Publicidade

Estado de Minas

Pressionando o sedã - Avaliação técnica do Audi A4 2.0T

Conheça detalhes do A4 2.0T e saiba como o carro se saiu nos testes


postado em 07/01/2009 16:11

Painel oferece sistema que gerencia funções e informações(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press )
Painel oferece sistema que gerencia funções e informações (foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press )
BOM

Acabamento da carroceria
A qualidade da pintura tem um bom acabamento. A montagem das partes móveis está bem-feita em centralização e nivelamento.

Vão do motor
O layout do vão é muito bem-feito e tem aspecto limpo e organizado, além de ótimo acabamento. O motor de quatro cilindros ocupa bem o vão, mas o acesso à manutenção é satisfatório. O capô tem excelente ângulo de abertura. O resultado do isolamento acústico, em relação ao habitáculo, é bom.

Climatização
Apresentou bom funcionamento, com boa vazão de ar pelos difusores do painel e nível de ruídos razoável na velocidade máxima. Existe a opção de regulagem de temperatura diferenciada para condutor e passageiro, mas não tem difusor de ar específico para os passageiros de trás. Está bem vedado.

Freios
O pedal de freio tem ótima sensibilidade e as reações do conjunto no eixo dianteiro e traseiro são homogêneas e balanceadas. Numa condução bem esportiva, apresentou desaceleração eficiente, sem afundamento acentuado da suspensão dianteira, em frenagens fortes nas entradas de curvas, e sem alteração da trajetória. O freio de estacionamento é acionado eletricamente, por meio de tecla no console. Não ocorreu perda de eficiência, depois de uso mais severo em longa decida sinuosa.

Câmbio
A variação contínua (CVT) proporciona uma dinâmica excelente ao automóvel, que também é favorecida pelo motor com turbo/intercooler e sistema que faz variar a abertura e fechamento das válvulas do motor em altas e baixas rotações (AVS). O quadro de instrumentos tem display informando o tipo de condução e marcha selecionada.

Motor
A aceleração é notável, com ótima progressividade, sem trancos e sempre constante. As retomadas de velocidades são imediatas e muito eficientes. Proporciona uma dirigibilidade prazerosa no uso misto, sendo ágil e dinâmica no uso urbano e rápida e segura em rodovias. O nível de ruídos de funcionamento é muito baixo. A arquitetura é moderna e avançada, com soluções de engenharia como injeção direta de combustível (FSI), conjugada com turboalimentado e sistema de abertura variável de válvulas.

Vedação
Boa contra água.

Nível interno de ruídos
O efeito aerodinâmico é contido, mesmo em alta velocidade. O nível de ruídos no habitáculo é baixo.

Suspensão
Apoios de cabeça e cintos de três pontos retratáveis no banco traseiro
Apoios de cabeça e cintos de três pontos retratáveis no banco traseiro
A estabilidade é muito boa e veículo contorna curvas de raios variados com precisão e inclinação mínima da carroceria em velocidades elevadas. No limite da aderência lateral e direcional, os sistemas eletrônicos ESP/ASR atuaram com eficiência. O conforto de marcha é condizente com a proposta da motorização, sendo razoável com somente condutor e aceitável com carga máxima.

Direção
Volante tem boa pega e a coluna de direção se ajusta em altura e distância, com ótimo curso. A precisão na reta e em curvas é boa, assim como a sensibilidade e reações do conjunto. As cargas do sistema, que tem assistência variável, estão muito bem definidas para o uso misto. A velocidade do efeito retorno é razoável e o diâmetro de giro, bom. Em curvas sobre piso de paralelepípedo e terra, o conjunto apresentou nível baixo de ruídos.

Iluminação
Tem luz de cortesia somente no porta-malas. Na zona do teto, tem plafonier na dianteira, com duplo spot fixo integrado, e uma lanterna na traseira, para os passageiros de trás, sendo bom o resultado em iluminação. O farol bixenônio, com regulagem automática de altura e esguichos para lavar as lentes, com ótimo resultado no baixo e no alto. O conjunto tem auxílio de faróis de neblina, embutidos no pára-choque. O quadro de instrumentos, console central e interruptores dos painéis de porta têm boa identificação noturna.

Limpador de para-brisa
São seis os esguichos de água no para-brisa, com boa vazão, abertura e pressão. O sistema tem sensor de chuva e a área varrida é boa, assim como o acesso ao reservatório de água, instalado dentro do vão do motor.

Ferramentas
Tem uma chave de fenda combinada com Phillips e duas medidas de chave de torque.

Alarme
O sistema é completo, com chave de ignição especial e proteção volumétrica dentro do habitáculo e perimétrica das partes móveis. Ao dar comando para travar as portas, os vidros sobem automaticamente se for pressionada a tecla (inserida na própria chave de ignição). O sistema antiesmagamento funcionou bem.

REGULAR

Altura do solo
Toda a parte inferior do conjunto motopropulsor é protegida parcialmente por chapa plástica, de espessura razoável, que engloba também parte da suspensão dianteira. A parte de baixo da frente raspa em saídas e entradas de garagem com desnível e exige atenção ao parar em vagas do tipo 45º, pois a aba inferior do pára-choque pode raspar no meio-fio.

Estepe/macaco
O estepe está instalado dentro do porta-malas e é do tipo para pequenos deslocamentos e em baixa velocidade (125/70 R 19), o que não é funcional para o uso no Brasil, devido às péssimas condições de nossas ruas e estradas. O kit de troca tem uma porta autoadaptadora antifurto e a operação é normal.

Volume do porta-malas
O declarado pela fábrica é de 480 litros e o encontrado, 415 litros.

(*) Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade