Publicidade

Estado de Minas

Citroën Grand C4 Picasso 2.0 X Renault Grand Scénic 2.0 - Sete em destaque

Perfumador de ambiente é uma das firulas do Grand C4 Picasso, que tem bancos traseiros com regulagem longitudinal, assim como o Scénic, mas o Renault tem mais espaço interno


postado em 28/06/2008 15:21

Vidro reto e formas angulosas marcam design ousado do Scénic(foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 8/4/08)
Vidro reto e formas angulosas marcam design ousado do Scénic (foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 8/4/08)
Citroën Grand C4 Picasso e Renault Grand Scénic têm muitos pontos em comum. Leia o comparativo.

Espaço interno
O melhor dos monovolumes é o espaço avantajado no habitáculo. Scénic e Picasso têm espaço de sobra, mas o do Scénic é melhor para as pernas, que curiosamente tem distância entre-eixos maior em apenas um centímetro. Os dois bancos suplementares no porta-malas são apropriados para crianças e têm cinto de três pontos e apoios de cabeça. Além disso, os bancos da segunda fileira têm regulagem longitudinal.
C4 Picasso 3 x 4 Scénic

Porta-malas
São enormes e suficientes para levar tranqüilamente a bagagem de toda a família, desde que os bancos suplementares não estejam ocupados. Com seis passageiros, ainda sobra espaço para malas.
C4 Picasso 4 x 4 Scénic

Veja mais fotos do Citroën Grand C4 Picasso!
Veja mais fotos do Renault Grand Scénic!

Câmbio
São praticamente iguais e limitados. Têm apenas quatro velocidades e interpretam a maneira de dirigir do motorista. A suavidade na troca é característica dos dois. O dilema é que as quatro velocidades limitam o desempenho e, às vezes, demora muito a mudar a marcha.
C4 Picasso 2 x 2 Scénic

Suspensão
A Citroën é especialista em sistema de suspensão, mas não consegue acerto ideal no Brasil. As imperfeições são transmitidas para o interior do veículo e há sempre a caída de roda em buraco. Ao contrário da Citroën, a Renault consegue equilíbrio do conjunto e há pouca transferência das irregularidades para dentro. A estabilidade é muito boa nos dois veículos. Ambos têm frente baixa e esbarram freqüentemente em rampas.
C4 Picasso 2 x 4 Scénic

Motor/Desempenho
É o dilema desses monovolumes. Potência é suficiente quando estão embalados. O problema é tirá-los da inércia. Falta força (torque). Na Europa, é facilmente resolvido com motores a diesel que têm maior torque . O desempenho fica mais prejudicado pelo câmbio de quatro marchas, que, às vezes, estica demais a marcha ou demora a trocar. As respostas quando se pisa fundo no acelerador são lentas.
C4 Picasso 2 x 2 Scénic
CitroënC4 Picasso tem lanternas estilizadas no alto da coluna(foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 5/6/08)
CitroënC4 Picasso tem lanternas estilizadas no alto da coluna (foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 5/6/08)

Estilo
Gosto não se discute. As linhas do Picasso são limpas e sem rebuscamento, formando conjunto agradável. As do Scénic têm muitos recortes, são pouco convencionais e o resultado final é muito bom.
C4 Picasso 4 x 4 Scénic

Ergonomia
Ponto para o Citroën, que passou melhor pelo crivo da análise ergonômica. O Renault tem pequenos problemas, como acelerador um pouco longe. Em compensação, a anatomia dos bancos do Scénic é melhor.
C4 Picasso 3 x 2 Scénic

Conforto/Tecnologia
O que não faltam nesses monovolumes são equipamentos de conforto e conveniência. Há entradas para equipamentos de som, porta-objetos em diversos locais. Ambos têm porta-trecos com tampa sob o assoalho da segunda fila, mas os do Citroën são rasos e um deles abriga o kit de troca de pneu. Em compensação, o C4 Picasso tem porta-objetos nas portas com luz, que se acende com a aproximação da mão. O que desagrada em ambos é a posição do estepe sob o carro e principalmente a troca. É que estão sempre sujos, e pneu só fura em locais inconvenientes.
C4 Picasso 3 x 3 Scénic

Consumo
A Citroën não divulga dados de fábrica e os da Renault são otimistas. Motores 2.0 não são econômicos. Se fossem equipados com transmissão de cinco ou mais velocidades, a conta no posto seria menor. O consumo registrado nos computadores de bordo dos dois modelos é praticamente o mesmo, entre 4,8 km/l e 6 km/l na cidade e de 8,5 km/l a 11 km/l na estrada.
C4 Picasso 2 x 2 Scénic

Acabamento
Muito bom nos dois carros. Materiais de boa qualidade, encaixes bem-feitos e esmero nos detalhes. Pecam apenas pelas portas desniveladas e impurezas na pintura.
C4 Picasso 3 x 3 Scénic

Segurança
O que há de melhor e mais atual, com diversos tipos de airbags - o C4 tem de joelhos para motorista -, freios ABS, controle de estabilidade, apoios de cabeça ativos, cintos com pré-tensionadores, entre muitos outros.
C4 Picasso 5 x 4 Scénic

RESULTADO
C4 Picasso 33 x 34 Scénic

1 - ruim; 2 - regular; 3 - bom; 4 - muito bom; 5 - ótimo

Veja os equipamentos, os opcionais, os preços e as fichas técnicas dos dois carros no Veja Também, no canto superior direito desta página.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade