VW Polo GTI - Vestido para acelerar

Versão apimentada do Polo tem motor turbo 1.8, de 150 cv, que garante muito fôlego, e suspensão que estimula abusos. Mas os pneus, de perfil baixo, e o preço assustam

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/03/2007 16:23 Eduardo Aquino /Estado de Minas
Polo GTI tem tudo para agradar a quem tem o pé direito mais pesado e gosta de adrenalina. Problema é o preço - Marlos Ney Vidal/EM - 26/2/07 Polo GTI tem tudo para agradar a quem tem o pé direito mais pesado e gosta de adrenalina. Problema é o preço
A vocação esportiva do Polo GTi começa no próprio esqueleto: a versão está à venda apenas com carroceria de duas portas. E continua na roupagem, que não chega a ser extravagante. Os itens que diferenciam o modelo são a grade dianteira, em forma de colméia e na cor preta, com moldura vermelha, que ressalta ainda mais o V; os faróis com máscara negra (os de neblina ficam embutidos na base do pára-choque); as lanternas com lentes fumê; pequeno aerofólio no teto; a saída dupla do escape; a soleira pintada de preto; e as bonitas rodas esportivas, com desenhos circulares, deixando à mostra as pinças de freio pintadas de vermelho.

Fôlego
O motor 1.8 turbo é o mesmo que equipou o Audi A3 nacional e tem um fôlego incrível, proporcionando arrancadas e retomadas dignas de um esportivo. Basta pressionar um pouco o acelerador para ver como o carro levanta um pouco a frente e mostra todo o seu vigor. Quando o turbo entra em ação, já em baixas rotações (por volta de 2.000 rpm), traz um pouco de desconforto, balançando o corpo para a frente e para trás. Mas nada que desmanche o prazer de domar uma tropa como essa. E como é gostoso ouvir o ronco mais forte do motor enchendo.
Lanternas traseiras agora têm elementos circulares e lentes fumês. Versão mais brava só é vendida com carroceria duas portas. Grade com tela em forma de colméia, na cor preta, realça aparência agressiva - Lanternas traseiras agora têm elementos circulares e lentes fumês. Versão mais brava só é vendida com carroceria duas portas. Grade com tela em forma de colméia, na cor preta, realça aparência agressiva

Ritmo
A suspensão acompanha o ritmo, garantindo excelente estabilidade e permitindo ao motorista abusar em curvas mais fechadas e de piso irregular. Para ajudá-lo, caso o carro escape, ele conta com a eficiente ajuda do controle de estabilidade. Caso queira mais risco e emoção, pode desligar o sistema por comando no painel. Mas o conforto acaba sendo sacrificado, principalmente o dos ocupantes do banco traseiro. O câmbio também ajuda o desempenho esportivo, com engates precisos, curso curto da alavanca de câmbio e relação de marchas bem escalonadas. A calibragem da direção poderia, porém, ser mais 'pesada' em altas velocidades. Para parar todo esse ímpeto, o GTi tem um eficiente sistema de freios, com ABS e disco nas quatro rodas, sendo os dianteiros ventilados.

Por dentro
A primeira coisa que chama a atenção, quando se entra no carro, são os bancos com revestimento em tecido xadrez no centro e cinza nas laterais. E os dianteiros ainda têm a sigla GTi bordada no alto. Gosto à parte, eles combinam bem com a proposta esportiva, pois os da frente prendem bem o corpo, quando o motorista exagera (e nessa versão isso é freqüente) nas curvas mais fechadas; e o de trás não oferece conforto para pessoas com mais de 1,80m de altura. O banco traseiro tem três apoios de cabeça, três cintos de três pontos e sistema isofix, para fixação de cadeirinhas infantis. O volante tem a sigla GTi em detalhe cromado e o painel incorpora mostradores exclusivos e a parte central em plástico que imita metal.

Detalhes
Na linha mais discreta, os detalhes internos em vermelho dessa versão do Polo se limitam às costuras do couro do volante, das coifas da alavanca de marchas e do freio de estacionamento e dos cintos de segurança. Outro item que ressalta a esportividade são as coberturas de alumínio dos pedais. O GTi tem muita tecnologia de segurança: airbags duplos frontais e laterais; freios ABS; controles de tração e estabilidade; e controle de pressão dos pneus (o motorista é alertado por uma luz no painel, toda vez que um dos pneus está com a calibragem diferente da prevista). Se tiver que levar uma criança no banco da frente, tem a opção de desligar o airbag do lado do passageiro.

Baixo
Os pneus de perfil ajudam bastante a garantir uma boa estabilidade. Mas, por outro lado, a pouca altura não combina com as precárias condições das ruas e estradas brasileiras, e o motorista pode ficar no meio do caminho, com pneus cortados e rodas amassadas, ao passar por um buraco um pouco mais profundo ou um simples bueiro com tampa rebaixada.

Leia mais sobre o Polo e assista ao teste do modelo, em alta e baixa resolução, no Veja Também, no canto supeior direito desta página.

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação