Os dotes do sedã - Avaliação técnica do Voyage 1.6 Trend

Novo Volkswagen Voyage 1.6 Trend passa por testes rigorosos e mostra seus pontos positivos e negativos, comprovando que tem qualidades para encarar a concorrência

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/11/2008 11:42 Caderno de Veículos /Estado de Minas
Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press - 23/10/08
BOM

Vão do motor
Tem isolante acústico somente no painel de fogo, sendo o resultado da insonorização em relação ao habitáculo razoável, com o motor em alta rotação. A sistematização dos vários componentes é racional e o acesso à manutenção em geral, mesmo na posição de montagem transversal do motor, é boa.

Altura do solo
Não tem de série chapa em aço protetora para a zona inferior do motopropulssor. Não ocorreram interferências com o solo.

Climatização
A vazão de ar é boa e a rumorosidade de funcionamento aceitável, mesmo na velocidade máxima. Está bem vedado. Os comandos manuais de temperatura, velocidade e direção do fluxo têm boa dimensão e pega. A tecla do ar-condicionado tem boa identificação quando o sistema está ligado.

Câmbio
As relações de marchas/diferencial proporcionam dirigibilidade segura e confortável. A qualidade de engate é ótima em precisão, maciez, curso da alavanca e pega no pomo, além de baixa rumorosidade de funcionamento do trambulador.

Motor
O sistema Total Flex funcionou bem com partida a frio eficiente com álcool no tanque, além de partida a quente imediata. Mesmo com o motor pouco aquecido, a marcha lenta foi linear e a aceleração progressiva. A performance agrada no uso urbano e em rodovias. Com o veículo carregado e ar-condicionado ligado, ainda proporciona dirigibilidade razoável no uso misto, com aceleração e retomadas de velocidade satisfatórias. A curva desse motor, que tem o torque máximo em baixa rotação, contribui bastante na condução urbana e em rodovias, com velocidade limitada.

Suspensão
É um automóvel muito estável, contornando com excelente precisão e inclinação mínima da carroceria curvas de raios variados, em velocidade elevada. O conforto de marcha é razoável, com pequena perda quando o veículo está carregado.
Motor 1.6 tem 104 cv de potência com álcool. Porta-malas tem um dos maiores volumes do segmento. - Motor 1.6 tem 104 cv de potência com álcool. Porta-malas tem um dos maiores volumes do segmento.

Direção
A coluna de direção tem ajuste manual em altura e distância. A assistência hidráulica tem ótima calibragem e o sistema tem reações com excelente resposta e sensibilidade. O diâmetro de giro é bom, assim como a velocidade do efeito-retorno. Em curvas sobre piso irregular apresentou baixa rumorosidade do conjunto. A precisão na reta e em curvas é muito boa.

Limpador do pára-brisa
Os esguichos são do tipo spray em V, com boa vazão e abertura de água que atinge todo o pára-brisa. As palhetas são de boa qualidade e varrem uma boa área. O reservatório de água, instalado dentro do vão do motor, tem fácil acesso.

Estepe/macaco
O estepe, que tem a roda em aço e o pneu igual aos de uso, está instalado no assoalho, dentro do porta-malas. Abaixo dele estão o macaco e a chave de rodas. A operação de troca é normal. Os pontos de apoio do macaco estão indicados nas soleiras.

Alarme
O sistema é completo, com chave de ignição codificada e proteção perimétrica das partes móveis e volumétrica dentro do habitáculo. Ao dar comando para travar as portas, por meio de controle remoto inserido na própria chave, os vidros sobem automaticamente. O sistema antiesmagamento funcionou bem.

REGULAR

Acabamento da carroceria
A qualidade final da pintura é boa. O capô está desalinhado em relação à base inferior da coluna A (dianteira), do lado direito. A porta traseira esquerda está desnivelada em relação à lateral traseira. As outras têm montagem aceitável. A tampa do porta-malas está descentralizada.

Freios
Apresentaram bom comportamento dinâmico no uso misto. O pedal de freio tem boa sensibilidade, mas o ABS apresentou grande retardo de resposta em frenagem de emergência sobre piso molhado de paralelepípedo e terra cascalhada, além de excessiva rumorosidade. As suas reações são homogêneas nos dois eixos e a desaceleração foi balanceada. O freio de estacionamento atuou normal.

Iluminação
Tem luz de cortesia nos pára-sóis e porta-malas. Todos os ponteiros do quadro de instrumentos têm iluminação permanente. O farol de dupla parábola é eficiente no baixo e no alto e conta com o auxilio de faróis de neblina embutidos no pára-choque, mas não há regulagem elétrica de altura em função da carga transportada. Quadro de instrumentos, console central e interruptores dos painéis de porta têm fácil identificação noturna. Na zona anterior do teto, tem plafonier com duplo spot fixo integrado, com resultado aceitável em iluminação.

RUIM

Vedação
Boa contra água e poeira.

Nível interno de ruído
O efeito aerodinâmico inicia-se a 100 km/h e é crescente com a velocidade. Ao trafegar sobre pisos irregulares, surgem vários ruídos no habitáculo, que incomodam.

EXTRA

Volume do porta-malas
O declarado pela fábrica é de 480 litros e o encontrado foi de 440 litros, prejudicado pelo mecanismo/curvatura de sustentação da tampa do porta-malas, que invade as laterais do mesmo, local do triângulo de segurança e alto-falantes.

Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação