Publicidade

Estado de Minas

Ford Focus GLX 2.0 - Médio acima da média

Com bom acerto de suspensão, motor eficiente e linhas modernas e ousadas, hatch tem muitas qualidades para bater os concorrentes em um segmento bastante disputado


postado em 02/03/2009 11:45

(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press)
(foto: Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press)
Depois de amargar um longo período de espera por novidades reais na linha Focus, já que a segunda geração do modelo não chegou ao Brasil, o consumidor nacional foi de certa forma compensado pelo atraso, pois a Ford resolveu antecipar em um ano o lançamento da terceira geração, que chegou com muitas qualidades. A antecipação custou alguns predicados básicos no nosso mercado, como o sistema flex. Mas, de qualquer forma, o novo Focus hatch, que continua sendo produzido na Argentina, tem tudo para detonar os adversários. Pena que a Ford deposite a maioria das fichas no sedã. O modelo anterior nas carrocerias hatch e sedã ainda será fabricado por algum tempo, como opção de entrada para a linha.

Veja mais fotos do Ford Focus hatch!

Design
O novo Focus foi desenvolvido sobre uma plataforma global da marca, compartilhada com Volvo C30 e Mazda3. As linhas do hatch são um dos seus principais pontos positivos. Seguindo a filosofia ditada pelo conceito Kinetic (que busca a ideia de movimento), da Ford, o modelo tem design bem moderno, mantendo a ousadia da primeira geração, que tanto encantou o consumidor brasileiro. Diferentemente do sedã, o hatch tem um conjunto estilístico mais equilibrado e com apelo esportivo.

Assista ao teste da versão topo de linha do Ford Focus, a Ghia! (26/04/09)


Volvo?
É difícil olhar para a frente do Focus e não se lembrar de um Volvo, marca que hoje pertence ao Grupo Ford e que, com certeza, também inspirou os criadores do novo médio. Se não é tão inovadora, a frente no estilo Kinetic tem seu charme, com a enorme tomada de ar dianteira, o capô marcado por dois vincos fortes e os faróis espichados. O perfil também não tem muita ousadia, com destaque para as bonitas rodas de liga e para os retrovisores com repetidores de seta.
No painel central, há detalhes em plástico cinza imitando metal
No painel central, há detalhes em plástico cinza imitando metal

Charme
A traseira é a parte mais bonita do carro, pois manteve a idéia das lanternas verticalizadas do modelo anterior, subindo pela coluna; e as luzes de neblina no para-choque. O pequeno aerofólio no teto (incorporando o break-light) dá um toque a mais de esportividade. A forte inclinação do vidro traseiro deixa o modelo mais charmoso, mas, por outro lado, prejudica a visibilidade traseira, exigindo mais atenção do motorista. A grande tampa traseira facilita muito o acesso ao porta-malas, que tem boa capacidade (328 litros) para um hatch e ganchos de fixação para cargas. Falta apenas rede para pequenos objetos.

Por dentro
O interior prima pelo bom acabamento e amplo espaço, embora quem sente no meio do banco traseiro seja incomodado pelo túnel central e pelo final do console. O desenho do painel também é bem atual, misturando acabamento na cor preta com plásticos cinza imitando metal no centro do painel, entre os instrumentos, no console e nas molduras das saídas de ar. Os bancos são confortáveis e revestidos com tecido de toque agradável. O volante tem boa pega e a posição de dirigir é ótima, favorecida pela regulagem de altura do banco e da coluna de direção, que também pode ser ajustada em distância. Existe um bom número de porta-trecos. Destaque também para o computador de bordo, que tem muitas informações (consumo médio, autonomia, velocidade média etc.); e para o sistema de som, de boa qualidade. O pacote de segurança inclui duplo airbag frontal e freios ABS com EBD, mas deixa de fora um simples apoio de cabeça central, tão importante para evitar o temido "efeito chicote".

Focus X Concorrentes


Rodando
O Focus é um carro para quem gosta de dirigir, pois tem uma boa combinação de motor (esse 2.0 Duratec, de 145 cv, é muito eficiente, com um bom fôlego em qualquer situação e com uma economia excelente para a sua cilindrada); suspensão (que tem um bom acerto, proporcionando uma ótima estabilidade e mantendo um nível excelente de conforto); direção (com três tipos de regulagem: conforto, normal e esporte); e câmbio (com marchas bem escalonadas, curso curto da alavanca e engates precisos). Mas o propulsor peca por não ter sistema flex, presente na grande maioria dos concorrentes. Segundo a Ford, o Focus Flex 2.0 chega no segundo semestre.

Veja a avaliação técnica, os equipamentos de série, os opcionais e a ficha técnica do Ford Focus no Veja Também, no canto superior direito desta página.

Leia mais:

Novo Focus Sedan Ghia 2.0 Automático - Evolução da qualidade
Focus 1.6 flex - O poder da cana

Não compre no escuro - Ford Focus

Programa Vrum: Boris Feldman conheceu o novo Focus, em Portugal, no ano passado! Confira!

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade