Publicidade

Estado de Minas

Picape média na berlinda - Avaliação técnica

Veja os detalhes, com os pontos positivos e negativos, da Chevrolet S10 2.4 FlexPower


postado em 29/03/2007 23:03

Análise feita pela fisioterapeuta Danielle Pongellupe(foto: Arte de Henrique Lima/Uai sobre Arte/EM)
Análise feita pela fisioterapeuta Danielle Pongellupe (foto: Arte de Henrique Lima/Uai sobre Arte/EM)
BOM

Vão do motor
O reservatório de partida a frio não tem luz espia no quadro de instrumentos, indicando quando vazio. O acesso à manutenção é muito bom e os componentes de verificação permanentes têm fácil identificação e manuseio. A sustentação do capô, quando aberto, é por meio de vareta manual e não de mola a gás. O resultado da insonorização do vão em relação ao habitáculo é satisfatório.

Altura do solo
Não ocorreram interferências com o solo, mesmo quando com carga útil simulada de cinco adultos e 400 kg de bagagem. Por prevenção, tem eficiente chapa protetora que engloba toda a zona inferior frontal.

Freios
O sistema está bem dimensionado para o veículo e o ABS, com boa calibragem. Não apresentaram superaquecimento após uso constante em longa descida com o veículo carregado e a sensibilidade do pedal de freio é razoável. O freio de estacionamento atua normal.

Câmbio
As relações de marchas e diferencial atendem satisfatoriamente no uso cidade/estrada. A qualidade de engate é boa em precisão, maciez e curso da alavanca.

Motor
Apresentou partida a frio imediata com somente álcool no tanque, tendo boa progressividade na aceleração, mas ocorre pequena variação na marcha lenta, inclusive com o motor já aquecido. A sua performance é um pouco superior com álcool, com ganho de 6 cv na potência, mas o torque é igual. A sua dirigibilidade é normal, com retomadas de velocidade e aceleração razoáveis e, quando com 750 kg de carga útil e ar-condicionado ligado é, ainda, aceitável o seu rendimento para a proposta do veículo. A rumorosidade de funcionamento é normal, inclusive com álcool.

Vedação
Boa contra água e poeira.
Caçamba tem proteção, mas vidro traseiro, não. Elevação no assoalho incomoda passageiro(foto: Marlos Ney Vidal/EM - 28/2/07)
Caçamba tem proteção, mas vidro traseiro, não. Elevação no assoalho incomoda passageiro (foto: Marlos Ney Vidal/EM - 28/2/07)

Limpador de pára-brisa
Ao esguichar água no pára-brisa as palhetas atuam automaticamente, varrendo uma boa área. O acesso ao reservatório de água dentro do vão do motor é bom.

Alarme
A chave de ignição é codificada com imobilizador do motor e tem proteção volumétrica no habitáculo.

REGULAR

Climatização
O sistema está bem dimensionado, tem boa distribuição do fluxo de ar e a rumorosidade de funcionamento é aceitável, mas foi notada pequena admissão de gases/fumaça do externo.

Nível interno de ruídos
Os ruídos no habitáculo são contidos, mesmo quando se trafega sobre piso de terra, paralelepípedo e asfalto em má conservação. O efeito aerodinâmico é evidente já a 100 km/h.

Suspensão
O conforto de marcha em relação à última unidade testada teve pequeno ganho, só com o condutor, mas é mais significativo quando o veículo está carregado. A estabilidade é limitada em velocidades mais altas, mas para uma condução normal (asfalto/terra) é aceitável em precisão nas curvas e na inclinação da carroceria.

Direção
O curso de ajuste em altura da coluna de direção é ótimo. O efeito retorno tem boa velocidade, mas o diâmetro de giro é muito limitado em manobras de estacionamento. A precisão na reta e em curvas é aceitável e o sistema tem boa sensibilidade, apesar de pequeno retardo de resposta inicial, mas com reações coerentes para esse tipo de automóvel.

Iluminação
Existe luz de cortesia somente no porta-luvas O grupo óptico anterior, que tem construção com dupla parábola, é eficiente no baixo e no alto, mas peca por não ter regulagem elétrica em altura em função da carga transportada. Tem faróis de neblina embutidos no pára-choque. A iluminação no habitáculo é simples, com somente uma lanterna na zona central do teto.

RUIM

Acabamento da carroceria
A qualidade da pintura não tem bom acabamento final, devido a vários pontos com impurezas e manchas no verniz. As quatro portas e a tampa da caçamba têm boa montagem, mas o capô está descentralizado. A montagem do farol dianteiro esquerdo é ruim, deixando um grande vão na concordância com o pára-lama, bem como as molduras plásticas que envolvem as curvaturas dos pára-lamas dianteiro direito e traseiro esquerdo.

Estepe/macaco
A operação não é simples nem limpa, além do peso do estepe. Está instalado em suporte basculável por baixo do vão de carga e não tem proteção antifurto de fábrica. O kit de troca está alojado atrás do banco traseiro, atrás de tampa plástica e é necessário retirar duas porcas do tipo borboleta de curso longo. Os cubos de rodas têm prisioneiros que ajudam bem no apoio e na centragem da roda.

Ferramentas
Não tem.

(*) Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade