecnologicamente superado, o motor 1.8 é bom. Seu ponto alto é o torque, que facilita arranques e retomadas. O escalonamento das marchas foi bem feito, mas falta um pouco de precisão nos engates. Já a suspensão, um pouco mais baixa e dura, ajuda a segurar e manter o carro na mão. Mas o grande problema da motorização 1.8 é o consumo, principalmente com álcool - é alto demais. O nível interno de ruídos também é alto

Por fora, o visual do R é o mesmo da nova geração do Palio. As diferenças ficam por conta dos adesivos nas laterais e na traseira, do aerofólio e, principalmente, pelas rodas de liga-leve de aro 15, que poderiam ter perfil um pouco mais baixo.

Internamente, ele é igual à versão anterior do R, com os cintos de segurança vermelhos, de gosto duvidoso, e com os pedais "preparados". Já o volante é revestido em couro, o que melhora a pegada. O painel tem o marcador de combustível analógico, de leitura bem mais fácil. Os principais equipamentos de série são ar-condicionado, direção hidráulica, trava e vidros elétricos, computador de bordo e ajuste de altura do volante.

2 x 4
O Portal Vrum teve a oportunidade de rodar com as duas versões do Palio R: duas e quatro portas. Mesmo pesando 20 kg a menos (1.005 kg contra 1.025 kg), não foi possível notar, na prática, qualquer diferença de desempenho e consumo a favor do Palio R 2p. Vale lembrar que os dois carros estavam com a quilometragem muito baixa, ou seja, não estavam "amaciados". De acordo com os números da Fiat, os dois carros são iguais. Entretanto, é possível que, com o tempo, o 2p ande pouca coisa a mais e tenha consumo ligeiramente superior. Na parte estética, além de duas portas a menos, o Palio 1.8R 2p tem as janelas traseiras menores.

Mas então: ele é um esportivo ou não? Mesmo não sendo um puro-sangue, o Palio R anda bem e pode ser considerado um "quase esportivo de verdade". Bom mesmo seria se ele tivesse um motor mais potente e elástico, que desse mais desenvoltura ao compacto italiano. Mesmo assim a diversão é garantida com ele.

Gostou do Palio 1.8R? CLIQUE AQUI e COMENTE!

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação