Publicidade

Estado de Minas

VW Touareg 3.2 - Luxo na lama

Utilitário-esportivo de luxo impressiona pelas dimensões e sofisticação. Sistema 4x4 é eficiente, mas visibilidade traseira e ruídos incomodam


postado em 16/08/2006 08:53

(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM - 29/7/06)
(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM - 29/7/06)
A versão de menor preço do utilitário-esportivo de luxo da Volks é equipada com motor V6. Impressionam o tamanho e as linhas desse utilitário importado, que sugerem agressividade e robustez. O Touareg compartilha a mesma carroceria do Porsche Cayenne, mas custa 23 mil dólares a menos. É impossível o carro passar despercebido devido às dimensões avantajadas e a altura em relação ao solo. A beleza das linhas é unanimidade. As lanternas traseiras têm o estilo atual de todos os modelos da marca. As rodas aro 18 opcionais são enormes e compõem o conjunto robusto.

Interior

O luxo é o que chama a atenção dentro do Touareg. Bancos e laterais são forrados em couro de boa qualidade. Painel de instrumentos contém indicador de temperatura do óleo e voltímetro para carga da bateria, além dos tradicionais em quase todos os veículos. A direção tem assistência elétrica, é levísssima em manobras e firme em velocidades mais elevadas.

O volante tem regulagens em altura e profundidade e nele estão vários comandos, inclusive do computador de bordo que exige paciência para ser manuseado. As dimensões internas são também avantajadas. O Touareg é muito largo e há espaço suficiente para cinco adultos, mas no banco traseiro as pernas ficam inclinadas para trás, o que gera um pouco de desconforto.

Há todos os equipamentos de segurança: cintos de três pontos, apoios de cabeça e airbags frontais, laterais e de cabeça em toda a lateral do veículo, controle de tração, estabilidade e sistema ABS de freios. O senão é a visibilidade traseira. A linha de cintura é alta e se eleva da dianteira para a traseira. Retrovisores enormes compensam, em parte, a deficiência.
Estilo imponente da traseira com lanternas de elementos circulares que seguem padrão atual. Já o volante de quatro raios acumula comandos diversos. Além disso, a transmissão é automática de seis marchas e a tração 4x4.
Estilo imponente da traseira com lanternas de elementos circulares que seguem padrão atual. Já o volante de quatro raios acumula comandos diversos. Além disso, a transmissão é automática de seis marchas e a tração 4x4.

Motor

Ao colocar o carro em movimento, percebe-se que o motor V6 é suficiente para as mais de duas toneladas de peso do Touareg. O desempenho não é brilhante, mas agrada. O senão é a saída lenta da inércia. É que não é tão imediata quanto se espera. A transmissão de seis velocidades Tiptronic, com possibilidade de troca manual, tem relações bem escalonadas, além da opção esportiva, na qual as marchas são trocadas em rotação mais elevada. Não há queda de rotação entre uma marcha e outra. O funcionamento do motor e as trocas de marchas são suaves. O consumo do motor de seis cilindros é elevado e quanto mais peso no pedal da direita mais rápido o tanque se esgota.

Conforto

O sistema de suspensão é sofisticado e absorve quase totalmente as imperfeições do solo. A transferência se dá em níveis aceitáveis para dentro do habitáculo. O incômodo é o nível elevado de ruídos internos. A tração é permanente nas quatro rodas e por meio de comando giratório no console central acionam-se a reduzida e o bloqueio do diferencial central. O Touareg vai muito bem no asfalto e melhor ainda na terra. Apesar de essa versão não ter regulagem de nível de suspensão, a boa altura do solo é mais do que suficiente para desenvoltura em terrenos acidentados. O Touareg vence tranquilamente todos os obstáculos, com muita segurança, seja em caminhos ruins ou em travessia de riachos.

Estepe


Tarefa ingrata é trocar pneu de um grandalhão desses. Além disso, o pneu reserva (ler avaliação técnica), é menor do que os uso e tem até compressor para ser ligado à bateria. É que o pneu reserva é colocado vazio no compartimento dentro do porta-malas, que é enorme. Enfim, é difícil não gostar do Touareg. O carro é ótimo, parece deslizar sobre o asfalto e inspira muita confiança. A precisão da direção torna mais prazeroso ainda o ato de dirigir.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade