Publicidade

Estado de Minas

Esportivo na mira - Avaliação técnica

Avaliações do novo esportivo Palio 1.8R


postado em 29/05/2007 23:19

Análise feita pela fisioterapeuta Danielle Pongellupe(foto: Arte de Henrique Lima/Uai sobre Arte/EM)
Análise feita pela fisioterapeuta Danielle Pongellupe (foto: Arte de Henrique Lima/Uai sobre Arte/EM)
BOM

Climatização
O sistema está bem dimensionado. O nível de ruídos é aceitável, mesmo na velocidade máxima. A vedação é boa e o tempo gasto para dar a sensação de conforto em todo o habitáculo, satisfatório.

Freios
O comportamento dinâmico, em geral, foi bom. Sistema ABS tem boa calibragem. O pedal de freio tem boa sensibilidade e as reações são balanceadas nos dois eixos. No uso esportivo, em trecho com curvas, não ocorreu superaquecimento. A desaceleração em freadas fortes e boa. O freio de estacionamento atua normalmente.

Motor
O sistema flex funcionou bem com os dois combustíveis ou misturado. O desempenho também agrada com álcool ou gasolina, proporcionando dirigibilidade muito boa, favorecida pela definição do câmbio. No trânsito urbano, é bastante ágil e, na estrada, um automóvel rápido. As retomadas de velocidade e aceleração são muito boas. A perda de rendimento é pequena, quando está com 400kg de carga útil e ar-condicionado ligado.

Vedação
Boa contra água e poeira.

Suspensão
O conforto de marcha é razoável, para a proposta esportiva dessa versão, na qual o nível de transferências das imperfeições do solo para dentro são aceitáveis. A estabilidade agrada bem na precisão e no contorno de curvas de raios variados, com pouca inclinação da carroceria.

Direção
A precisão na reta e em curvas é boa, e as suas reações são homogêneas. A assistência hidráulica está bem acertada. O diâmetro de giro é bom, em manobras de estacionamento, e o efeito retorno tem boa velocidade.

Limpador de pára-brisa
Ao esguichar água, as palhetas de boa qualidade atuam automaticamente, sendo a área varrida satisfatória, tanto no pára-brisa quanto no vidro traseiro. O reabastecimento de água no reservatório dentro do vão motor é normal, devido ao seu posicionamento e diâmetro do bocal.
Os três apoios de cabeça no banco traseiro agora são itens de série no novo Palio. Já o porta-malas tem duas redes para prender pequenos objetos(foto: Marlos Ney Vidal/EM - 24/5/07)
Os três apoios de cabeça no banco traseiro agora são itens de série no novo Palio. Já o porta-malas tem duas redes para prender pequenos objetos (foto: Marlos Ney Vidal/EM - 24/5/07)

Estepe/macaco
A roda não é em liga leve, mas o pneu é igual aos de uso, e está instalado dentro do porta-malas. O kit (macaco e chave de rodas) fica embaixo do conjunto, e a operação de troca é normal.

Ferramentas
Tem uma chave de fenda, conjugada com Philips.

REGULAR

Vão do motor
O motor preenche bem o vão e o acesso à manutenção de alguns componentes é limitado. O isolamento acústico, presente no lado interno do capô e painel de fogo, é eficiente para esse segmento de mercado, mas essa versão R merecia som de aspiração mais esportivo.

Altura do solo
Não tem, de série, chapa protetora para cárter e caixa de marchas. Com 400 kg de carga útil, ocorrem pequenas interferências com o solo na parte central e dianteira do chassi.

Câmbio
As relações de marchas/diferencial estão bem acertadas para essa versão R, com essa motorização, proporcionando dirigibilidade prazerosa e esportiva, exigindo poucas trocas de marchas. O pomo da alavanca é igual ao dos outros modelos de série, sem visual e pega esportivos. O curso da alavanca continua longo e falta precisão nas trocas rápidas.

Iluminação
Faróis com parábola simples têm eficiência normal, no baixo e no alto, mas falta regulagem elétrica de altura, em função da carga transportada. Tem luz de cortesia somente no porta-luvas. A iluminação no teto é simples, com somente uma lanterna, junto ao retrovisor.

Alarme
O sistema é completo: chave de ignição codificada, proteção volumétrica no habitáculo e perimétrica das partes móveis. Mas a nova chave de ignição, com controle remoto integrado, favorece o acionamento involuntário do alarme, quando se gira a chave na ignição. Além disso, as teclas indicativas de acionar/desligar estão posicionadas ao contrário do sentido de uso mais comum.

RUIM

Acabamento da carroceria
A qualidade final da pintura é baixa, pois contém alguns pontos com impurezas e imperfeições. As portas traseiras estão desniveladas e a tampa traseira, descentralizada. O capô tem montagem aceitável, assim como as portas dianteiras.

Nível interno de ruídos
Os ruídos no habitáculo são vários e incomodam, somados ao som do efeito aerodinâmico, evidente a partir de 100 km/h.

EXTRA

Volume do porta-malas
O declarado pela fábrica é de 275 litros, e o encontrado, com o banco traseiro na posição normal e a tampa do bagagito fechada, foi de 235 litros.

Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade