Publicidade

Estado de Minas

Espremendo o monovolume - Avaliação técnica

Além do bom espaço interno e da boa estabilidade, monovolume agora tem vantagens do sistema flexível. Mas painel e estepe embaixo continuam como pontos fracos


postado em 10/11/2006 23:04

Análise feita pela fisioterapeuta Danielle Pongellupe(foto: Arte de Christiano Gomes sobre Arte EM)
Análise feita pela fisioterapeuta Danielle Pongellupe (foto: Arte de Christiano Gomes sobre Arte EM)
BOM

Climatização
Apresentou bom funcionamento, com boa distribuição pelos difusores do painel, que têm boa vazão e nível baixo de ruídos. Ar-condicionado para os passageiros de trás também foi eficiente. Tempo gasto para climatizar todo o habitáculo foi muito bom. Vedação é boa.

Freios
Apresentaram um bom comportamento dinâmico. Pedal tem boa sensibilidade e as reações dos dois eixos estão bem balanceadas. Não foi notado superaquecimento após uso constante em longa descida. Freio de estacionamento atuou normal.

Câmbio
Relações de marchas estão bem escalonadas e a qualidade de engate é boa.

Motor
Com 100% de álcool apresentou partida a frio instantânea, com boa manutenção da marcha lenta e aceleração progressiva. Dirigibilidade é aceitável para o peso de 1.308kg desta versão. As retomadas de velocidade e aceleração são razoáveis. Quando o veículo está com 450kg de carga útil e ar-condicionado ligado, a condução é discreta em subidas, mas é aceitável para a sua cilindrada. Em arrancada (e marcha a ré) sobre piso inclinado, consegue-se tirar o veículo da inércia.

Iluminação
Tem luz de cortesia nos porta-luvas e porta-malas. Iluminação do teto tem pequeno plafoniê na parte da frente, duplo spot fixo, uma lanterna integrada no centro e uma lanterna na parte de trás, com resultado satisfatório. Faróis têm boa eficiência no baixo e no alto.

Limpador do pára-brisa
Palhetas varrem uma boa área, com eficiência. No vidro traseiro, esguicho tem ótima vazão, de cima para baixo, e a palheta limpa uma área satisfatória. É muito fácil o acesso ao reservatório de água no vão do motor. Ao engatar a marcha a ré em dia chuvoso, estando as palhetas do pára-brisa acionadas, a palheta traseira funciona automaticamente.
Porta-malas é bem amplo, tem bom acabamento e acesso fácil. Já o estepe embaixo dificulta a troca do pneu(foto: Marlos Ney Vidal/EM - 27/10/06)
Porta-malas é bem amplo, tem bom acabamento e acesso fácil. Já o estepe embaixo dificulta a troca do pneu (foto: Marlos Ney Vidal/EM - 27/10/06)

Alarme
Tem chave de ignição codificada, com sistema eletrônico antifurto, além de proteção volumétrica no habitáculo e perimétrica das partes móveis. Ao dar comando para travar as portas, na chave de ignição, os vidros sobem automaticamente e o sistema antiesmagamento funcionou bem.

Vedação
Boa contra água.

REGULAR

Vão do motor
Reservatório de partida a frio está instalado em local de fácil acesso e visualização. Não tem luz no painel indicando quando vazio. Motor preenche bem o vão, limitando, e muito, o acesso à manutenção. Itens de verificação mais constantes têm fácil manuseio. Isolamento acústico tem resultado aceitável.

Altura do solo
Com carga útil de 450kg, raspa a parte central do chassi em quebra-molas salientes. A proteção inferior do cárter também raspa quando o carro trafega em estrada de terra com algumas imperfeições.

Suspensão
Conforto de marcha é razoável com apenas o motorista. Mas piora bem quando está com 450kg de carga útil. Estabilidade para o tipo de automóvel (monovolume) satisfaz, com boa precisão em curvas e inclinação da carroceria aceitável.

Direção
Diâmetro de giro é longo e prejudica as manobras. Velocidade do efeito retorno é aceitável. A calibragem da assistência hidráulica deixa a direção um pouco pesada em manobras de estacionamento.

RUIM

Acabamento da carroceria
Qualidade final da pintura é baixa, devido a vários pontos com impurezas ao longo da carroceria. Portas traseiras estão desniveladas, a tampa traseira descentralizada e o capô desnivelado e descentralizado.

Nível interno de ruídos
Não é silencioso, com vários pequenos ruídos em todo o habitáculo. O efeito aerodinâmico é notório, somado ao ruído do atrito do ar com as duas barras transversais acopladas na zona central do teto.

Estepe/macaco
Operação de troca não é simples, além de cansativa. Chave de roda está alojada no assoalho, sob a tampa do porta-objetos, dentro do carro, no lado direito. Macaco está dentro de uma caixa plástica localizada no aro do estepe, que fica do lado de fora, sob o porta-malas, em suporte basculável. Manivela de acionamento do macaco tem proteção plástica para as mãos.

Ferramentas
Não tem.

Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade