Publicidade

Estado de Minas

Ergonomia em alta - Avaliação técnica do Grand C4 Picasso

Posição de estepe incomoda


postado em 14/06/2008 16:40

(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press - 5/6/08)
(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press - 5/6/08)
BOM

Climatização
É automático digital, com regulagem diferenciada de temperatura e da velocidade do fluxo de ar para condutor, passageiro da frente e os da segunda fileira de bancos, através de difusores no painel e nas colunas B (centrais), sendo que, para os da terceira fileira, existe difusor ajustável nas laterais superiores do acabamento, todos com vazão satisfatória. Nos difusores centrais do painel, há a opção de colocar cartucho perfumado. A rumorosidade de funcionamento é razoável na velocidade máxima e está bem vedada.

Freios
Estão muito bem calibrados e dimensionados, com ABS de ótima sensibilidade. O pedal de freio tem boa relação e responde bem ao menor toque. O freio de estacionamento é do tipo elétrico, com funcionamento automático, muito prático. Apresentaram boa resistência térmica e ótima desaceleração, com reações bem balanceadas nos dois eixos.

Câmbio
É automático, com somente quatro marchas e opção de uso manual seqüencial, por meio de aletas incorporadas à coluna de direção. O seletor de marchas do modo automático está instalado acima da coluna de direção e tem aparência frágil, mas os seus comandos são suaves e precisos. No display do quadro de instrumentos, há indicação da marcha e a opção selecionada de condução. No modo seqüencial, as trocas são automáticas quando se atinge a rotação máxima, prevista pelo gerenciamento do câmbio. As relações de marchas/diferencial ajudam bem na dinâmica do automóvel, mas apresentou retardo de resposta no kickdown.

Vedação
Boa contra água e poeira.

Direção
A coluna de direção tem ajuste manual em altura e distância, e o diâmetro de giro de 11,85 m é aceitável em manobras. O sistema assistido tem cargas bem definidas para o uso misto e apresentou reações equilibradas e boa precisão na reta e em curvas. É baixo o nível de ruídos do conjunto em curvas sobre piso de calçamento, terra e asfalto ruim.

Iluminação
O sistema tem sensor crepuscular e esguichos para lavar as lentes dos faróis. O farol tem dupla parábola e conta com regulagem elétrica de altura, em função da carga transportada. Há luz de cortesia no porta-luvas, porta-malas, zona das bandejas atrás dos bancos dianteiros e zona dos pés do condutor e passageiro. Na zona do teto, existem três sessões de iluminação, sendo bom o resultado final.
Bancos adicionais no porta-malas são para crianças
Bancos adicionais no porta-malas são para crianças

Limpador de pára-brisa
O sistema tem sensor de chuva. A área do pára-brisa é enorme e os esguichos tem boa vazão e abertura. As palhetas estão bem dimensionadas, trabalham cruzadas e varrem uma boa área. No vidro traseiro, o sistema é também eficiente, com palheta (de boa qualidade) varrendo uma área satisfatória, e esguicho de cima para baixo, com boa vazão. É fácil o acesso e identificação do reservatório dágua instalado dentro do vão do motor.

REGULAR

Acabamento da carroceria
A qualidade final da pintura é boa e as quatro portas estão desniveladas. O capô e a tampa traseira apresentam uma boa montagem, em centralização e nivelamento.

Vão do motor
Com sua curvatura acentuada, o painel de fogo encobre grande parte do motor e vários dos seus componentes laterais, dificultando bastante o acesso à manutenção. O resultado da insonorização (somente painel de fogo) em relação ao habitáculo é razoável. Os itens de verificação constante têm fácil identificação e manuseio.

Altura do solo
Tem de série chapa em aço integral vazada, que engloba o cárter e caixa de marchas. Raspa com freqüência a frente em saídas de garagem com desnível e ao transpor quebra-molas salientes.

Moto
É o mesmo do Picasso nacional, sem nenhum ganho de rendimento para um automóvel mais pesado. A sua curva (potência/torque x rotação) proporciona uma performance normal, sem muito brilho, mas satisfaz para a proposta de uso familiar desse veículo. As retomadas de velocidade e aceleração são razoáveis para o peso de 1.600 kg em piso plano. Numa topografia bem irregular (cidade/estrada), o seu rendimento é apenas aceitável e em algumas situações deixa a desejar.

Nível interno de ruídos
Não tem um habitáculo silencioso, mas o efeito aerodinâmico é aceitável, mesmo em alta velocidade.

Suspensão
É inaceitável o alto nível de ruído produzido pelas suspensões (principalmente a dianteira), quando se trafega sobre pisos irregulares. A estabilidade é muito boa, com bom contorno em curvas de raios variados e pela precisão, assim como pela pouca inclinação da carroceria. No limite de aderência, conta com auxilio do sistema ESP (controle de estabilidade).

Alarme
A chave de ignição é codificada e o sistema antifurto tem proteção perimétrica das partes móveis, mas não tem a volumétrica contra invasão do habitáculo, através da quebra dos vidros.

RUIM

Estepe/macaco
O kit de troca (macaco, calços, chave de rodas, porca auto-adaptadora antifurto) está acondicionado no alçapão do assoalho, atrás do banco do passageiro, sendo que a extensão que aciona o pino estriado que bascula o suporte externo, onde está o estepe, fica localizada no vão do assento da terceira fileira. O estepe tem a roda e pneu diferentes dos de uso e é para pequenos deslocamentos e com velocidade limitada. A operação de troca é cansativa, suja e se gasta um tempo bem maior que o usual. Na lateral do vão do porta-malas, há uma lanterna, muito útil em uma troca noturna.

EXTRA

Volume do porta-malas
O declarado pela fábrica é de 576 litros, e o encontrado foi de 552 litros, com o banco da segunda fileira todo atrás e a cortina superior aberta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade