Ford EcoSport Freestyle 2.0 flex - Força e potência de sobra

A versão testada não estava equipada com ABS e airbag, apesar do preço do conjunto, mas é a mais vendida. Desempenho é um dos atrativos do EcoSport com motor 2.0 flex

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/12/2008 15:05 Paulo Eduardo /Estado de Minas
A posição elevada de dirigir transmite segurança, mesmo que psicológica - Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 16/12/2008 A posição elevada de dirigir transmite segurança, mesmo que psicológica
O EcoSport teve sua primeira reestilização no ano passado e as linhas ficaram mais atraentes, apesar de as mudanças terem sido sutis na grade dianteira, faróis e lanternas. A principal novidade na linha 2009 é, sem dúvida, o motor 2.0 flex, que teve ligeiro e perceptível aumento de potência e força. São 4 cv de potência e 0,4 kgfm de torque a mais, que fazem diferença.

Estilo
O EcoSport confirma a máxima de que carro se vende pela beleza. O utilitário da Ford conquista pelas linhas bonitas e harmoniosas. O pecado no acabamento parece ser ignorado pelos proprietários que fazem vista grossa. Além disso, é imponente e a boa altura em relação ao solo permite rodar em caminhos ruins, não só de terra, mas no asfalto ondulado, malconservado e recheado de imperfeições na maioria das cidades brasileiras.

Habitáculo
O espaço interno é bom, mas a anatomia dos bancos, ruim. Três ocupantes se acomodam bem no banco traseiro, mas capacidade do porta-malas é limitada para levar a bagagem de cinco pessoas. Há muitos porta-objetos para deleite da maioria. Outro detalhe que agrada à maioria é o estepe fixado na tampa do porta-malas. O dilema é o peso para abrir e fechar, principalmente para a maioria do público feminino. Os machões também reclamam e, em caso de retorno brusco, o freguês leva um direto no rosto capaz de provocar nocaute.

Nem mesmo o ar-condicionado ligado afeta o desempenho, seja em retomada, seja em aceleração - Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 16/12/2008 Nem mesmo o ar-condicionado ligado afeta o desempenho, seja em retomada, seja em aceleração


Sedução

O EcoSport segue a trajetória vitoriosa conquistando novos adeptos. A posição elevada de dirigir transmite segurança, mesmo que psicológica. A alavanca de câmbio está bem posicionada, tem curso curto e os engates são precisos. A calibragem da direção é leve e facilita manobra. O ambiente interno é rústico, com acabamento em plástico duro no painel central e de portas.

Desempenho
O motor 2.0 já era muito bom no utilitário e ficou mais potente ainda com o poder do combustível derivado da cana. O pequeno ganho em torque (força) e potência foram suficientes para dar ótimo desempenho ao carro. Para se ter idéia, nem mesmo o ar-condicionado ligado afeta o desempenho, seja em retomada, seja em aceleração. A resposta é sempre imediata e, quando se quer mais rapidez, basta engatar marcha mais forte. Mas, como é difícil beirar a perfeição, o consumo de álcool não passou dos 7 km/l na estrada e em velocidades abaixo de 120 km/h.

Segurança
Brasileiro ainda não incorporou os conceitos de segurança e a versão Freestyle, a mais vendida do utilitário, é, na maioria das vezes, comercializada sem o conjunto ABS e airbags frontais, que tem o menor custo de mercado, R$ R$ 1.890. O passageiro do assento central traseiro não tem à disposição apoio de cabeça e cinto de três pontos.

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação