Edge SEL V6 3.5 - Avaliação técnica

Conheça todos os detalhes e equipamentos de série do Ford Edge, que é vendido quase como um pacote fechado, pois o teto solar elétrico é o único opcional disponível

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/03/2009 12:29 Caderno de Veículos /Estado de Minas
No painel, destaca-se a tela do sistema Sync de entretenimento, criado em parceria com a Microsoft - Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press - 17/2/09 No painel, destaca-se a tela do sistema Sync de entretenimento, criado em parceria com a Microsoft
BOM

Climatização
É automático digital e tem opção de regulagem de temperatura diferenciada para condutor e passageiro. A vazão de ar pelos difusores do painel é muito boa e, somadas à do final do console central, proporciona ambiente climatizado com conforto em tempo satisfatório, depois de deixar o veículo trancado ao sol por meia hora. O nível de ruídos de funcionamento é baixo e o sistema está bem vedado.

Freios
Apresentaram bom comportamento dinâmico na cidade e em rodovias. A sensibilidade do pedal de freio é boa. O freio de estacionamento é por comando a pedal. O ABS está muito bem calibrado para uso sobre piso de baixo atrito e seco. Com o veículo em velocidade elevada, a desaceleração foi eficiente e balanceada nos dois eixos, sem afundamento significativo do conjunto dianteiro em frenagem de emergência. Não ocorreu perda de eficiência frenante, depois de uso mais severo.

Motor
É muito silencioso e sem vibrações. Com o veículo carregado e ar-condicionado ligado, a perda de rendimento é desprezível. A aceleração é notável e as retomadas de velocidade, muito eficientes.

Vedação
Boa contra água e poeira.

Direção
A assistência eletroidraulica tem cargas bem definidas para o uso misto. A coluna de direção tem ajuste manual, em altura e distância, com bom curso, e o volante, boa pega. Apesar das dimensões do conjunto roda/pneu, o diâmetro de giro é muito bom e a velocidade do efeito-retorno, agrada. A precisão na reta e em curvas é satisfatória.

Limpador do para-brisa
Os esguichos no para-brisa são do tipo spray em V, com boa vazão e abertura. Ao acioná-los, o sistema de limpeza atua automaticamente, com palhetas de boa qualidade, que varrem uma área satisfatória. No vidro traseiro, o sistema também é muito eficiente. O acesso ao reservatório (4,5 litros), que está instalado dentro do vão do motor, é fácil. Não tem sensor de chuva.
Capacidade do porta-malas é de 908 litros, enchendo até o teto - Capacidade do porta-malas é de 908 litros, enchendo até o teto

REGULAR

Acabamento da carroceria
A qualidade final da pintura é boa. O capô está desalinhado, em relação ao para-lama direito. As quatro portas estão desniveladas entre si e a carroceria, e a tampa traseira, descentralizada.

Vão do motor
O motor V6 preenche bem o vão, deixando o acesso à manutenção de vários componentes bem limitado. Os itens de verificação permanente têm fácil identificação e manuseio. O resultado do isolamento acústico, em relação ao habitáculo é ótimo.

Altura do solo
Não tem nenhuma proteção, por chapa em aço, para a zona inferior do conjunto motopropulsor, apenas parcialmente na caixa de transferência. Não foram notadas interferências com o solo, apenas leves raspadas na aba inferior do para-choque dianteiro, que é saliente, prejudicando o ângulo de ataque.

Câmbio
Apresentou bom funcionamento, com trocas suaves e relações de marchas bem escalonadas em função do peso do automóvel e curva do motor. A sensibilidade em kick-down é eficiente, com respostas imediatas. Não tem informação no quadro de instrumentos, indicando a opção de condução e marcha selecionada, somente o uso do over-drive.

Suspensão
A estabilidade é boa no uso normal do veículo, onde contorna curvas (terra batida cascalhada e asfalto) com boa precisão, e, numa condução mais esportiva, ainda vai bem ajudado pela tração permanente nas quatro rodas e pelo sistema eletrônico de tração e estabilidade, que é sensível à menor variação de estabilidade direcional e lateral, interferindo na rotação do motor e no sistema de freios. Surpreende o bom nível do conforto de marcha, onde as suspensões conseguem filtrar muito bem as imperfeições do solo para veículos desse segmento. Ao trafegar sobre piso irregular (cidade/rodovias com asfalto remendado e terra) a sensação de conforto em todo o habitáculo é notória. Ao passar por desnível súbito, ocorre o fenômeno da “caída de roda”.

Iluminação
Tem luz de cortesia no porta-malas, base inferior dos retrovisores externos e para-sóis. No teto, existem duas sessões de lanternas, ambas com duplo spot fixo integrado, com resultado satisfatório em iluminação. O farol de duplo refletor é eficiente e conta com auxílio de faróis de neblina, embutidos no para-choque, mas não tem regulagem elétrica de altura. O quadro de instrumentos, display central, interruptores dos painéis de porta e console central têm boa identificação noturna.

Alarme
A chave de ignição é codificada, com sistema antifurto PATS. O vidro da porta do condutor tem abertura/fechamento por um toque, e o sistema antiesmagamento funcionou bem. Ao dar comando, por meio de controle remoto inserido na própria chave de ignição, os vidros não sobem automaticamente. Não tem de série proteção volumétrica dentro do habitáculo, nem a perimétrica nas partes móveis.

EXTRA

Volume do porta-malas
O declarado pela fábrica é de 908 litros, e o encontrado com o banco traseiro na posição normal e sem ultrapassar a altura do encosto do banco traseiro e vidros laterais foi de 500 litros

Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Veículos

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação